Correio de Carajás

Hoje: Marabá tem atos de solidariedade à Unifesspa

Hoje: Marabá tem atos de solidariedade à Unifesspa
Comunidade acadêmica participa em peso do ato em defesa da universidade pública/ Fotos: Evangelista Rocha
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Na manhã de hoje (12), estudantes e servidores da Unifesspa, junto com representantes de outros segmentos da sociedade local iniciaram um grande dia de mobilização em defesa da universidade, que está com as atividades ameaçadas de paralisação a partir do mês que vem, devido ao bloqueio e corte de recursos por parte do governo federal.

A primeira ação aconteceu na Unidade III da Unifesspa, que fica na Cidade Jardim. A programação aconteceu no Saguão do Instituto de Estudos em Saúde e Biológicas (IESB), instalado Prédio Central da Unidade, que está em construção.

Coral da Universidade fez uma apresentação brilhante que emocionou a todos

O ato público tem a apresentação da situação orçamentária da Unifesspa e de intervenções artísticas-culturais, inclusive com uma brilhante apresentação do coral da UNifesspa.

Leia mais:

O professor Diego Macedo disse que é importante a participação de toda a comunidade neste momento, porque a UNifesspa foi criada para atender aos jovens desta comunidade, que agora poderão ter o sonho de ingressar no ensino superior destruído.

Professor Diego diz que a sociedade precisa abraçar a universidade

À tarde, a partir das 15h a programação será realizada no Tapiri da Unidade 2 (Folha 17, Nova Marabá); e à noite, às 19h, a concentração será no Tapiri da Unidade 1 (Folha 31, em frente à feira da Folha 28).

EM NÚMEROS

As medidas impostas pelo MEC resultaram no contingenciamento de 30,5% do orçamento de custeio da Unifesspa e de 53,38% do orçamento de capital/investimento da instituição. No total, foram bloqueados R$ 13.894.462,00.

Das 263 ações previstas no plano de gestão orçamentária da universidade, foram mantidas apenas 68, consideradas elementares para o funcionamento da instituição federal de ensino, como vigilância, limpeza e energia elétrica.

Com essa medida, a Unifesspa pôde manter-se funcionando até setembro. No entanto, o crédito ainda existente, de R$ 1.030.083,20, torna inviável a manutenção mesmo das despesas elementares da instituição a partir de outubro. (Chagas Filho)

Mais

Contas externas têm saldo negativo de US$ 3,970 bilhões em março

Contas externas têm saldo negativo de US$ 3,970 bilhões em março

As contas externas registraram saldo negativo de US$ 3,970 bilhões em março deste ano, de acordo com dados divulgados hoje (26) pelo…
Briga de vizinhos termina em morte na Folha 33

Briga de vizinhos termina em morte na Folha 33

Por volta das 5 horas da manhã deste domingo (18), Washington Santos Batista, 41 anos, recebeu golpes de arma branca…
Traficante passa na casa dos pais antes de ir preso

Traficante passa na casa dos pais antes de ir preso

Na noite desta quinta-feira (8), a Polícia Militar prendeu Wellington Silva Ribeiro por tráfico de drogas durante ronda no Bairro…
Banco Mundial destina U$ 2 bi para vacinas a países em desenvolvimento

Banco Mundial destina U$ 2 bi para vacinas a países em desenvolvimento

O Banco Mundial vai destinar 2 bilhões de dólares em financiamento para a compra, o desenvolvimento e a fabricação de…
Vereadores validam Parauapebas em consórcio por vacinas

Vereadores validam Parauapebas em consórcio por vacinas

Em Sessão Extraordinária realizada na manhã desta terça-feira (16) os vereadores de Parauapebas ratificaram o protocolo de intenções firmado pelo…
Corpo esfaqueado é encontrado em terreno baldio de Marabá

Corpo esfaqueado é encontrado em terreno baldio de Marabá

A Polícia Civil investiga o assassinato de Gelson Lopes da Conceição, de 25 anos, cujo corpo foi encontrado em um…