Correio de Carajás

ICMBio avalia conquistas de simpósio que celebrou 30 anos de UCs do Mosaico Carajás

Seminário recebeu cerca de 600 pessoas e serviu de debate para conservação de unidades do Mosaico Carajás/ Fotos: Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Um simpósio sobre a gestão do conhecimento e a biodiversidade foi organizado para comemorar os 30 anos de unidades de conservação que formam o Mosaico de Carajás (Floresta Nacional (Flona) do Tapirapé-Aquiri, da Área de Proteção Ambiental (APA) do Igarapé Gelado e da Reserva Biológica (Rebio) Tapirapé).

O Simpósio de Gestão do Conhecimento e Biodiversidade da Floresta Nacional do Tapirapé-Aquiri foi realizado de 9 a 11 de maio, no Centro de Convenções Carajás em Marabá, com o objetivo de divulgar os projetos e parcerias para a gestão da biodiversidade. A iniciativa reuniu mais de 600 pessoas, que conheceram sobre as unidades do Mosaico de Carajás, além de participarem de minicursos e expedições.

O Simpósio foi essencial e estratégico para integrar os vários atores sociais envolvidos na gestão do Mosaico de Carajás. Segundo o chefe da unidade da Flona de Tapirapé-Aquiri, André Macedo, esta foi uma importante agenda socioambiental na construção e na consolidação de arranjos de parceiros que demonstram o quanto é fundamental manter diálogos com os diversos segmentos da sociedade civil, em uma proposta de desenvolvimento e gestão territorial, pautado na produção do conhecimento.

Leia mais:
Diversidade de exposições durante o evento mostrou o que é produzido dentro das UCs

O evento foi realizado pela Flona do Tapirapé-Aquiri, com suporte amplo da equipe de apoio aos projetos Fundação de Tecnologia Florestal e Geoprocessamento – Funtec, contando com apoio da Vale/Salobo Metais, Programa Áreas Protegidas da Amazônia – ARPA, prefeituras municipais de Marabá e Parauapebas, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA) e da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA).

Para o chefe do Núcleo de Gestão Integrada do ICMBio Carajás, a primeira edição do Simpósio possibilitou a mobilização de todos os atores envolvidos com a conservação da biodiversidade no território de Carajás para um profundo intercâmbio de ideias e saberes, promovendo o fortalecimento dos vínculos institucionais e da sensação de pertencimento e engajamento nos esforços de conservação. (Divulgação)

Mais

Companhia de Trânsito de Tucuruí destrói mais de 100 kadrons

Companhia de Trânsito de Tucuruí destrói mais de 100 kadrons

Como parte da programação do Maio Amarelo, mês dedicado à segurança no trânsito, a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano…
É falso tuíte afirmando que Pazuello viajou para os EUA com passaporte diplomático

É falso tuíte afirmando que Pazuello viajou para os EUA com passaporte diplomático

Falso É falso o tuíte que afirma que o general Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde, tenha recebido um passaporte diplomático…
EUA autorizam vacina da Pfizer para faixa etária de 12 a 15 anos

EUA autorizam vacina da Pfizer para faixa etária de 12 a 15 anos

A Agência de Alimentos e Medicamentos (FDA) dos Estados Unidos autorizou a vacina contra covid-19 da Pfizer e da parceira…
Quase 9% das mulheres sofreram alguma violência sexual, diz IBGE

Quase 9% das mulheres sofreram alguma violência sexual, diz IBGE

Pelo menos 8,9% das mulheres brasileiras já sofreram algum tipo de violência sexual na vida, segundo dados da Pesquisa Nacional da Saúde…
Pagamentos com cartões crescem 17% no primeiro trimestre

Pagamentos com cartões crescem 17% no primeiro trimestre

As transações por cartões (crédito e débito) registraram um aumento de 17,3% nos valores movimentados no primeiro trimestre deste ano…
Cadáveres não foram violados no Cemitério da Saudade, em Marabá

Cadáveres não foram violados no Cemitério da Saudade, em Marabá

Circulou nas redes sociais na manhã desta terça-feira (11) a foto de um caixão aberto, que possivelmente seria no Cemitério…