Correio de Carajás

Explode Coração papa tudo nos festejos e vai a Palmas

 

Serviço completo com barba, cabelo, bigode e até . A atuação da Quadrilha Explode Coração na grande final do 32º Festejo Junino na noite deste sábado, 1º de julho, numa arena lotada com cerca de 15 mil pessoas, segundo cálculos do Corpo de Bombeiros.

A grande final do Grupo A levou para a arena junina as quadrilhas Splendor Junino, Jevac, Sereia da Noite, Amor Perfeito, Explode Coração e Fogo no Rabo. Quem resolveu dar o ar da graça na programação foi a senhora chuva, isso mesmo. Ela caiu em alguns momentos e foi o cartão de visitas para a Explode Coração. Mas seu marcador, Bartira (Cláudio Roberto) a usou como mote para manter a galera sentada.

Leia mais:

A apresentação impecável com o tema “Mulheres de Chita, Fé e Amores” levou grande parte da plateia ao delírio e a fez esquecer da chuva. A Explode Coração foi a única finalista a receber nota máxima em todos os quesitos, conquistando o título de campeã. Os prêmios individuais também caíram no colo de seus integrantes. Leonnam Rodrigues e Kemelly Santana foram eleitos o melhor casal de noivos, Iara Lopes conquistou o de Rainha e Cláudio Roberto dividiu o prêmio de melhor marcador com Cleiton Souza, da Fogo no Rabo.

A segunda colocada foi a quadrilha Fogo no Rabo, do Cabelo Seco, enquanto Jevac, de Morada Nova, ficou com o terceiro lugar.

Anderson Souza, diretor de tema da quadrilha Explode Coração, disse que teve ideia do tema deste ano há dez meses e desde então começou a trabalhar de forma incessante para organizar cada detalhe. É dele também a musicalidade autoral que a Explode levou à arena, com três composições.

Funcionário da Sinobras, Anderson disse à Reportagem do Correio de Carajás, às 3 horas da madrugada deste domingo, que vai tomar apenas uma semana de folga e já começa a escrever a temática de 2018 para a Explode Coração. “Já tenho algumas ideias na cabeça e preciso organizar isso”, contou, às portas de entrar no ônibus que levaria seu grupo para casa em companhia dos membros da quadrilha.

A Explode Coração foi escolhida pelos jurados como representante do Pará em um Concurso Nacional no dia 23 deste mês de julho. Amor Caipira, de Jacundá, será a representante estadual em outro certame no Rio de Janeiro, no dia 29 de julho. A rainha da mesma Amor Caipira viaja para Fortaleza, dia 16, para uma disputa da categoria.

Já a Fogo no Rabo será a representante paraense em 2018, mas sem local e data definidos ainda. Ela terá um ano para se preparar.

Representante da AQUANTO (Associação de Quadrilhas e Núcleo de Toadas do Estado do Pará) Itamar Oliveira Tetê, classificou os festejos juninos de Marabá com de “grande magnitude” e se mostrou surpreendida com o grande público presente à arena. “Nem na Capital eu vejo uma quantidade tão grande de pessoas acompanhando os festejos juninos. Marabá abraçou a cultura popular e mostrou que tem potencial para torná-lo maior ainda. Aqui, todo mundo queria sair campeão. A disputa é muito acirrada”, reconheceu.

Claudio Roberto, líder da Explode Coração, extravasou após a última nota ser divulgada e, mesmo de cima do local de apuração, comemorou de forma coreográfica com seus quadrilheiros. Ele fez questão de elogiar todos os concorrentes, a quem denominou de “parceiros”. Ao receber o prêmio de melhor marcador, fez questão de levantar o troféu ao lado de Cleiton Souza, da Fogo no Rabo.

2018 será melhor

Em poucas palavras, o prefeito Tião Miranda elogiou a organização dos festejos, os quadrilheiros e prometeu que a programação de 2018 será melhor ainda. Em entrevista ao Portal, minutos depois, o gestor disse que pretende montar um calendário de atividades culturais para o próximo ano e que vai estudar, junto com o secretário de Cultura, José Scherer, a possibilidade de realizar o festival em um espaço mais amplo, considerando que o Largo da Santa Rosa está ficando pequeno para uma festividade tão grande. (Ulisses Pompeu)

 

 

Serviço completo com barba, cabelo, bigode e até . A atuação da Quadrilha Explode Coração na grande final do 32º Festejo Junino na noite deste sábado, 1º de julho, numa arena lotada com cerca de 15 mil pessoas, segundo cálculos do Corpo de Bombeiros.

