Correio de Carajás

Exposição fotográfica exalta cultura africana com modelos marabaenses

Projeto de exposição fotográfica foi contemplado pela Lei Aldir Blanc recentemente / Fotos: Evangelista Rocha
Projeto de exposição fotográfica foi contemplado pela Lei Aldir Blanc recentemente / Fotos: Evangelista Rocha
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A descendência afro-brasileira e a resistência dos negros estão representadas em um projeto fotográfico que invade o piso L3 do Shopping Pátio Marabá. Trata-se da exposição fotográfica “África Dentro de Nós”, dirigida pelo coreógrafo Flávio Fernandes, com fotografia de Magno Barros e figurino de Gilson Vasconcelos. A exposição conta com 20 fotos e ficará durante todo o mês de fevereiro à disposição para apreciação dos visitantes.

O projeto é contemplado pela Lei Aldir Blanc, mas começou a ser planejado desde o início de 2020, quando o novo coronavírus chegou ao município e Flávio precisou pensar em uma forma de mostrar a arte sem a necessidade de as pessoas estarem presentes para contemplar.

“Foi quando pensei em uma exposição fotográfica e nasceu o ‘África Dentro de Nós’. O contexto do momento era de grande repercussão das mortes de pessoas negras, o que nos sensibilizou a registrar essa busca dos negros pelo seu espaço, resgatando as raízes africanas”, explica Flávio.

Leia mais:
Flávio explica que o projeto foi idealizado no início da pandemia, porém, com a verba pôde ser executado

Tendo decidido executar o projeto, o coreógrafo e sua equipe começaram alguns levantamentos sobre custos, figurinos, maquiagens e possíveis locais para o ensaio fotográfico. Após a publicação dos editais da Lei Aldir Blanc, foi possível custear a exposição, principalmente com recursos para impressão das fotos e demais logísticas de produção.

A ideia de Flávio é, assim que terminar o prazo de exposição no shopping, levar o projeto para escolas e espaços públicos, como praças.

Nas fotografias, são retratados quatro modelos, incluindo o próprio coreógrafo, dois bailarinos de seu estúdio de dança e a professora Iara Lopes, que também carrega o título de Rainha Junina do Brasil 2018. O ensaio foi feito na Olaria Fernandes, localizada na Folha 35.

“Agradeço imensamente ao nosso figurinista, Gilson, que pensou e pesquisou sobre a cultura africana e a sua história, para se inspirar na criação dos figurinos, além do nosso fotógrafo, Magno Barros, que usou técnicas fantásticas para deixar as imagens belíssimas”, elogia Flávio. (Zeus Bandeira)

Comentários

Mais

Venezuelanos acampados em praça recebem ‘ultimato’

Venezuelanos acampados em praça recebem ‘ultimato’

A administração pública de Parauapebas trabalha para resolver a situação dos indígenas venezuelanos da etnia Warao, que estão acampados há…
Tião Miranda pede que Bolsonaro ajude a duplicar 3 rodovias em Marabá

Tião Miranda pede que Bolsonaro ajude a duplicar 3 rodovias em Marabá

Logo após a execução do Hino Nacional, no Parque de Exposições, nesta sexta-feira, dia 18, o prefeito de Marabá, Tião…
Brasil aplica mais de 2,56 milhões de doses de vacina em 24 horas

Brasil aplica mais de 2,56 milhões de doses de vacina em 24 horas

O Brasil estabeleceu um novo recorde nesta quinta-feira (17) ao aplicar 2.561.553 doses de vacinas contra a covid-19 em 24…
Vereador de Marabá entrega título de Honra ao Mérito ao presidente Bolsonaro

Vereador de Marabá entrega título de Honra ao Mérito ao presidente Bolsonaro

Antes de iniciar seu discurso, o presidente Jair Bolsonaro convidou para o palco o vereador Fernando Henrique, de Marabá, e…
Em Marabá, Bolsonaro exalta “propriedade sagrada” e critica o MST

Em Marabá, Bolsonaro exalta “propriedade sagrada” e critica o MST

Festejado por apoiadores em Marabá, que estiveram aos milhares acompanhando seus passos desde o desembarque no aeroporto local, o presidente…
Parauapebas começa a vacinar pessoas sem comorbidades a partir de 50 anos

Parauapebas começa a vacinar pessoas sem comorbidades a partir de 50 anos

Neste sábado (19) todas as unidades de saúde das zonas urbana e rural de Parauapebas abrem das 9 às 17…