Correio de Carajás

Cuidados no isolamento domiciliar podem evitar a contaminação de familiares

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Em Parauapebas, das 317 pessoas que testaram positivo para a Covid-19, 88 estão em isolamento domiciliar, conforme os dados do boletim divulgado na noite da segunda-feira (11), pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Cuidados durante o período de isolamento, como a divisão de objetos pessoais, a limpeza imediata de banheiros após o uso e a separação em cômodos diferentes da casa, podem evitar a transmissão da doença a outros familiares. 

Procurada pelo Correio de Carajás, a Semsa listou orientações a serem seguidas durante o isolamento. Uma das primeiras medidas é destinar um quarto e um banheiro para uso exclusivo da pessoa infectada ou com suspeita. O cômodo com o paciente isolado deve ficar todo o tempo com a porta fechada, mas é necessário manter a janela aberta para ter ventilação e entrada de luz solar.

A pessoa infectada ou com suspeita de infecção deve trocar a própria roupa de cama. Se houver secreções na roupa de cama, é preciso embalar em um saco plástico antes de levar à máquina de lavar ou ao tanque.

Leia mais:

Outra orientação é que nos casos de salas compartilhadas ou casas com apenas um cômodo, pessoas infectadas e pessoas sem a doença não compartilhem o mesmo sofá, cadeira ou colchão. A recomendação é manter dois metros de distância da pessoa infectada ou suspeita.

Porém, quando for preciso compartilhar o mesmo ambiente, pessoas infectadas devem estar com um lenço de papel ou papel higiênico que cubra o nariz e a boca em caso de tosse e espirro. Sem esse lenço, as pessoas precisam tossir e espirrar no antebraço e lavar os braços e as mãos imediatamente.

Nos ambientes compartilhados, a pessoa infectada precisa estar o tempo todo com máscara. A recomendação é que pessoas infectadas nunca passem o dia inteiro no mesmo cômodo em que ficam as não infectadas, a comunicação também deve ser feita por meios indiretos, como o telefone.

Em casos de residentes em domicílios de apenas um cômodo, pessoas que não foram infectadas pela doença devem procurar a casa de algum parente. De acordo com a Semsa, é quase certo que compartilhar o ambiente vai gerar transmissão, mesmo que se tomem os cuidados de higienização necessários.

Sobre a medicação nos pacientes em isolamento, é o médico que avalia os sintomas e define a conduta que deve ser adotada pelo paciente.

O monitoramento dos pacientes em isolamento é feito pela Vigilância Sanitária, Atenção Básica de Saúde e hospitais particulares, através do telefone e por um aplicativo de conversa, sendo repassadas informações sobre os sintomas, e encaminhamento as unidades de urgência em caso de agravamento.

É importante destacar que os cuidados durante a reclusão também devem ser seguidos em casos suspeitos do coronavírus. (Theíza Cristhine)

Comentários

Mais

Dr. Naves retorna a Marabá e é recebido com festa por familiares e amigos

Dr. Naves retorna a Marabá e é recebido com festa por familiares e amigos

José Divino Naves, mais conhecido como Dr. Naves, desembarcou às 16h30 deste sábado (18) em Marabá, após passar 5 meses…
Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência

Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência

Passados 11 anos desde a realização do último censo nacional, o Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural, uma associação sem…
Anvisa aprova indicação de baricitinibe para covid-19

Anvisa aprova indicação de baricitinibe para covid-19

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou na noite desta sexta-feira que aprovou a indicação do medicamento baricitinibe para…
Pará registra 587.922 casos de Covid-19 e 16.578 mortes pela doença

Pará registra 587.922 casos de Covid-19 e 16.578 mortes pela doença

O Pará contabilizou mais 51 casos de Covid-19 e 4 mortes causadas pela doença. Segundo o boletim divulgado pela Secretaria…
“Forma Pará” recepciona calouros de Jacundá e Itupiranga

“Forma Pará” recepciona calouros de Jacundá e Itupiranga

“O Forma Pará, antes de qualquer coisa, é um programa que cuida de pessoas. E vocês também serão profissionais que…
Família de adolescente morto por “Trem da Alegria” não recebeu apoio financeiro da empresa

Família de adolescente morto por “Trem da Alegria” não recebeu apoio financeiro da empresa

A família do adolescente Marcos Henrique dos Santos, de 14 anos, que foi morto na noite desta quinta-feira (16), no…