Corpo foi encontrado em área de mata da Folha 01/ Foto: Josseli Carvalho
Ads

Ainda não foi identificado, até a manhã desta segunda-feira (12), junto ao Instituto Médico Legal (IML) de Marabá, o corpo de um homem encontrado na Folha 01, Nova Marabá, na tarde deste domingo (11), feriado do Dia dos Pais.

Ads

O achado macabro às margens do Rio Tocantins, próximo à ponte rodoferroviária, dez os moradores da região acionarem o Núcleo Integrado de Operações Policiais (Niop-190). O corpo estava escorado em uma árvore, com as mãos amarradas para a frente. Próximo dele, foram encontradas duas cápsulas de arma de fogo.

Cadáver estava no local há mais de 48 horas, segundo a perícia

A Polícia Militar, primeira a ser acionada, foi ao local por volta das 17 horas. Segundo o sargento Francisco, que falou com o Correio de Carajás, um morador da região levou os militares até o o ponto exato, uma área de mato. Ninguém soube identificar a vítima, cujo cadáver estava em estado de decomposição. “Ninguém relata ter dado falta de ninguém por aqui”.

Sem camisa, o homem vestia uma bermuda branca. Segundo o perito Joilson, do Instituto Médico Legal (IML), apesar de terem sido encontrados estojos de arma de fogo, apenas o exame de necropsia poderá determinar se a morte se deu em decorrência de tiros, já que o estado do corpo não permitia a análise a olho nu. Constatou, ainda, que o homem havia ocorrido há mais de 48 horas.

Na manhã de hoje, a Delegacia de Homicídios repassou as mesmas informações à imprensa. Mais detalhes deste caso na edição de amanhã, terça-feira (13), do Jornal Correio. (Luciana Marschall – com informações de Josseli Carvalho)

Ads