Foto: Josseli Carvalho
Ads

Um homem identificado até o momento como Willian Silva, de 22 anos, foi baleado nesta manhã, sexta-feira (2), na Residencial Itacaiunas, no Bairro Francisco Coelho, o Cabelo Seco, em Marabá.

Ads

Ele atuava na limpeza urbana municipal em decorrência de um convênio entre a Prefeitura de Marabá e a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe) para que internos do Centro de Recuperação Agrícola Mariano Antunes (Crama), em regime semiaberto, trabalhem em troca de um salário mínimo e remissão de pena.

Conforme apurou o Portal Correio de Carajás dois homens se aproximaram em uma motocicleta, enquanto Willian trabalhava, e dispararam seis vezes contra ele. Por sorte, apenas um tiro atingiu o braço esquerdo da vítima, que foi socorrida e está fora de risco no Hospital Municipal de Marabá (HMM).

O caso deverá ser investigado como tentativa de homicídio pelo Departamento de Homicídios da Polícia Civil. A Reportagem solicitou à assessoria de comunicação da Susipe informações sobre a situação processual do interno e sobre o esquema de segurança utilizado para que participantes do convênio atuem fora dos presídios, ainda aguarda a resposta.

Conforme o convênio assinado entre PMM e Susipe, os detentos trabalham seis horas diárias de segunda a sexta-feira. A cada três dias trabalhados é descontado um da pena e todos os detentos recebem um salário mínimo pago pela prefeitura à Susipe. Um terço deste valor é colocado em uma poupança para ser paga ao final da pena. Mais informações ao longo do dia. (Luciana Marschall – com informações de Josseli Carvalho)

 

Ads