Correio de Carajás

Homicida é preso após 8 anos

Foto: Ilustração
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Arthur Junior Saldanha Frazão, conhecido como Boca, foi transferido para o Centro de Triagem Masculino de Marabá (CTMM), nesta segunda-feira (10), após a Polícia Civil ter cumprido dois mandados de prisão contra ele, na tarde de domingo (9). A prisão ocorreu em uma residência no Conjunto Itacaiunas.

Os dois mandados foram expedidos pela 3ª Vara Criminal de Marabá – que trata de crimes de homicídio, tentativa de homicídio e violência doméstica. Conforme o delegado Vinicius Cardoso das Neves, diretor da 21ª Seccional Urbana de Polícia Civil, Arthur não se manifestou sobre as acusações e não forneceu qualquer detalhe sobre os dois processos que responde.

“A Polícia Civil estava há tempos colhendo elementos do paradeiro de um homicida procurado há anos. Após o levantamento de informações, ele foi capturado”, comentou o delegado, acrescentando que os mandados foram cumpridos no âmbito da Operação Araneo, que desde maio realiza ações no objetivo de cumprir mandados de prisão em aberto, capturando pessoas foragidas da Justiça.

Leia mais:

Os dois mandados foram expedidos em 2014 e 2015, respectivamente, oriundos de processos iniciados no ano de 2012. Conforme pesquisa do Jornal Correio, uma das ações corre em sigilo, portanto não há como saber qual a acusação.

O outro processo é oriundo de uma investigação da Delegacia Especializada em Conflitos Agrários para apurar crimes de homicídio, ameaça, dano, quadrilha ou bando, crimes do Sistema Nacional de Armas, crimes Agrários e tentativa de homicídio. Além de Arthur, outro homem responde, Raimundo Matias dos Santos, também com mandado de prisão expedido pela justiça.

O processo encontra-se suspenso atualmente, em razão da fuga dos dois acusados. Duas pessoas figuram como vítimas, mas não há detalhes sobre os crimes investigados acessíveis por meio da consulta pública disponibilizada no portal do Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJPA). A Reportagem não teve acesso ao preso para tentar ouvi-lo.

SAIBA MAIS

Além desses dois mandados de prisão, outro foi cumprido também pela Polícia Civil no sábado (8). Na véspera do Dia dos Pais, um homem procurou a Delegacia da Polícia Civil para ter acesso a um serviço, mas quando o nome dele foi lançado no sistema o atendente descobriu um mandado de prisão civil em aberto. Ele acabou detido por não pagar a pensão alimentícia. (Luciana Marschall)

Mais

Acusado de homicídio e mais um são baleados em Parauapebas

Acusado de homicídio e mais um são baleados em Parauapebas

Ronaldo Oliveira Melo, conhecido como De Menor, e Antônio Carvalho de Souza estão internados no Hospital Municipal de Parauapebas após…
Em Eldorado, homem morre com golpes de faca no pescoço

Em Eldorado, homem morre com golpes de faca no pescoço

Um homem foi morto na Rua 2, no centro de Eldorado do Carajás, na noite deste sábado (8). Lucas da…
Foi buscar mulher na festa e acabou assassinado

Foi buscar mulher na festa e acabou assassinado

Morreu aos 19 anos de idade o jovem Weliton de Lima Souza. A Polícia Civil de Goianésia do Pará identificou…
Polícia do MA pega suspeito de homicídio em Rondon

Polícia do MA pega suspeito de homicídio em Rondon

Durante toda esta sexta-feira (7), o delegado Thiago Santos, de Rondon do Pará, esteve apurando uma situação que ocorreu em…
Homem é preso vendendo baterias de R$ 16 mil por R$ 700

Homem é preso vendendo baterias de R$ 16 mil por R$ 700

Um homem foi preso na noite de sexta-feira (7) ao ser flagrado negociando três baterias furtadas na mineradora Vale. A…
Homem é esfaqueado em via pública no Vale do Itacaiunas

Homem é esfaqueado em via pública no Vale do Itacaiunas

O pedreiro Gerson da Silva Santos, 29 anos, foi morto com seis perfurações de arma branca, sendo cinco na região…