Correio de Carajás

Homem é assassinado na prainha

Oséas foi morto com um tiro ou uma pancada na cabeça. Só o IML deve dizer o que foi que o matou/ Foto: Josseli Carvalho
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Na manhã desta segunda-feira (20), a paisagem na prainha do São Félix ficou diferente. Além da calmaria das águas e os poucos banhistas debaixo da sombra das barracas, havia o corpo de um homem assassinado com um tiro (ou uma pancada) na cabeça. Logo cedo ambulância do Corpo de Bombeiros e carro-tumba do Instituto Médico Legal (IML) estacionaram na rampa do São Félix, para que os profissionais pudessem atravessar até a praia, periciar o local do crime e remover o cadáver de Oséas do Espírito Santo Maia, de 26 anos.

Este pode ser um homicídio difícil de elucidar, pois nem mesmo os amigos de bebedeira que estavam acampados junto com a vítima sabem dizer o motivo do crime e tampouco ouviram o disparo fatal, embora tenham dividido a mesma tenda com a vítima durante a madrugada em que alguém foi lá e cometeu o crime.

A reportagem do Jornal CORREIO foi até o local do assassinato e ouviu testemunhas que estavam com a vítima. Mas o crime é realmente um mistério. Uma das testemunhas é um adolescente de apenas 16 anos. Ele confirmou que estava acampado ali havia cerca de um mês junto com mais quatro homens e duas mulheres. Mas alega que a vítima só teria chegado ao acampamento na noite anterior.

Leia mais:

Disse também que Oséas já era conhecido deles, por isso ficou no local sem problemas. Mas alega que não ouviu falar se a vítima teve algum atrito com alguém ou coisa parecida no domingo ou mesmo nos últimos dias.

Por sua vez, o pescador Willas Pereira também confirmou que estava acampado ali e que Oséas chegara na noite de domingo pedindo para ficar bebendo com eles, no que todo concordaram e somente pela manhã foi que percebeu que o rapaz havia sido assassinado. “Eu vi a brecha na cabeça dele, aí chamei os meninos”, relata, acrescentando que ao perceberem que Oséas havia sido assassinado atravessaram para a rampa do São Félix e avisaram a polícia.

Quem apareceu por lá também foi a jovem Marília Priscila, que convivia com a vítima há cinco meses. Para a reportagem ela confirmou que Oséas estava desempregado e que saíra de casa, no São Félix Pioneiro, no domingo em direção à praia. Foi a última vez que ela o viu com vida.

A jovem viúva confirmou, ainda, que ele bebia muito e que já foi preso há algum tempo por furto de uma motocicleta. Todavia não disse se a morte teve relação com isso ou com algum outro possível delito praticado por Oséas.

A reportagem colheu informação de que um dia antes de morrer Oséas teria se envolvido em uma confusão lá mesmo no São Félix Pioneiro e bateu em uma mulher, por isso ele teria deixado o bairro e ido para a praia na tentativa de se esconder de uma possível vingança. Se foi isso que aconteceu, só as investigações do Departamento de Homicídios poderão dizer. (Chagas Filho com informações de Josseli Carvalho)

 

Mais

Corpo é encontrado degolado na beira do rio, na Folha 8

Corpo é encontrado degolado na beira do rio, na Folha 8

Foi identificado como Wallame Franco de Mesquita, de 30 anos, o corpo localizado na quarta-feira (12). por volta das 19h10,…
Foragido por homicídio no Tocantins é preso em Parauapebas

Foragido por homicídio no Tocantins é preso em Parauapebas

Eliwelton Carneiro da Silva foi preso na noite desta quinta-feira (13), no Bairro Cidade Jardim, em Parauapebas. Consta contra ele…
Briga de casal resulta em morte de homem na zona rural de Anapu

Briga de casal resulta em morte de homem na zona rural de Anapu

A Vila Acrolina, zona rural do município de Anapu, na região Sudoeste do Pará, registrou um crime de masculinicídio na…
Dupla furta peças de caminhão avaliadas em R$ 120 mil

Dupla furta peças de caminhão avaliadas em R$ 120 mil

Foram presos na manhã desta quinta-feira (13), em Parauapebas, Bismarck da Conceição Cristino e Leandro Santos Cabral pelo furto de…
Servidor é executado em caçamba da Prefeitura de Abel Figueiredo

Servidor é executado em caçamba da Prefeitura de Abel Figueiredo

A Polícia Civil investiga os motivos que levaram à execução do servidor da Prefeitura de Abel Figueiredo, Eduardo de Souza…
Foragido há 22 anos de Redenção é preso no Piauí

Foragido há 22 anos de Redenção é preso no Piauí

Foragido há 22 anos, o paraense José Luiz Maciel de Sousa, um dos presos da operação ‘Ação Integrada’, deflagrada nesta…