Correio de Carajás

Criança de 10 anos é vítima de abuso na Cidade Nova

Imagem do homem que foi flagrado correndo e deixando a criança sem roupas para trás
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Circula em diversos grupos de WhatsApp e outras redes sociais o vídeo de uma criança de 10 anos de idade que é, possivelmente, vítima de abuso sexual ocorrido dentro de uma construção abandonada na Travessa Manaus, Núcleo Cidade Nova. O episódio gera repulsa, pois revela a vilania e audácia do abusador e mostra também a falta de sensibilidade de quem filmou parte do possível crime e expôs na Internet. O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada de Atendimento à Criança e ao Adolescente (DEACA).

No vídeo, a pessoa que faz a filmagem explica que percebeu o adulto e a criança entrando em uma construção em plena luz do dia. Ele espera um pouco e depois resolve entrar nos escombros. Em determinado ponto, o “investigador” filma o adulto e a criança. O responsável pelo vídeo ainda segura o acusado pela cabeça, mas ele foge sem ser devidamente identificado. No loca do abuso fica apenas a criança, que está nua e com as vestes na mão. Amedrontada, a menina diz que quer apenas ir embora.

Nossa reportagem conversou por telefone com a delegada Eliene Carla de Lima, titular da DEACA. A autoridade policial confirmou que o fato aconteceu realmente em Marabá. Ela testificou, também, que a criança já foi identificada e tem mesmo 10 anos de idade.

Leia mais:

“Um Inquérito Policial foi instaurado para apurar os possíveis crimes contra a menor, inclusive, suposto estupro de vulnerável. O Conselho Tutelar, bem como demais integrantes da Rede de Proteção à Criança de Marabá, está acompanhando o caso”, disse a delegada, por telefone, acrescentando que várias diligências já foram adotadas pela equipe da DEACA e a investigação continua com o propósito de esclarecer completamente o caso.

Conselho Tutelar

Também ouvida pelo Grupo CORREIO, Andreza Lobato, conselheira tutelar do Núcleo Cidade Nova, disse que a instituição tomou ciência do ocorrido pelo telefone do sobreaviso, informando a situação que ocorreu com a criança, depois os conselheiros tiveram acesso ao vídeo.

O primeiro passo, segundo Andreza Lobato, foi informar à DEACA e iniciar todo o acompanhamento junto aos órgãos de proteção, como o Conselho de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS), que levou a família da vítima até a escuta especializada, na sede da própria delegacia.

Andreza explica que enquanto a autoridade policial atua em relação à situação penal, o conselho vai zelar pela garantia desse direito, assim como da assistência psicológica, porque a criança sofreu um trauma.

Por outro lado, a conselheira orienta às pessoas que gravarem algum tipo de vídeo como este, que o levem para a autoridade policial competente ao invés de veicular em grupos de WhatsApp, porque a criança foi exposta, inclusive com exibição de suas partes íntimas. “Isso, muitas vezes, pode atrapalhar até a própria busca da polícia ao suposto violador”, explica Andreza

Sobre este assunto, a delegada Eliene Carla confirmou que quem divulgou o vídeo nas redes sociais pode sofrer sanções penais. (Chagas Filho – com colaboração de Weliton Moreira)

Comentários

Mais

Possível suicídio em delegacia de Rondon é investigado

Possível suicídio em delegacia de Rondon é investigado

Entrou em investigação um possível suicídio acontecido dentro da Delegacia de Polícia Civil de Rondon do Pará na manhã deste…
Traficante usava filha na comercialização da droga

Traficante usava filha na comercialização da droga

Foi preso neste sábado (19) Elenildo Escardoa da Silva, acusado de tráfico de drogas e corrupção de menor, no bairro…
Marabá: Federal realiza flagrante de droga apreendido pela PRF

Marabá: Federal realiza flagrante de droga apreendido pela PRF

A Delegacia da Polícia Federal de Marabá/PA recebeu uma ocorrência policial apresentada pela PRF, tratando-se de um transporte de drogas…
Mulher sofre injúria racial e ameaça de morte

Mulher sofre injúria racial e ameaça de morte

Foi apresentado às autoridades de polícia: Cleiton Sousa dos Santos, de 34 anos, no bairro Tropical II, em Parauapebas. O…
Pai perde filho em acidente de moto

Pai perde filho em acidente de moto

Nesta sexta-feira (18) um acidente envolvendo uma moto e um carro com caçamba vitimou Jardson Carvalho Santos, de 18 anos,…
Divisão de Homicídios faz investigação em Altamira

Divisão de Homicídios faz investigação em Altamira

A conclusão do trabalho de perícia no cadáver de um homem encontrado enforcado com ferimentos nos pulsos e na região…