Correio de Carajás

Homem alega ter matado para defender criança de estupro

Foto: reprodução
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Adevaldo Lima Lisboa foi transferido para o Centro de Triagem Masculino de Marabá (CTMM) após ter sido autuado em flagrante por homicídio na noite de segunda-feira (15). A vítima foi José Pereira Araújo, que Adevaldo alega ter encontrado nu dentro da casa da namorada, onde a filha desta, de apenas quatro anos, dormia.

A Polícia Militar foi acionada por volta das 22 horas para atender a ocorrência na Rua São João, Bairro São Félix I. Lá encontrou a vítima, sem as calças, trajando apenas uma camiseta vermelha e com o pescoço cortado.

Assim que foi localizado Adevaldo confessou o crime e alegou ter matado o homem porque acreditava que este tentaria violentar a criança ou a mãe dela. O facão utilizado no crime não foi localizado, tendo sido arremessado em um matagal, conforme o acusado.

Leia mais:

A mãe da criança testemunhou a favor do namorado, com quem se relaciona há dois meses. Ela conta que ele chegou na casa dela por volta das 16 horas e ambos passaram a beber vinho juntos. Por volta das 19 horas, Adevaldo saiu de casa para comprar mais bebida.

Enquanto isso, a testemunha foi para o quarto com a filha, que tem necessidades especiais, e a colocou para dormir. Em seguida, diz ter ouvido um grito do namorado e ao se virar viu o homem sem roupas no quarto.

Conforme ela, o homem nu foi para cima de Adevaldo e desferiu um soco no rosto dele.  Ainda segundo o relato, Adevaldo então pegou um facão, que sempre fica ao lado da cama da mulher, e acertou vários golpes em José. A mulher diz não ter conseguido ver claramente em que parte do corpo a vítima foi atingida.

Ela então correu para o quintal, pedindo ajuda, mas Adevaldo saiu em seguida e informou que havia matado o homem. A testemunha garante que Adevaldo não conhecia José e que o namorado alegou desde o início ter golpeado o suposto invasor para defender a namorada e a criança.

OUTRA VERSÃO

No dia do crime outra versão dos fatos correu os grupos de WhatsApp após informações repassadas pela Polícia Militar de que uma festinha particular de Carnaval estaria ocorrendo na residência.

No local do homicídio, policiais teriam colhido a informação de que a vítima estaria na casa bebendo com o casal e que este havia sido visto saindo “de fininho” com uma mochila nas costas e um facão. Os vizinhos desconfiaram e foram até o imóvel, onde encontram José caído no chão e banhado em sangue. A vítima não foi reconhecida por nenhum morador local.

O casal foi localizado próximo do endereço, de onde foi encaminhado à 21ª Seccional Urbana de Polícia Civil, onde o caso foi registrado. “Foi feito o flagrante e a investigação irá apurar realmente as circunstâncias do crime”, comentou nesta quarta (17) o superintendente regional, delegado Thiago Carneiro.  (Luciana Marschall)

Comentários

Mais

Motorista bêbado quase atropela agentes do DMTU, se rebarba e vai preso

Motorista bêbado quase atropela agentes do DMTU, se rebarba e vai preso

De acordo com dados da Polícia Civil de Marabá, somente no domingo (20) quatro pessoas foram autuadas por dirigirem embriagadas…
Bandidos invadem casa e morador é esfaqueado no pescoço

Bandidos invadem casa e morador é esfaqueado no pescoço

Na noite da última sexta-feira, 18, dois homens invadiram uma casa do Residencial Morumbi, Núcleo Nova Marabá, em Marabá. Ao…
Tio ameaça sobrinha de morte e vai parar na delegacia

Tio ameaça sobrinha de morte e vai parar na delegacia

Por volta de 1 hora da manhã de sábado (19) a Polícia Militar de Marabá foi acionada para averiguar uma…
Acidente vitima fatalmente “Mudinho do Som Automotivo”

Acidente vitima fatalmente “Mudinho do Som Automotivo”

Em acidente registrado na noite deste domingo (20) morreu Antônio Ribeiro Santos, de 36 anos, mais conhecido como “Mudinho do…
Briga de bar deixa quatro esfaqueados pela mesma pessoa. Dois morreram

Briga de bar deixa quatro esfaqueados pela mesma pessoa. Dois morreram

A Polícia Civil tenta identificar o responsável por esfaquear quatro jovens, levando dois à morte, no início da madrugada de…
PC prende suspeito com 27 mil reais oriundos de sequestro e roubo no Banpará

PC prende suspeito com 27 mil reais oriundos de sequestro e roubo no Banpará

  Igor Silva Pereira, de 26 anos de idade, é apontado pela investigação da Polícia Civil como peça importante na…