Paysandu anuncia venda antecipada de mais de 12 mil ingressos para decisão com o Náutico
Foto: Ag. Pará
Ads

Mais de 1.700 pessoas entre segurança pública e privada estarão envolvidas no esquema de segurança para o jogo que ocorre no próximo domingo (25), entre Clube do Remo e Paysandu Sport Clube, pelo Campeonato Brasileiro da Série C. Todo o trabalho operacional foi definido durante reunião, que ocorreu na manhã desta quinta-feira (22), no plenário da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup).

Ads

“Em conjunto com os órgãos que compõe o Sistema de Segurança Pública, Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (SEEL), Ministério Público, Federação Paraense de Futebol e os clubes, nós montamos, hoje, todo o esquema e o aparato de segurança que será colocado à disposição dos times e, principalmente, dos torcedores para o Re x Pa. Estamos trabalhando para proporcionar segurança desde a chegada ao estádio até a saída e deslocamento”, afirmou o secretário adjunto de operações da Segup, Rômulo Rodovalho.

A expectativa é de que aproximadamente 35 mil torcedores assistam à partida que será realizada no Estádio Estadual Jornalista Edgar Proença, Mangueirão, às 18h. Ao todo, 12.600 ingressos serão comercializados pelo time do Paysandu, que tem o mando de jogo, sendo 3.000 ingressos disponibilizados para o Sócio Bicolor e 500 gratuidades. Já o time do Remo vai comercializar 11.500 ingressos, sendo 4.000 destinados para a Nação Azul e 2.000 gratuidades.

No dia do jogo os torcedores do Paysandu deverão entrar pelo lado B do estádio e os do Remo pelo lado A. O público deve atentar para o portão indicado no bilhete, pois o acesso só será possível pelo portão indicado no ingresso. A atenção também deve ser redobrada no momento da compra do ticket de estacionamento, para identificar se corresponde com o portão de entrada do bilhete.

Para o presidente do Paysandu, Ricardo Paul, algumas medidas podem evitar o tumulto no momento de acessar o Estádio. “O conselho que sempre dou é que chegue cedo ao Mangueirão, com pelo menos uma hora de antecedência e que procure entrar logo no estádio, pois quando deixamos para entrar nos últimos cinco minutos para começar o jogo aí realmente gera um transtorno maior, com grandes filas”, ressaltou.

Outra medida adotada para coibir trânsito lento no entorno do estádio é a inversão de fluxo da Avenida Mangueirão. A partir das 15h, a via que é de mão dupla passará para mão única no sentido do Mangueirão, para quem vem pela Avenida Centenário. A partir das 19h o fluxo será invertido, passando a mão única para sentido da Av. Centenário, saindo do estádio.

De acordo com o vice-presidente do clube do remo, Claudio Jorge, as expectativas estão grandes para o clássico que irá decidir o acesso a Série B. “As perspectivas são as melhores possíveis. Esperamos que a decisão ocorra com coerência, respeito e segurança aos torcedores, que é o que nós precisamos e merecemos. Nossa torcida com toda a certeza vai ocupar o espaço que lhe é devido, assim como a do Paysandu, para que seja feito um bom jogo, com respeito ao adversário”, disse.

(Agência Pará)

Ads