Correio de Carajás

Eldorado: TJPA nega habeas corpus a PM condenado por estupro

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Em reunião plenária realizada na tarde desta segunda-feira (1º), a Seção de Direito Penal do Tribunal de Justiça do Estado do Pará negou habeas corpus liberatório ao cabo Antar Nazareno Duarte da Costa, da Polícia Militar do Estado, condenado pela Justiça Militar do Pará por estupro de uma adolescente de 16 anos.

Conforme a assessoria de comunicação do TJPA, a defesa do réu alegou ser incabível a prisão preventiva, por inexistência dos requisitos legais e requereu a liberdade até o julgamento de recurso contra a sentença. Para os julgadores, entretanto, ainda persistem os motivos que ensejaram a prisão preventiva, dentre elas, a garantia da ordem pública.

LEIA MAIS:

Leia mais:

Conforme noticiado pelo Correio de Carajás em novembro do ano passado, o cabo Antar Nazareno Duarte da Rosa foi condenado pelo juiz Lucas do Carmo de Jesus, titular da Vara Única da Justiça Militar do Estado do Pará, e sentenciado a uma pena de seis anos por estupro tipificado no artigo 232 do Código Penal Militar: constranger mulher a conjunção carnal, mediante violência ou grave ameaça.

A sentença combinou, ainda, o artigo 236 do mesmo código, que presume a violência quando a vítima não pode oferecer resistência, e o excluiu da Polícia Militar do Estado do Pará, onde atuava há 11 anos.

No mesmo caso e por insuficiência de provas foram absolvidos dois colegas de Antar que estavam de serviço naquela noite: os soldados Wellington Brendo Costa e Gildson da Conceição Viana Rios.

A Reportagem acompanhou de perto o caso, registrado no dia 19 de julho de 2020. Naquela madrugada, estando de serviço, após algemar e prender o marido da vítima, o cabo levou a esposa do preso, uma adolescente de 16 anos, até a casa dela e lá teria cometido o estupro, crime negado por ele durante todo o processo. Os colegas deixaram o cabo na residência e depois retornaram buscá-lo. (Luciana Marschall)

Comentários

Mais

Funcionária de padaria tem braço quebrado após pedir que cliente colocasse a máscara

Funcionária de padaria tem braço quebrado após pedir que cliente colocasse a máscara

A funcionária de uma padaria no município de Palmares Paulista, no estado de São Paulo, teve o braço quebrado após solicitar…
Corpo de jovem de 17 anos é achado em balneário

Corpo de jovem de 17 anos é achado em balneário

Militares do Corpo de Bombeiros de Marabá localizaram no início da tarde desta terça-feira (15) o corpo do jovem Bruno…
Mulheres, parentes de presos, fazem manifestação em frente ao Fórum

Mulheres, parentes de presos, fazem manifestação em frente ao Fórum

Cerca de 30 mulheres, mães e companheiras de detentos presos em unidades prisionais de Marabá, se reuniram na manhã desta…
Estelionatário espera Dia dos Namorados passar para enrolar a namorada

Estelionatário espera Dia dos Namorados passar para enrolar a namorada

“O golpe tá aí, cai quem quer”. Wescley Fernando Rodrigues de Abreu foi preso no Bairro Nova Marabá, em Marabá…
PRF interrompe passeio de Alexia e a manda para a prisão

PRF interrompe passeio de Alexia e a manda para a prisão

A Polícia Rodoviária Federal prendeu Alexia Pereira da Silva, de 20 anos, nesta segunda-feira (14), em abordagem realizada num ônibus…
Com extensa ficha criminal, Gugu é preso em Parauapebas

Com extensa ficha criminal, Gugu é preso em Parauapebas

Foram cumpridos nesta segunda-feira (14), em Parauapebas, três mandados de prisão, dois preventivos criminais e um civil, contra Jamilson Lopes…