Correio de Carajás

Eleições 2020: General Moretto comenta sobre atuação do Exército

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O trabalho de 2.200 militares neste domingo (15) está sendo acompanhado de um centro de operações montado no Comando da 23ª Brigada de Infantaria de Selva, em Marabá. Para falar sobre a importância desse trabalho nas Eleições de 2020, o general-de-brigada Giovani Moretto conversou com a equipe do CORREIO. A atuação do Exército é tanto no apoio logístico para transporte de pessoal da Justiça Eleitoral, quanto de urnas eletrônicas.

General Moretto em fala ao Correio na manhã deste domingo

“A nossa tropa que está em campo está totalmente preparada para todas as situações que ela venha a enfrentar. O nosso trabalho é garantir o livre exercício do voto e nós contribuímos com os órgãos governamentais para que as eleições sejam realizadas da melhor forma possível”, garantiu o comandante.

Leia mais:

O Exército Brasileiro tem as suas missões definidas no artigo 142 da Constituição Federal e na Lei Complementar N° 97, de 9 de junho de 1999, alterada pelas Leis Complementares N° 117, de 2 de setembro de 2004, e N° 136, de 25 de agosto de 2010. Dentre essas missões, incluem-se a Garantia da Votação e Apuração (GVA), executada a pedido da Justiça Eleitoral.

Uma central de controle foi montada no Comando da 23ª Brigada, onde um grupo de oficiais acompanha por computadores as informações que são repassadas pelas equipes em campo. Num mapa projetado na parede, a situação de cada uma dessas frentes. O EB utiliza o Sistema C2 em Combate para acompanhamento da tropa no terreno.

A brigada enviou militares para 30 municípios para onde o Tribunal Superior Eleitoral requisitou o apoio. Marabá, no entanto, ficou de fora desse reforço este ano.

As tropas estão atuando nos seguintes municípios:

– 51° Batalhão de Infantaria de Selva- Altamira, Vitória do Xingu, Brasil Novo, Senador José Porfirio, Almerim, Placas, Uruará, Anapú, Porto de Moz e Medicilândia;

– 52° Batalhão de Infantaria de Selva- Santana do Araguaia, São Felix do Xingu, Pau D’arco, Cumaru do Norte, Ourilandia do Norte e Tucumã;

– 53° Batalhão de Infantaria de Selva- Itaituba, Rurópolis e Jacareacanga; – 230 Batalhão Logístico de Selva- Paragominas, Rondon do Pará e Jacundá; – 23° Esquadrão de Cavalaria de Selva- Tucuruí e Goianésia do Pará. (Da Redação / Reportagem: Zeus Bandeira)

Nesta tela, o mapa dos pontos onde o Exército está presente no suporte às eleições no Pará

Fotos: Evangelista Rocha

Comentários

Mais

Efeito Olimpíadas? Busca por skate cresce mais de 600% no e-commerce

Efeito Olimpíadas? Busca por skate cresce mais de 600% no e-commerce

Os Jogos Olímpicos de Tóquio estão mexendo com as emoções dos brasileiros – e com o bolso. Quem diz isso são os…
Frase de Cármen Lúcia de 2018 é tirada de contexto para afirmar que Lula não poderá se candidatar em 2022

Frase de Cármen Lúcia de 2018 é tirada de contexto para afirmar que Lula não poderá se candidatar em 2022

Enganoso Montagem engana ao trazer parte de uma frase dita pela ministra do STF (Supremo Tribunal Federal) Cármen Lúcia, em…
Site engana ao afirmar que Anvisa ‘confessa ineficácia de máscaras’ contra a covid

Site engana ao afirmar que Anvisa ‘confessa ineficácia de máscaras’ contra a covid

Enganoso É enganosa a publicação em um site conservador brasileiro afirmando que “Anvisa confessa ineficácia de máscaras e diz se…
É enganoso o tuíte que acusa Bolsonaro de acabar com o Bolsa Atleta

É enganoso o tuíte que acusa Bolsonaro de acabar com o Bolsa Atleta

Enganoso É enganosa postagem que aponta para o fim do programa Bolsa Atleta no governo Bolsonaro em 2020. No ano…
Legislação contra violência doméstica fica mais dura para agressores

Legislação contra violência doméstica fica mais dura para agressores

O Diário Oficial da União traz hoje (29) a Lei 14.188/2021, que prevê que agressores sejam afastados imediatamente do lar ou do local de convivência com a mulher em casos de risco…
Anvisa alerta sobre casos raros de Guillain-Barré após vacinação

Anvisa alerta sobre casos raros de Guillain-Barré após vacinação

Casos raros de síndrome de Guillain-Barré (SGB) após a vacinação contra covid-19 têm sido relatados em diversos países, inclusive no…