Correio de Carajás

Investigação contra cooperativa é arquivada

Foto: Arquivo
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A procuradora Thais Stefano Malvezzi arquivou Procedimento Investigatório Criminal instaurado contra a Cooperativa de Serviço e Transporte Escolar de Marabá (Coocamab) após denúncia protocolada pelo Conselho Tutelar de Marabá em dezembro de 2016. O órgão, na ocasião, afirmou ter recebido denúncia anônima relatando supostas irregularidades no transporte escolar do município.

Conforme o relato feito pelo Conselho Tutelar, a empresa estaria utilizando veículos obsoletos, com IPVA atrasado, motoristas inabilitados e menores de idade ou sem capacitação para transporte de alunos e teria autuações ilegais envolvendo vereadores do município, linhas de transporte fantasma, contratação superfaturada, rotas com quilometragem adulteradas e linhas de transporte em nome de ‘laranjas’.

Além disso, a denúncia narrava que existiam, à época, ao menos quatro ônibus na linha do Residencial Tiradentes com quilometragem adulteradas, assim como na rota Geladinho (Bairro São Félix). O Conselho Tutelar apontava que haveria no Departamento de Infraestrutura e Projetos, da Secretara Municipal de Educação (Semel), uma espécie de propina para abonar as faltas injustificadas e que dois vereadores estariam utilizando assessores como ‘laranjas’ no transporte.

Leia mais:

Outra denúncia afirmava haver precariedade no transporte de linhas da zona rural, com veículos contrariando as normas do Contran, e que ônibus oficiais da Prefeitura Municipal estariam fazendo linhas que seriam destinadas à Coocamab, alegando que esta não teria condições de cumprir o contrato firmado com o município.

RESPOSTAS

Ao ser procurado pelo MPF, a atual gestão municipal informou que a cooperativa venceu o processo licitatório e foi contratada e que solicitariam que a empresa fizesse vistorias nos veículos e documentação. Afirmou, ainda, que as rotas feitas pelos ônibus oficiais haviam ocorrido na gestão anterior, acrescentando desconhecer informações sobre propinas ou participação de vereadores em rotas de transporte escolar.

O responsável pela Secretaria de Educação da gestão anterior também foi oficiado e respondeu que desconhecia qualquer irregularidade no processo licitatório e que alguns veículos podem ter apresentado defeitos em decorrência das más condições das estradas, mas que estes foram logo sanados pelos responsáveis.

Afirmou, ainda, que a documentação estava em dia e que os motoristas da Coocamab realizavam anualmente o Curso de Condutor de Alunos de Transporte Escolar. Negou a existência de rota fantasma e declarou que o pagamento delas era feito conforme a frequência escolar.

Também negou haver sistema de propina e sustentou que todas as rotas do transporte foram aferidas por GPA, não havendo indício de superfaturamento. A Coocamab havia suspendido o serviço 40 dias antes da denúncia por falta de pagamentos dos serviços realizados. Farta documentação foi apresentada.

A Coocamab, por sua vez, afirmou ter vencido o pregão, refutando alegações de irregularidades e relatando ter havido falta de pagamento por parte da PMM. Apresentou, também, extensa documentação referente à participação na licitação e contratação.

DECISÃO

Ao fim, analisando as documentações apresentadas e confrontando os relatos das partes, a procuradora concluiu pela ausência de justa causa para a manutenção e prosseguimento do procedimento investigativo.

“A denúncia relaciona uma série de irregularidades na execução dos serviços de transporte escolar do município de Marabá e localidades próximas, ilustrando um cenário de alarmante descaso entre a responsável pela execução dos serviços e a prefeitura. Os fatos, porém, perderam força de fidedignidade pelas versões e dados apresentados pelas autoridades responsáveis e pelo prestador de serviços em análise”, afirma na decisão. (Luciana Marschall)

Comentários

Mais

Dr. Naves retorna a Marabá e é recebido com festa por familiares e amigos

Dr. Naves retorna a Marabá e é recebido com festa por familiares e amigos

José Divino Naves, mais conhecido como Dr. Naves, desembarcou às 16h30 deste sábado (18) em Marabá, após passar 5 meses…
Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência

Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência

Passados 11 anos desde a realização do último censo nacional, o Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural, uma associação sem…
Anvisa aprova indicação de baricitinibe para covid-19

Anvisa aprova indicação de baricitinibe para covid-19

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou na noite desta sexta-feira que aprovou a indicação do medicamento baricitinibe para…
Pará registra 587.922 casos de Covid-19 e 16.578 mortes pela doença

Pará registra 587.922 casos de Covid-19 e 16.578 mortes pela doença

O Pará contabilizou mais 51 casos de Covid-19 e 4 mortes causadas pela doença. Segundo o boletim divulgado pela Secretaria…
“Forma Pará” recepciona calouros de Jacundá e Itupiranga

“Forma Pará” recepciona calouros de Jacundá e Itupiranga

“O Forma Pará, antes de qualquer coisa, é um programa que cuida de pessoas. E vocês também serão profissionais que…
Família de adolescente morto por “Trem da Alegria” não recebeu apoio financeiro da empresa

Família de adolescente morto por “Trem da Alegria” não recebeu apoio financeiro da empresa

A família do adolescente Marcos Henrique dos Santos, de 14 anos, que foi morto na noite desta quinta-feira (16), no…