A grande final do Grupo A levou para a arena junina as quadrilhas Splendor Junino, Jevac, Sereia da Noite, Amor Perfeito, Explode Coração e Fogo no Rabo. Quem resolveu dar o ar da graça na programação foi a senhora chuva, isso mesmo. Ela caiu em alguns momentos e foi o cartão de visitas para a Explode Coração. Mas seu marcador, Bartira (Cláudio Roberto) a usou como mote para manter a galera sentada.

A apresentação impecável com o tema “Mulheres de Chita, Fé e Amores” levou grande parte da plateia ao delírio e a fez esquecer da chuva. A Explode Coração foi a única finalista a receber nota máxima em todos os quesitos, conquistando o título de campeã. Os prêmios individuais também caíram no colo de seus integrantes. Leonnam Rodrigues e Kemelly Santana foram eleitos o melhor casal de noivos, Iara Lopes conquistou o de Rainha e Cláudio Roberto dividiu o prêmio de melhor marcador com Cleiton Souza, da Fogo no Rabo.

A segunda colocada foi a quadrilha Fogo no Rabo, do Cabelo Seco, enquanto Jevac, de Morada Nova, ficou com o terceiro lugar.

Anderson Souza, diretor de tema da quadrilha Explode Coração, disse que teve ideia do tema deste ano há dez meses e desde então começou a trabalhar de forma incessante para organizar cada detalhe. É dele também a musicalidade autoral que a Explode levou à arena, com três composições.

Funcionário da Sinobras, Anderson disse à Reportagem do Correio de Carajás, às 3 horas da madrugada deste domingo, que vai tomar apenas uma semana de folga e já começa a escrever a temática de 2018 para a Explode Coração. “Já tenho algumas ideias na cabeça e preciso organizar isso”, contou, às portas de entrar no ônibus que levaria seu grupo para casa em companhia dos membros da quadrilha.

A Explode Coração foi escolhida pelos jurados como representante do Pará em um Concurso Nacional no dia 23 deste mês de julho. Amor Caipira, de Jacundá, será a representante estadual em outro certame no Rio de Janeiro, no dia 29 de julho. A rainha da mesma Amor Caipira viaja para Fortaleza, dia 16, para uma disputa da categoria.

Já a Fogo no Rabo será a representante paraense em 2018, mas sem local e data definidos ainda. Ela terá um ano para se preparar.

Representante da AQUANTO (Associação de Quadrilhas e Núcleo de Toadas do Estado do Pará) Itamar Oliveira Tetê, classificou os festejos juninos de Marabá com de “grande magnitude” e se mostrou surpreendida com o grande público presente à arena. “Nem na Capital eu vejo uma quantidade tão grande de pessoas acompanhando os festejos juninos. Marabá abraçou a cultura popular e mostrou que tem potencial para torná-lo maior ainda. Aqui, todo mundo queria sair campeão. A disputa é muito acirrada”, reconheceu.

Claudio Roberto, líder da Explode Coração, extravasou após a última nota ser divulgada e, mesmo de cima do local de apuração, comemorou de forma coreográfica com seus quadrilheiros. Ele fez questão de elogiar todos os concorrentes, a quem denominou de “parceiros”. Ao receber o prêmio de melhor marcador, fez questão de levantar o troféu ao lado de Cleiton Souza, da Fogo no Rabo.

2018 será melhor

Em poucas palavras, o prefeito Tião Miranda elogiou a organização dos festejos, os quadrilheiros e prometeu que a programação de 2018 será melhor ainda. Em entrevista ao Portal, minutos depois, o gestor disse que pretende montar um calendário de atividades culturais para o próximo ano e que vai estudar, junto com o secretário de Cultura, José Scherer, a possibilidade de realizar o festival em um espaço mais amplo, considerando que o Largo da Santa Rosa está ficando pequeno para uma festividade tão grande. (Ulisses Pompeu)

 

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.