Correio de Carajás

Dênis Pedra está fora do Parazão

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Recém-chegado para compor o elenco do Águia de Marabá, que estreia no Parazão no próximo dia 28, contra a Tuna-Luso, no Zinho Oliveira, o volante Dênis Pedra (foto) já está fora dos planos do Azulão. O atleta torceu o joelho esquerdo, rompendo os ligamentos cruzados (anterior e posterior). Ele deu um azar danado, numa jogada normal, se machucou sozinho ao girar o corpo.

Recuperação demora

A cirurgia ainda não tem data marcada, mas o tempo médio de recuperação varia entre quatro e seis meses. Ou seja: Parazão já era pra ele. A diretoria ainda não anunciou se vai atrás de outro reforço para o setor, que hoje conta com Balão Marabá, Matheus Rosas, Da Silva e William Bruno.

Leia mais:

VAR descalibrado? Só faltava essa

O jogo entre Internacional e Vasco revelou o quanto o futebol brasileiro ainda é marcado pelo amadorismo. Mas não se trata de amadorismo puro e simples. Existe muita corrupção por trás disso. E aqui não me refiro a conchavos para favorecer esse ou aquele time. Do contrário, o mesmo time que teve um gol duvidoso validado, devido a um inédito VAR descalibrado, não teria um pênalti inexistente confirmado.

Ponto cego

A corrupção a que me refiro diz respeito à compra de um equipamento caríssimo, mas que não está nem de longe entre os melhores do mundo. Algo pequeno para um campeonato que se vende como grande. Há vários problemas. Em um jogo do Palmeiras e Bragantino, neste mesmo Brasileirão, foi descoberto um “ponto cego” no VAR. Outra coisa também inadmissível.

Corrupção

Como é possível a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ter adquirido um equipamento que tem ponto cego e que fica descalibrado assim, do nada? É por falta de recursos que a poderosa CBF não tem um aparelho melhor? Não. Usando as palavras do jornalista André Kfouri, eu perguntaria: “Tentará a CBF nos convencer de que não tem dinheiro pra comprar um equipamento melhor?”

Desconfiança

Tudo isso faz com que o torcedor, com razão, lance dúvidas em relação à lisura do campeonato. Flamenguistas dirão que o Inter está seno favorecido. Colorados e torcedores de outros times dirão que é o Flamengo quem está sendo ajudado pela arbitragem. E todos que reclamarem não podem ser criticados, porque a CBF dá motivos para isso. Uma pena. Triste Brasileirão, ganhe quem ganhar.

Comentários

Mais

Tóquio: Evandro e Bruno Schmidt avançam às oitavas no vôlei de praia

Tóquio: Evandro e Bruno Schmidt avançam às oitavas no vôlei de praia

A dupla brasileira de vôlei de praia Evandro e Bruno Schmidt venceu, de virada, nesta sexta-feira, os poloneses Bryl e Fijalek, com parciais de 19/21,…
Alison dos Santos brilha nas eliminatórias dos 400 m com barreiras

Alison dos Santos brilha nas eliminatórias dos 400 m com barreiras

No primeiro dia de disputas das provas do atletismo no Estádio Olímpico de Tóquio, Alison dos Santos garantiu vaga nas…
Baile de Favela: hit que embalou Rebeca Andrade na Olimpíada teve aumento de 40% em plataforma de streaming

Baile de Favela: hit que embalou Rebeca Andrade na Olimpíada teve aumento de 40% em plataforma de streaming

Foi ao som de Baile de Favela que Rebeca Andrade, de 22 anos, fez a apresentação que ajudou a garantir…
Abner Teixeira vence e garante primeira medalha do boxe em Tóquio

Abner Teixeira vence e garante primeira medalha do boxe em Tóquio

O Brasil já garantiu uma medalha no boxe nas Olimpíadas de Tóquio. Nesta sexta-feira, Abner Teixeira venceu Hussein Iashaish, da…
Olimpíada: Brasil bate EUA e se recupera no vôlei masculino

Olimpíada: Brasil bate EUA e se recupera no vôlei masculino

O Brasil derrotou os Estados Unidos por 3 sets a 1 (parciais de 30/32, 25/23, 25/21 e 25/20), na madrugada…
Nos pênaltis, Seleção feminina é eliminada pelo Canadá

Nos pênaltis, Seleção feminina é eliminada pelo Canadá

Após um empate por 0 a 0 no tempo normal, a Seleção Brasileira feminina de futebol foi derrotada pelo Canadá nos pênaltis…