Correio de Carajás

Governo Federal já enviou 414 mil cestas de alimentos e 68 mil kits de higiene a indígenas

Com esses alimentos, o Governo Federal quer garantir a segurança alimentar dos indígenas e mantê-los nas aldeias - Foto: Funai
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Comunidades indígenas de todo o País já receberam 414 mil cestas de alimentos. Participam da força-tarefa 450 servidores das 39 Coordenações Regionais da Fundação Nacional do Índio (Funai). A ação também conta com a parceria do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e de doações voluntárias.

Com esses alimentos, o Governo Federal quer garantir a segurança alimentar dos indígenas e mantê-los nas aldeias, para evitarem o contato com pessoas infectadas pela Covid-19.

“A Funai tem dado toda a atenção e suporte aos indígenas para que eles possam passar por esse período da melhor forma possível. A entrega de alimentos aos indígenas durante a pandemia é uma ação fundamental para o combate ao coronavírus”, disse a coordenadora-Geral de Promoção dos Direitos Sociais da Funai, Iracema Gonçalves Alencar. “Ao entregar cestas básicas, a Funai colabora para que os indígenas permaneçam em suas comunidades e assim evitem o contato com o vírus”, completou.

Leia mais:

Além de distribuir cestas básicas, a Funai também atua em outras frentes para proteger a comunidade indígena neste momento. Desde março, suspendeu as autorizações para ingressos em terras indígenas e, atualmente, participa de 311 barreiras sanitárias para impedir a entrada de não índios nas comunidades.

Além disso, a Funai já entregou 68 mil kits de higiene e limpeza a indígenas, a fim de reforçar a adoção de medidas preventivas. A instituição promove ainda diversas ações de orientação e conscientização junto às comunidades sobre os protocolos de saúde. A fundação já investiu quase R$ 28 milhões no combate ao novo coronavírus.

Médio Xingu (PA)

Algumas das comunidades indígenas beneficiadas com as cestas de alimentos e os kits de higiene e limpeza distribuídos pela Funai estão no Médio Xingu, no Pará. Lá, estão sendo distribuídas 3,1 mil cestas básicas e 1,5 mil kits de higiene e limpeza para 1.586 famílias. A operação começou na última semana de agosto.

Gilson Curuaia, da etnia Curuaia, de Altamira (PA), que fica na região de Médio Xingu, destacou a importância dessa ação para proteger os indígenas neste momento de distanciamento social.

“As famílias precisam estar sempre em quarentena, se resguardando. E essa contribuição, essa ajuda da Funai, como de outros parceiros, governamental e não governamental, se dá necessária e fundamental para que a gente possa estar se cuidando”, disse a liderança indígena.

Funai abre edital para comprar alimentos

A Fundação Nacional do Índio abriu chamada pública para comprar, de agricultores familiares, 22,7 toneladas de alimentos para atender famílias indígenas do Mato Grosso em situação de vulnerabilidade social. Produtores familiares interessados em participar do processo devem encaminhar as propostas até o dia 11 de setembro.

Para mais informações, é só ligar para os telefones (65) 3644-1850/1410 ou enviar um email para [email protected].

Desde o início do isolamento social, a Funai já distribuiu, no Mato Grosso, cerca de 31,2 mil cestas básicas para comunidades indígenas, beneficiando 10,2 mil famílias indígenas. (Fonte:Gov.br)

Comentários

Mais

Publicado decreto que aumenta IOF para custear Auxílio Brasil

Publicado decreto que aumenta IOF para custear Auxílio Brasil

O Diário Oficial da União (DOU) publicou hoje (17) um decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro com as novas alíquotas do Imposto sobre Operações…
Ministro aponta erros de estados e diz que limitou vacinação de adolescentes por cautela

Ministro aponta erros de estados e diz que limitou vacinação de adolescentes por cautela

O ministro Marcelo Queiroga disse nesta quinta-feira (16) que a decisão de restringir a vacinação de adolescentes apenas aos grupos prioritários (deficiência…
Ministério estuda aproveitar créditos de cursos profissionalizantes

Ministério estuda aproveitar créditos de cursos profissionalizantes

O Ministério da Educação estuda permitir que estudantes formados em cursos técnico-profissionalizantes aproveitem os créditos acadêmicos caso decidam continuar os…
Ministério mantém previsão de crescimento da economia em 5,3% este ano

Ministério mantém previsão de crescimento da economia em 5,3% este ano

A Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia manteve a projeção para o crescimento da economia este ano…
Caçula põe irmão mais velho em enrascada

Caçula põe irmão mais velho em enrascada

Um curioso caso de receptação (adquirir mercadoria proveniente de roubo ou furto) foi registrado na Vila Carimã, zona rural de…
Transporte público volta a ser criticado na Câmara de Marabá

Transporte público volta a ser criticado na Câmara de Marabá

Serviço que afeta grande parte da população, o transporte público de Marabá está sempre em pauta nas discussões políticas da…