Foto: Arquivo Correio

É grande a movimentação no Terminal Rodoviário Pedro Marinho de Oliveira, na Folha 32, em Marabá, em decorrência do Círio de Belém, que acontece neste final de semana. Empresas de ônibus estão lotando carros, inclusive veículos extras colocados à disposição do público que se desloca. As passagens custam a média de R$ 90.

FUTURO POSTAGEM
ALICERCE

De acordo com Daniel Marques, que trabalha em uma empresa que faz a linha Marabá/Belém, normalmente são apenas duas saídas diárias. Ontem, quarta-feira (10), esse número já havia subido para mais duas, todas lotados. A expectativa era aumentar mais duas linhas nesta quinta (11).

André Silva Martins, que trabalha em outra empresa que também tem duas linhas diárias, diz que já estão saindo oito ônibus diariamente. “A venda está boa para Belém, estão saindo carros lotados para lá, já colocamos horários extras, estamos com oito por dia por causa do Círio”, comenta, acrescentando que a venda também acontece de toda forma e vale até reservar passagem por WhatsApp.

Rafaela Oliveira de Lima mora em Marabá há 10 meses. Estudante da Universidade do Estado do Pará (Uepa), vai passar o Círio na casa do pai. “Estou indo devido o Círio. É uma comemoração religiosa muito importante para o Estado do Pará e também vai reunir toda minha família, tios meus que moram fora, vai ser uma celebração muito bonita”, diz.

De acordo com ela, é comum parentes se reunirem apenas no Círio e no Natal. “Eu sinto algo muito bom quando a gente se encontra, faz as orações, acompanha a festa, me sinto bem e mato a saudade, ainda como muito”, ri.

Maria Alice Fernandes e a mãe, Gilda Alves, moram em Marabá, mas também vão anualmente a Belém encontrar a familiar neste período. “A gente sempre compra passagem antecipada para não perder a vaga e garantir bons lugares. A programação é ir para a casa da vovó, onde vai reunir todo mundo, é o Natal paraense”, comenta Maria.

Maria Alice Fernandes e Gilda Rios

Gilda acrescenta que é a oportunidade de rever gente de quem se tem saudade. “É quando a família se junta para se ficar junta. Reúne tios, filhos, primos, amigos que vêm de fora passar o período em Belém. A expectativa é sempre que seja mais um período de fé e união”.

Maria José Andrade ressalta a importância do movimento religioso na vida dos paraenses. “Todos os anos viajou para Belém porque o Círio representa fé muito grande, mostra o quanto a religião católica tem adeptos e é uma época muito diferenciada. Fico sempre na casa da minha mãe, tem encontros de família, todo mundo que está no interior e nas redondezas vai para Belém. É uma grande confraternização”. (Luciana Marschall – com informações de Josseli Carvalho)

 

RADIO CORREIO HORIZONTAL
DEPNEUS
ROMANCE FAVORITA
FUTURO HORIZONTAL
TH SITES HORIZONTAL

DEIXAR COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.