Correio de Carajás

Incêndio no Cidade Jardim mobiliza bombeiros civis, militares e até Exército

Soldados do Exército não mediram esforços para se empenhar na ação / Foto: Evangelista Rocha
Soldados do Exército não mediram esforços para se empenhar na ação / Foto: Evangelista Rocha
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Um novo incêndio foi registrado em Marabá, desta vez no Bairro Cidade Jardim, em frente à Quadra 58, se aproximando da floresta do 23° Batalhão Logístico de Selva, na tarde desta terça-feira (08). Moradores e uma equipe de Bombeiros Civis tentam apagar as chamas, que já se alastram desde um lixão informal localizado nos fundos do loteamento, próximo ao Rio Taurizinho.

O incêndio teria começado por volta de meio dia, segundo moradores / Foto: Evangelista Rocha

O Portal Correio esteve no local, que ardia com o calor das chamas e a cena era de desespero, onde moradores tentavam dar apoio aos bombeiros civis que apagavam o fogo. Soldados do Exército, sem camisa, jogavam baldes e mais baldes de água, além de utilizarem pulverizadores.

Bombeiros Civis utilizaram caminhão pipa da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) / Foto: Evangelista Rocha

Manoel Mamédio, de 62 anos, reside no Cidade Jardim e foi encontrado pela Reportagem junto com vizinhos ajudando a apagar o fogo. Ele informou que o incêndio começou por volta do meio dia. “Foi muito rápido, ninguém esperava que esse fogo fosse subir assim tão depressa. Juntou o calor de Marabá, que está demais, com o vento, aí acho que ele subiu de uma vez. Agora o que podemos fazer é ajudar enchendo baldes com água das nossas casas para tentar apagar”, relata Manoel.

Leia mais:
Morador do Cidade Jardim, Manoel Mamédio ajudou as equipes no combate / Foto: Evangelista Rocha

Por volta de 16 horas desta terça-feira, havia oito agentes dos bombeiros civis e 10 soldados do Exército atuando no combate ao incêndio. O bombeiro civil Neris, que está à frente da operação, informou que por volta das 14 horas recebeu o chamado do Exército sobre o fogo.

O fogo quase atingiu a floresta do 23º Batalhão / Foto: Evangelista Rocha

“Esse incêndio começou de forma criminosa, próximo a um lixão irregular abaixo de onde ficam as casas. Podemos perceber que ele veio diretamente da mata, e o vento o espalhou, acabando por pegar nos matos secos e se alastrar pelos terrenos”, explica o BC Neres.

BC Neres explica que o incêndio é criminoso / Foto: Evangelista Rocha

Quando a Reportagem do Portal Correio deixou o local, por volta das 16h30, duas viaturas do Corpo de Bombeiros Militar chegavam para fortalecer o combate ao incêndio. Na madrugada do último domingo (06) um incêndio também foi registrado próximo ao residencial Mirante do Vale, na saída para Itupiranga. (Zeus Bandeira e Evangelista Rocha)

Comentários

Mais

Dr. Naves retorna a Marabá e é recebido com festa por familiares e amigos

Dr. Naves retorna a Marabá e é recebido com festa por familiares e amigos

José Divino Naves, mais conhecido como Dr. Naves, desembarcou às 16h30 deste sábado (18) em Marabá, após passar 5 meses…
Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência

Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência

Passados 11 anos desde a realização do último censo nacional, o Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural, uma associação sem…
Anvisa aprova indicação de baricitinibe para covid-19

Anvisa aprova indicação de baricitinibe para covid-19

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou na noite desta sexta-feira que aprovou a indicação do medicamento baricitinibe para…
Pará registra 587.922 casos de Covid-19 e 16.578 mortes pela doença

Pará registra 587.922 casos de Covid-19 e 16.578 mortes pela doença

O Pará contabilizou mais 51 casos de Covid-19 e 4 mortes causadas pela doença. Segundo o boletim divulgado pela Secretaria…
“Forma Pará” recepciona calouros de Jacundá e Itupiranga

“Forma Pará” recepciona calouros de Jacundá e Itupiranga

“O Forma Pará, antes de qualquer coisa, é um programa que cuida de pessoas. E vocês também serão profissionais que…
Família de adolescente morto por “Trem da Alegria” não recebeu apoio financeiro da empresa

Família de adolescente morto por “Trem da Alegria” não recebeu apoio financeiro da empresa

A família do adolescente Marcos Henrique dos Santos, de 14 anos, que foi morto na noite desta quinta-feira (16), no…