Correio de Carajás

Dupla morre ao tentar assaltar policial militar

Foto: Josseli Carvalho
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Foi identificado como Geova Santos Vitorino, de 22 anos, um dos assaltantes mortos na noite de ontem, quarta-feira (22), durante tentativa de assalto a um policial militar à paisana. O comparsa dele também acabou morto, mas ainda não foi identificado junto ao Instituto Médico Legal (IML), de Marabá, onde está o corpo.

Segundo registrado na 21ª Seccional Urbana de Polícia Civil, o policial chegava em casa por volta das 22 horas, no Bairro Belo Horizonte, Núcleo Cidade Nova, quando foi abordado por dois homens armados.

Ele havia acabado de entrar e ao sair do carro, relatou, um dos assaltantes apontou a arma em direção à sua cabeça e o mandou abrir novamente o portão. O policial, sob a mira da arma, diz que obedeceu à ordem e entregou as chaves do carro, o aparelho celular e o relógio aos assaltantes.

Leia mais:

Quando o assaltante se distraiu e parou de olhar para a vítima, essa sacou a arma que portava e efetuou disparos contra a dupla.  Os dois assaltantes saíram correndo da residência, mas um deles seguiu também atirando contra o militar. A vítima afirma que, para se defender, continuou também efetuando disparos.

Os assaltantes acabaram baleados e caíram em via pública, aproximadamente 100 metros um do outro. O policial afirma ter desarmado os dois, recolhendo de um deles um revólver calibre 38, com três munições intactas e duas deflagradas. Com o outro foi apreendido um simulacro de arma de fogo.

O militar diz ter percebido, ainda, haver um veículo próximo, com mais duas pessoas apoiando a ação criminosa. O veículo saiu assim que começou a troca de tiros.

Por fim, a vítima acionou a Polícia Militar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas a dupla já estava morta quando a ambulância chegou. Em seguida se apresentou espontaneamente na Delegacia de Polícia Civil, onde registrou o caso e prestou depoimento.

PROCEDIMENTO

Conforme informou nesta manhã (quinta) o diretor da Seccional de Polícia Civil, delegado Vinícius Cardoso das Neves, foi instaurado inquérito para serem investigadas as circunstâncias do roubo e das mortes. A Polícia Civil tem prazo de 30 dias para se pronunciar sobre a conclusão.

Inicialmente, entretanto, observou que o militar agiu em legítima defesa, não se tratando de uma intervenção policial porque ele não estava de serviço.

“Foi injustamente agredido por esses indivíduos que o abordaram no interior da residência e estavam armados. O policial – de forma legítima e lícita – sacou a arma de fogo e houve o embate armado. Felizmente o policial militar não sofreu nenhum dano à sua integridade física. Lamentavelmente os dois indivíduos que tentaram assaltá-lo foram mortos”. (Luciana Marschall – com informações de Elson Gomes)

 

Mais

Jovem baleado morre no HGP com dois nomes diferentes

Jovem baleado morre no HGP com dois nomes diferentes

Um mistério envolve a morte de um adolescente, que faleceu no Hospital Geral de Parauapebas (HGP), após ter sido alvejado…
Execução de adolescente está cercada de mistério no Residencial Tocantins

Execução de adolescente está cercada de mistério no Residencial Tocantins

Um mistério cerca um homicídio ocorrido às 20 horas desta sexta-feira (14) no Núcleo São Félix, especificamente no Residencial Tocantins,…
Piloto morre em colisão de moto com caminhonete entre Parauapebas e Curionópolis

Piloto morre em colisão de moto com caminhonete entre Parauapebas e Curionópolis

A colisão entre uma motocicleta e uma caminhonete tirou a vida de Aldecir Simão Borges, de 44 anos de idade,…
Policial reage a tentativa de assalto e é baleado com três tiros

Policial reage a tentativa de assalto e é baleado com três tiros

Um policial militar foi baleado após reagir a uma tentativa de assalto nesta sexta-feira (14), em Redenção, no sul do…
“Boca de fumo” é denunciada e duplinha vai presa por tráfico de drogas

“Boca de fumo” é denunciada e duplinha vai presa por tráfico de drogas

A denúncia de uma “boca de fumo” levou uma guarnição da Polícia Militar a encaminhar para a Delegacia de Polícia…
Bêbado invade casa e ameaça mãe e bebê em Parauapebas

Bêbado invade casa e ameaça mãe e bebê em Parauapebas

É confuso explicar os motivos que teriam levado Dheymisom Teodoro Santana a ameaçar uma mulher com um bebê, no Bairro…