Correio de Carajás

Influenciadores digitais abraçam campanha do MP de combate à violência contra a mulher

Algumas das influenciadoras digitais convidadas pelo MP e que aceitaram o desafio de alertar sobre violência contra a mulher
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O primeiro passo para quebrar o ciclo de violência é pedir ajuda. Para isso é preciso existir uma forma eficaz de informação, como: onde denunciar, como funciona a rede de atendimento e apoio e, onde procurar orientação. Diante disso, o Ministério Público do Pará (MPPA), por meio das promotoras Alexssandra Muniz Mardegan e Paula Gama, titulares da Promotoria da Infância e Juventude e Promotoria de Violência Doméstica, respectivamente, convidou alguns influenciadores digitais do município de Marabá para que pudessem auxiliar na disseminação e divulgação da Campanha #ContaComigo.

“O intuito é que esses influenciadores abracem a causa e possam nos ajudar, através do alcance e da relevância que eles têm, para que suas seguidoras comecem a perceber os tipos de violência que elas podem estar sofrendo. Principalmente a violência no namoro, já que essa é uma situação pouco mensurada enquanto tipo de agressão, porque muitas vezes, ela não é percebida nem pelo agressor nem pela vítima”, explica Alexssandra.

De acordo com a promotora, é preciso alertar as mulheres, principalmente as mais jovens, sobre a romantização do abuso, que faz com que a grande maioria não consiga identificar de imediato que estão sofrendo violência.

Leia mais:

Especialistas alertam que um relacionamento abusivo é geralmente caracterizado pelo excesso, pelo desejo de controlar a parceira e tê-la para si, porém, acaba sendo sutil e, geralmente, a vítima tende a justificar o comportamento do parceiro com frases que todos nós já ouvimos ou falamos, como “ah ele tem ciúme porque me ama” ou “ele só está cuidando de mim”.

Promotoras explicaram a relevância dos influenciadores e da campanha #Conta Comigo, do MP de Marabá

A promotora explica que quanto mais cedo esse processo de violência é identificado, mais cedo ela pode agir e menos prejuízos terá. “Isso é muito grave. A mulher entra em um relacionamento, projeta um futuro, a relação evolui, tem o casamento e os filhos e, o ciclo não é interrompido. É preciso identificarmos essas mulheres vítimas de violência o mais cedo possível”.

Paula Gama, promotora de Violência Doméstica, afirma que a Campanha #ContaComigo é mais um projeto do MP que tem o intuito de conscientizar sobre os tipos de violência e facilitar o acesso das mulheres aos canais de denúncia. “Precisamos que mais mulheres possam ter acesso a essas informações, então as influenciadoras vão discutir esse tema, para que se entenda que a violência não é somente a física e que existe uma rede de apoio para auxiliar essa mulher vítima de violência doméstica”.

Segundo informações do MPPA, com a pandemia e o isolamento dentro de casa, a maioria das mulheres está tendo que conviver com o agressor em tempo integral, o que fez com que muitas vítimas tivessem coragem de denunciar. O que era esporádico passou a ser corriqueiro. “Precisa dar voz, encorajar essas mulheres que muitas vezes não conseguem sair desse ciclo, por vários motivos, como dependência financeira ou dependência emocional”, afirma Alexssandra.

Com o papel fundamental na divulgação e encorajamento, a ideia é que as influenciadoras utilizem suas redes sociais, com postagens diárias, para divulgar os tipos de agressões existentes e os telefones que as vítimas podem pedir ajuda.

O início da campanha ocorreu nesta terça (2) e ao todo, sete influenciadores digitais estão dando voz a essa empreitada. Com a capacidade que a internet possui de alcançar diversos lares e classes sociais, serão feitas divulgações de vídeos e fotos, onde cerca de 300 mil pessoas serão alcançadas através das redes sociais das convidadas.

Angélika Freitas, diretora de Jornalismo da TV Correio, possui quase 30 mil seguidores em seu Instagram e foi uma das convidadas pelo órgão para dar voz à campanha. Ativa nas redes sociais, além de postar seu dia-a-dia com a família e no trabalho, ela cria conteúdos que aproximam seus seguidores, trazendo informações, principalmente para as mulheres, sobre empoderamento.

“É muito importante que a gente use a nossa influência para o comprometimento social. A informação é a nossa principal arma no combate da violência contra as mulheres. Então, é importante usar nossos canais com informações que contribuam para que essas mulheres se sintam fortalecidas, já que muitas nem sabem as violências que sofrem. E elas só irão ficar sabendo com o compartilhamento da informação”.

Você poderá conferir a Campanha #ContaComigo nos Instagrans:

Jéssica Cardoso (@jessicardoso95)

Mylla Torres (@myllatorres_makeup)

Fablina Paixão (@fablinapaixao)

Angélika Freitas (@angelikafsousza)

Gabriela Fidelis (@gabrielafidelis_)

Fábio (@chocolateexpresso)

Lorena Albuquerque (@loreenaalbuquerque)

DENUNCIE QUALQUER VIOLÊNCIA:

Disque Denúncia 181

Whatsapp: (91) 98115-9181

#ContaComigo

(Ana Mangas)

Comentários

Mais

Papa Francisco alerta para "retrocesso da democracia"

Papa Francisco alerta para "retrocesso da democracia"

O papa Francisco considerou hoje (4) que há “um retrocesso da democracia” na Europa e no resto do mundo, sobretudo…
É falso que a África do Sul tenha questionado a existência da variante Ômicron

É falso que a África do Sul tenha questionado a existência da variante Ômicron

Falso É falso que o governo da África do Sul tenha dito que a variante Ômicron não existe e que…
Neste sábado (04) chegam ao Pará mais 100.620 vacinas contra a Covid-19

Neste sábado (04) chegam ao Pará mais 100.620 vacinas contra a Covid-19

O Pará recebeu, na madrugada deste sábado (4), no Aeroporto Internacional de Belém, 100.620 doses da vacina Pfizer. Até o…
Anac: pesquisa sobre compra de passagens aéreas será encerrada amanhã

Anac: pesquisa sobre compra de passagens aéreas será encerrada amanhã

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) encerra amanhã (5) uma pesquisa sobre fatores e critérios utilizados por passageiros ao escolher uma…
MP recomenda que Prefeitura de Marabá reveja estratégias de combate ao coronavírus

MP recomenda que Prefeitura de Marabá reveja estratégias de combate ao coronavírus

Nesta sexta-feira (3), o Ministério Público do Estado do Pará recomendou que a Prefeitura Municipal de Marabá acompanhe e fiscalize…
Biquini Cavadão fala ao Correio de Carajás sobre Rock in Roça e volta aos palcos

Biquini Cavadão fala ao Correio de Carajás sobre Rock in Roça e volta aos palcos

Em 2020, a banda Biquini Cavadão completou 35 anos de história, que seriam comemorados com uma turnê especial da banda…