Correio de Carajás

Exército começa a reformar 10 escolas em Marabá

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) continua determinada a melhorar a estrutura das 230 escolas existentes na rede, sendo cerca de 100 na zona urbana e as demais no campo. Para isso, tem firmado parcerias com instituições e empresas, como Exército Brasileiro, Vale, Prosegur e Susipe, que estão atuando na reforma de escolas, além de utilizar recursos próprios do município com essa finalidade.

Diretora do Departamento de Infraestrutura das escolas, a professora Marilza Leite explica que a parceria com a 23ª Brigada de Infantaria de Selva foi mantida este ano e dez escolas foram “adotadas” pelas unidades militares de Marabá para reforma. Pelo menos duas delas já estão em obras e as demais receberão os serviços do EB nas próximas semanas.

No caso do Exército, serão reformadas as escolas São Francisco (Bairro Aeroporto), Elinda Simplício Costa (Laranjeiras), Rufina Nascimento (Marabá Pioneira), Rayara Carvalho da Costa (Bairro da Paz), e ainda os núcleos de Educação Infantil Liberdade (Bairro Liberdade), Eunice Raimunda Oliveira (Morada Nova), Alzira Boa Vista (Jardim União), Fernando Pessoa (Bairro Liberdade).

Leia mais:

Em parceria com a empresa de valores Prosegur, estão sendo reformadas escolas na zona rural, através do projeto Piecitos Colorados, da Fundación Prosegur, que tem como foco melhorar a educação e a qualidade de vida de crianças que vivem em regiões desfavorecidas. Em Marabá, cinco escolas da zona rural estão sendo contempladas neste primeiro momento. São elas: Raimundo Gomes e Pedro Marinho de Oliveira, na vila Brejo do Meio; Maria das Neves, na Santa Fé; Joel Pereira Cunha, no Geladinho; e Núcleo de Educação Infantil Antônio Ribeiro, também na Vila Santa Fé.

A Semed mantém parceria também com a Susipe (Superintendência do Sistema Penal) e apenados que estão no CRAMA (Centro de Recuperação Agrícola Mariano Antunes) atuarão na reforma das escolas Pedro Peres Fonteneles (Morada Nova); Adelaide Molinari, na Vila Sororó; e Julieta Gomes Leitão (São Félix).

Em parceria com a mineradora Vale está sendo reformada a escola Marechal Rondon, na Vila Itainópolis, que sofre influência direta da Estrada de Ferro Carajás.

Marilza Leite explica que há ainda uma lista de escolas que vão receber obras de reforma com recursos próprios do município ainda neste semestre. Estão na lista Francisco Coelho (Vila Matrinchã); Pequeno Príncipe (Nova Marabá); Ana Creuza da Silva (Independência); Odílio Maia (Nova Marabá); Paulo Umbelino (Morada Nova); Felipa Serrão Botelho (Nova Marabá); Martinho Mota da Silveira (Nova Marabá); Inácio de Souza Moita (Nova Marabá); Jarbas Passarinho (São Félix Pioneiro); São Félix, no bairro de mesmo nome; Maria Izabel Nascimento (Nova Marabá); Jônatas Pontes Athias (Nova Marabá); Fé em Deus (Morada Nova); Tancredo Neves II (Vila Sarandi) e Maria do Socorro Linhares.

A escola Cristo Rei (Jardim União) está em obras e até o final do ano estarão concluídas. As escolas Josineide da Silva Tavares, no bairro Liberdade, e Izaura Nocetti (Morada Nova) já estão concluídas e serão entregues à comunidade nos próximos dias. O mesmo deve acontecer com a Marechal Rondon, em Itainópolis.

Durante o período de férias escolares, a equipe de manutenção, composta por 12 servidores, fez reparos em dezenas de escolas municipais para resolver problemas emergenciais nos sistemas elétrico e hidráulico, por exemplo. (Ulisses Pompeu)

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) continua determinada a melhorar a estrutura das 230 escolas existentes na rede, sendo cerca de 100 na zona urbana e as demais no campo. Para isso, tem firmado parcerias com instituições e empresas, como Exército Brasileiro, Vale, Prosegur e Susipe, que estão atuando na reforma de escolas, além de utilizar recursos próprios do município com essa finalidade.

Diretora do Departamento de Infraestrutura das escolas, a professora Marilza Leite explica que a parceria com a 23ª Brigada de Infantaria de Selva foi mantida este ano e dez escolas foram “adotadas” pelas unidades militares de Marabá para reforma. Pelo menos duas delas já estão em obras e as demais receberão os serviços do EB nas próximas semanas.

No caso do Exército, serão reformadas as escolas São Francisco (Bairro Aeroporto), Elinda Simplício Costa (Laranjeiras), Rufina Nascimento (Marabá Pioneira), Rayara Carvalho da Costa (Bairro da Paz), e ainda os núcleos de Educação Infantil Liberdade (Bairro Liberdade), Eunice Raimunda Oliveira (Morada Nova), Alzira Boa Vista (Jardim União), Fernando Pessoa (Bairro Liberdade).

Em parceria com a empresa de valores Prosegur, estão sendo reformadas escolas na zona rural, através do projeto Piecitos Colorados, da Fundación Prosegur, que tem como foco melhorar a educação e a qualidade de vida de crianças que vivem em regiões desfavorecidas. Em Marabá, cinco escolas da zona rural estão sendo contempladas neste primeiro momento. São elas: Raimundo Gomes e Pedro Marinho de Oliveira, na vila Brejo do Meio; Maria das Neves, na Santa Fé; Joel Pereira Cunha, no Geladinho; e Núcleo de Educação Infantil Antônio Ribeiro, também na Vila Santa Fé.

A Semed mantém parceria também com a Susipe (Superintendência do Sistema Penal) e apenados que estão no CRAMA (Centro de Recuperação Agrícola Mariano Antunes) atuarão na reforma das escolas Pedro Peres Fonteneles (Morada Nova); Adelaide Molinari, na Vila Sororó; e Julieta Gomes Leitão (São Félix).

Em parceria com a mineradora Vale está sendo reformada a escola Marechal Rondon, na Vila Itainópolis, que sofre influência direta da Estrada de Ferro Carajás.

Marilza Leite explica que há ainda uma lista de escolas que vão receber obras de reforma com recursos próprios do município ainda neste semestre. Estão na lista Francisco Coelho (Vila Matrinchã); Pequeno Príncipe (Nova Marabá); Ana Creuza da Silva (Independência); Odílio Maia (Nova Marabá); Paulo Umbelino (Morada Nova); Felipa Serrão Botelho (Nova Marabá); Martinho Mota da Silveira (Nova Marabá); Inácio de Souza Moita (Nova Marabá); Jarbas Passarinho (São Félix Pioneiro); São Félix, no bairro de mesmo nome; Maria Izabel Nascimento (Nova Marabá); Jônatas Pontes Athias (Nova Marabá); Fé em Deus (Morada Nova); Tancredo Neves II (Vila Sarandi) e Maria do Socorro Linhares.

A escola Cristo Rei (Jardim União) está em obras e até o final do ano estarão concluídas. As escolas Josineide da Silva Tavares, no bairro Liberdade, e Izaura Nocetti (Morada Nova) já estão concluídas e serão entregues à comunidade nos próximos dias. O mesmo deve acontecer com a Marechal Rondon, em Itainópolis.

Durante o período de férias escolares, a equipe de manutenção, composta por 12 servidores, fez reparos em dezenas de escolas municipais para resolver problemas emergenciais nos sistemas elétrico e hidráulico, por exemplo. (Ulisses Pompeu)

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.