Correio de Carajás

Fuga de energia pode dobrar o valor da conta de luz

Novos hábitos, acumulados em períodos de isolamento social, também propiciam o fenômeno / Foto: Ascom Equatorial)
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Neste início de ano, no qual algumas regiões do Estado passaram por medidas mais restritivas em relação ao isolamento social, por conta da pandemia, as pessoas também precisaram ficar em alerta para o consumo de energia.

Além de fiscalizar hábitos que provocam desperdícios também é necessário ficar atento para o fenômeno chamado fuga de energia, que tem a ver diretamente com as condições das instalações elétricas internas dos imóveis.

A fuga de energia é geralmente causada por emendas de fios desencapados, mal dimensionados e com isolação desgastada pelo tempo ou ainda por eletrodomésticos defeituosos dentro de imóveis.

Leia mais:

Esses fatores podem ser grandes vilões da conta de luz ao fim do mês. De acordo com um estudo feito pela Equatorial Pará, esse tipo de anomalia pode até dobrar o consumo de energia elétrica se não identificado a tempo.

Fazendo uma comparação, a fuga de energia acontece semelhante à um vazamento constante de água na tubulação. Por exemplo, um imóvel com instalação elétrica de 220 volts e com uma fuga mínima de corrente durante 24h por dia, equivale a um aparelho elétrico ligado o dia todo, gerando desperdícios e aumento na conta em até 50%.

Outro caso mais recorrente é o uso de geladeiras em mau estado de conservação, sem a devida vedação, que pode aumentar o consumo do refrigerador em até sete vezes.

O gerente de Serviços Técnicos e Comerciais da Equatorial Pará, Pabllo Barbosa, explica como identificar o problema. “É necessário chamar um eletricista para fazer os testes que podem identificar possíveis problemas, como por exemplo, desligar todos os eletrodomésticos e verificar se o medidor continua registrando consumo, outro ponto a ser verificado é se existem equipamentos com consumo acima do normal. Em caso positivo, após esse procedimento é necessária uma avaliação para identificar o ponto da fuga de energia ou vazamento de corrente”, diz Pabllo.

O cliente deve estar ciente de que as instalações elétricas internas do imóvel não são de responsabilidade da Equatorial. Por isso, a distribuidora orienta chamar um profissional eletricista habilitado para fazer a vistoria e revisão nas instalações elétricas a cada 10 anos, no máximo.

NOVOS HÁBITOS NA PANDEMIA

Desde o ano passado, em períodos de isolamento, as pessoas tiveram a necessidade de adaptar ambientes domésticos para trabalhos remotos e aulas On-line, com a instalação de novas tomadas, fiações elétricas, extensores, dentre outros e se essas adaptações forem feitas de maneira incorreta, poderão causar elevados prejuízos financeiros. Instalações elétricas inadequadas, excesso de equipamentos plugados em uma mesma tomada e gambiarras com emendas malfeitas, além de falta de manutenção de fiação antiga, podem causar a desperdício de energia elétrica. (Ascom Equatorial Pará)

Comentários

Mais

"Não é sobre partidos", afirma Ivete Sangalo sobre 500 mil mortes; veja outras reações

"Não é sobre partidos", afirma Ivete Sangalo sobre 500 mil mortes; veja outras reações

O Brasil ultrapassou o número de 500 mil mortes por Covid-19 e a cantora Ivete Sangalo compartilhou uma postagem no Instagram lamentado…
Vacina contra covid não tem efeito magnético

Vacina contra covid não tem efeito magnético

INVESTIGADO POR:  VERIFICADO POR: É falso que a vacina contra a covid-19 deixe a pele “magnética”. Ao contrário do que…
Unidades judiciais de Carajás e do Araguaia têm nova etapa de retorno gradual

Unidades judiciais de Carajás e do Araguaia têm nova etapa de retorno gradual

A presidência do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA) estabelece que as unidades administrativas e judiciárias integrantes da Regiões do…
Produção de abacaxi e mandioca se destaca na Região do PA Lajedo

Produção de abacaxi e mandioca se destaca na Região do PA Lajedo

Da casa do agricultor Jedeon Miranda de Andrade, 33 anos, à produção de abacaxi, percorremos quase dois quilômetros, passando primeiro…
Moradores próximos ao Ramal S11D protestam em ferrovia

Moradores próximos ao Ramal S11D protestam em ferrovia

Em manifestação pacífica ocorrida neste domingo (20), no quilômetro 18 da Estrada de Ferro Carajás, em trecho do Ramal S11D,…
Conta de luz deve continuar subindo e risco de racionamento é alto

Conta de luz deve continuar subindo e risco de racionamento é alto

O Brasil é um país com enormes possibilidades energéticas, mas ainda está refém das chuvas e das usinas termoelétricas, que…