Com anúncio de campeã, galera da Explode explode de alegria na arena (com redundância da palavra mesmo). Foto: Breno Pompeu
Ads

A despedida da Quadrilha Explode Coração do Festejo Junino de Marabá foi anunciada antecipadamente e levou muita gente à arena e também a acompanhar a apresentação, na noite deste sábado, 29, por redes sociais da Prefeitura. A final foi uma das mais disputadas da história e a Explode sagrou-se campeã, mas não sem uma boa dose de polêmica, uma vez que, para muitas pessoas, a Sorriso do Sertão era a grande favorita e teria feito uma apresentação superior na grande final.

Ads

O grito de “roubado” foi ecoado por muitos dos que ficaram para o anúncio do resultado final da Categoria A. Claro, eram alguns membros e torcedores da Sorriso do Sertão, embora houvesse algumas pessoas que se diziam “neutras”.

A grande diferença foi uma nota dada por um jurado no quesito “empolgação”, em que a Sorriso ficou com 9,6 e a Fogo no Rabo 9,9. A Explode só não tirou 10 no quesito indumentária, que ficou com 9,9. Ao final, a nota da campeã foi 59,9 contra 59,5 da Fogo no Rabo, 59,30 da Sorriso do Sertão; 58,70 da Amor Perfeito; 57,80 da Fuá da Conceição; e 57,30 da Splendor Junino.

Foi com “magia” que o vestido da noiva da Explode, Kemilly Santana, mudou da cor branca para a vermelha, anunciando o tema da junina multicampeã. Foi um Déjà vu, só que real e ao vivo, numa referência às cenas marcantes de Lynda Carter no papel de Mulher Maravilha, seriado da década de 1970 (kkkk….o repórter está ficando velho). Se quiser, compare no link a seguir: https://www.youtube.com/watch?v=q-ZbFsXdDC8.

Casal de noivos da Explode Coração, a campeã

A apresentação, claro, foi marcada por muita harmonia, alegria e uma sintonia com seus espectadores, que estavam na plateia. Ao final da apresentação, o marcador Cláudio Roberto, disse que a Explode Coração saía de cena reverenciando o público que prestigia o festejo na arena em Marabá.

Iara Lopes, a Rainha do Festejo, disse que além dos ensaios da quadrilha, aos finais de semana, ela se impõe ensaios personalizados todos os dias e que isso requer muita dedicação. “Estamos saindo do Festejo de Marabá, mas temos certeza que deixamos um vasto legado para essa festa maravilhosa”, sustentou.

DE JEVAC A SORRISO DO SERTÃO

Para parte do público, a grande sensação do Festejo 2019 foi a Sorriso do Sertão, que anteriormente atendia pelo nome de JEVAC, ligada à Igreja Católica de Morada Nova. Ela era cortejada para ser campeã porque havia feito uma bela apresentação na eliminatória e ficou em primeiro lugar no geral para ir à final.

A Sorriso do Sertão tem apenas oito anos de fundação e aos poucos foi alcançando seu espaço no cenário local e também no estadual, alcançando até mesmo o título de vice-campeã paraense.

A apresentação da Sorriso do Sertão foi surpreendente na arena junina

Este ano, foi selecionada para representar Marabá no Festival Nordestino de Cultura Junina, em Floriano-PI. Este ano, levou o tema “Forró, Xote, Baião e o cheiro de Karolina cheirando no Salão”.

Aliás, a música da Sorriso do Sertão era um chiclete e fazia uma leve menção à canção “Carolina”, de Seu Jorge. Só que a da Quadrilha é Karolina com K, que fique bem marcado aqui.

A Fogo no Rabo, que também fez uma linda apresentação na arena e foi a grande campeã em 2018, este ano ficou em segundo lugar, para tristeza do grande público do Bairro Santa Rosa que foi à arena prestigiar sua junina do coração.

Fogo no Rabo fez bela apresentação e ficou em segundo lugar

Ao final do evento, o prefeito Tião Miranda esteve presente à abertura e encerramento do Festejo Junino e reconheceu o crescimento do evento a cada ano, e que ele merece mais investimento. Prometeu que, em 2020, vai ampliar as arquibancadas para que mais pessoas possam assistir ao evento, que congrega “do bebezinho ao idoso. É uma festa da família marabaense e está crescendo a cada ano”, disse o gestor.

Prefeito Tião Miranda com todos os campeões do Grupo A

O secretário municipal de Cultura, José Scherer, avaliou que havia cinco mil pessoas na arena junina e mais quatro mil na Praça de Alimentação, consagrando a grandiosidade do Festejo Junino em Marabá. “Tivemos aqui uma média de 80 mil pessoas durante a semana, um número impressionante. Foi bom para todos, inclusive para os ambulantes, que ganharam um dinheiro a mais durante esses dias”.

Sobre o resultado polêmico, Scherer disse que os jurados são de fora e não tinham nenhuma ligação com os grupos juninos de Marabá, o que dá o caráter de isenção ao julgamento.

O secretário disse que, embora haja muitos elogios ao evento, é preciso ouvir as críticas também e avaliar para tentar melhorar ainda mais para o próximo ano.

O leitor pode assistir à apresentação da Explode Coração e da Sorriso do Sertão no link abaixo e tirar suas próprias conclusões. A apresentação da Fogo no Rabo não está disponível no Youtube, infelizmente. https://www.youtube.com/watch?v=e_w6Eh0U0IE

Texto: Ulisses Pompeu

Fotos: Jordão Nunes

Ads