Correio de Carajás

Itália derruba Inglaterra em casa e conquista a Eurocopa

Foto: Catherine Ivill

EUROCOPA

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Após empate por 1 a 1, goleiro Donnarumma pega dois pênaltis

Após 53 anos do seu primeiro – e até hoje único – título da Eurocopa, a Itália voltou a sentir o gostinho de ser campeã continental de seleções. E foi com brio: jogando em território adversário, a Azzurra saiu atrás da Inglaterra logo no começo da partida, mas igualou no segundo tempo e venceu nos pênaltis (3 a 2), contando com duas defesas do goleiro Gianluigi Donnarumma.

Jogando em casa, no Estádio Wembley, em Londres, diante de um público de mais de 67 mil pessoas, a Inglaterra viu o jogo começar da melhor forma possível. Antes de se completarem dois minutos de partida, Trippier cruzou da direita e Luke Shaw pegou de primeira, do outro lado do campo, para completar para o gol, contando com um leve desvio na trave direita italiana.

A vantagem precoce no placar permitiu aos ingleses adotar uma postura mais cautelosa, procurando reagir às investidas italianas. Quando aconteceram, elas pararam no goleiro Jordan Pickford, um dos destaques da final.

Mas Pickford não conseguiu conter um insistente ataque italiano aos 22 da segunda etapa. Após cobrança de escanteio, Verratti cabeceou, o goleiro fez boa intervenção, a bola resvalou na trave e sobrou para Bonutti, na pequena área, completar para as redes.

A igualdade no placar se estendeu até o fim do tempo regulamentar e dos 30 minutos da prorrogação, com os dois times preferindo não se arriscar. Tudo ficou para as penalidades.

Pickford foi o primeiro a defender uma cobrança (de Belotti). Dois jogadores que entraram especificamente para cobrar pênaltis pela Inglaterra, Rashford e Sancho, desperdiçaram as cobranças – o último sendo parado por Donnarumma. O brasileiro naturalizado italiano Jorginho, que havia convertido a última cobrança na semifinal contra a Espanha, poderia dar a vitória à Itália, mas também foi parado por Pickford. No entanto, na cobrança seguinte, Donnarumma foi um muro mais uma vez, detendo o chute de Saka e dando o título à Itália.

O goleiro do Milan frustrou os planos de milhares de ingleses, que esperavam testemunhar o primeiro título europeu da Inglaterra na história. A Itália, campeã em 1968, chegou ao segundo trofeu pelas mãos de Donnarumma e pés de Bonucci, eleito o melhor jogador da decisão. A seleção italiana ainda mantém uma invencibilidade de 34 partidas, se aproximando de um recorde mundial do futebol de seleções: entre 1993 e 1996, o Brasil ficou 36 partidas sem ser derrotado. (Agência Brasil)

Comentários

Mais

Luisa Stefani e Laura Pigossi vencem na estreia em Tóquio

Luisa Stefani e Laura Pigossi vencem na estreia em Tóquio

A dupla formada por Luisa Stefani e Laura Pigossi estreou com vitória na Olimpíada de Tóquio (Japão), na madrugada deste…
Agatha e Duda passam por argentinas na estreia em Tóquio

Agatha e Duda passam por argentinas na estreia em Tóquio

As brasileiras Agatha e Duda derrotaram as argentinas Ana Gallay e Fernanda Pereyra por 2 sets a 0 (parciais de…
Olimpíada: Brasil passa pela Tunísia na estreia do vôlei masculino

Olimpíada: Brasil passa pela Tunísia na estreia do vôlei masculino

A seleção brasileira masculina de vôlei derrotou a Tunísia por 3 sets a 0 (25/22, 25/20 e 25/15) na estreia…
Marquinhos Marabá tem dois objetivos na seleção

Marquinhos Marabá tem dois objetivos na seleção

Resgatar o prazer de vestir a camisa da Seleção de Marabá e tornar o município uma referência no futebol amador.…
Medalhas Olímpicas são feitas de celulares velhos

Medalhas Olímpicas são feitas de celulares velhos

Tocha acesa, jogos abertos e um show de sustentabilidade marcam as Olimpíadas de Tóquio na manhã desta sexta-feira, 23. Com…
Equipe olímpica de refugiados vai a Tóquio com 29 atletas

Equipe olímpica de refugiados vai a Tóquio com 29 atletas

Depois de uma participação inédita e histórica nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, os times olímpico e…