Correio de Carajás

Família quer investigação sobre morte no Rio Parauapebas

Evaristo chegou em Parauapebas na quinta, e foi encontrado morto no domingo/ Foto: reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Evaristo Almeida, de 45 anos, será enterrado nesta sexta-feira (22). O corpo dele foi encontrado boiando no Rio Parauapebas, no domingo (17). O laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou como desconhecida a causa da morte.

Evaristo morava no município de Bequimão, no estado do Maranhão, teria chegado em Parauapebas na quinta-feira (14) e desaparecido no dia seguinte, na sexta-feira (15), e encontrado no último domingo. A informação foi repassada nesta manhã ao Correio de Carajás, a irmã da vítima, Anne Celsa Almeida Ferreira, residente em São Luís, no Maranhão.

Para ela, a morte do irmão segue um mistério. “Meu irmão não merecia morrer daquele jeito. A família tem o direito de saber o que realmente aconteceu”, pede a irmã, detalhando que Evaristo veio a Parauapebas para trabalhar na terra de um homem que foi buscá-lo na cidade que vivia. “Ele não avisou do desaparecimento do meu irmão, mandou uma mensagem para uma prima só no domingo, às 23h, avisando que tinham encontrado ele morto”, disse ela.

Leia mais:

Segundo Anne, o fazendeiro teria dito à prima que Evaristo teria saído para a feira comprar um camarão e não teria voltado mais. Uma outra versão dá conta que Evaristo teria ido à feira com outra pessoa e teriam se desencontrado. As versões não convencem a irmã, uma vez que ela questiona como alguém deixaria uma pessoa só em uma cidade desconhecida.

A família está revoltada, pois, de acordo com Anne, eles estavam esperando o corpo do irmão para ser enterrado no Maranhão, e que seria enviado com as despesas pagas pelo fazendeiro que contratou Evaristo.

Uma informação repassada a ela é que este senhor teria desistido de pagar R$5.800 à funerária pelo translado e teria pago R$ 2mil para que fosse enterrado em Parauapebas. O enterro será através de procuração assinada pela família. A irmã garante que ele não tinha problemas psicológicos e desconhece que teria inimigos.

Os parentes do rapaz registraram um Boletim de Ocorrência (B.O.) na cidade em que moram, narrando o acontecido e esperam uma resposta.

Entenda

O corpo de Evaristo, naquela data ainda não identificado, foi encontrado boiando no Rio Parauapebas, aproximadamente às 15 horas do domingo (17), no Bairro Água Fria.

Alguns moradores avistaram o cadáver e acionaram a polícia que, por sua vez, informou a ocorrência ao Corpo de Bombeiros, que enviou uma equipe ao local para retirá-lo da água.

No corpo da vítima não havia perfurações visíveis, sendo observado que faltavam dois dedos de uma mão, mas que a perda não estaria relacionada a um evento recente. Também foi constatado que o cadáver passou dois dias no rio. (Theíza Cristhine e Ronaldo Modesto)

Comentários

Mais

Dona de casa é atropelada em bicicleta e morre em Tailândia

Dona de casa é atropelada em bicicleta e morre em Tailândia

A Polícia Civil de Tailândia investiga um acidente de trânsito que resultou na morte da dona de casa Maria Ramos.…
Um morto e um ferido no Vale do Sol

Um morto e um ferido no Vale do Sol

Dois homens foram vitimados, e um deles não resistiu aos tiros e morreu. Os acusados são dois homens que estavam…
Acidente deixa motociclista morto e carona ferido

Acidente deixa motociclista morto e carona ferido

Um acidente envolvendo um caminhão e uma moto vitimou Jefferson Azevedo, de 32 anos, na madrugada desta quarta-feira (22) na…
Chacina de Parauapebas: preso chegará ao município nesta quarta

Chacina de Parauapebas: preso chegará ao município nesta quarta

Deve chegar ao município de Parauapebas nesta quarta-feira (22) Marcone de Jesus da Silva, suspeito de envolvimento na chacina que…
PRF apreende 32,9m³ de madeira transportada ilegalmente

PRF apreende 32,9m³ de madeira transportada ilegalmente

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu um caminhão no Km 906 da BR-230 que transportava oito toras com cerca de 32,9…
Marido denuncia a companheira por arma escondida em colchão

Marido denuncia a companheira por arma escondida em colchão

Uma arma de uso exclusivo da Polícia Militar do Pará foi encontrada escondida num colchão. O caso ocorreu nesta terça-feira,…