Correio de Carajás

Convênio facilita transferência de veículos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Em cerimônia realizada nesta terça-feira, 1º, no Tribunal de Justiça do Estado do Pará, Associação dos Notários e Registradores do Estado do Pará (Anoreg/PA) e o Departamento de Trânsito do Pará (Detran/PA), celebraram Termo de Cooperação Técnica que tem como objetivo principal facilitar a vida do cidadão e conferir mais segurança nas operações de transferência de propriedade em caso de compra e venda de veículos automotores. 

“O vendedor de um veículo enfrenta um grande transtorno se o comprador não transfere a propriedade. Através deste convênio, a partir do momento em que a pessoa comparecer ao cartório de notas para reconhecer a firma Certificado de Registro do Veículo (CRV), que é necessário para a transferência, automaticamente o cartório entra no sistema, já informa o Detran, que já efetua a mudança, o que será muito benéfico para a população”, explicou o vice-presidente da Anoreg/PA, Cleomar Moura, que representou o presidente da entidade, Adhemar Pereira Torres.

O projeto que deu início ao Termo de Cooperação, foi idealizado pelo Detran/PA, segundo a diretora do departamento, Andrea Yared de Oliveira Hass. “O projeto se chama Comunicação Fácil e faz parte do programa de modernização e integração da gestão de trânsito. A proposta é a integração do Detran com outros órgãos na facilitação dos serviços ao usuário. Hoje, a comunicação de venda no Estado do Pará é feita de forma manual, e, infelizmente, existem situações em que o vendedor, quando não faz a transferência, ainda fica responsável pelo veículo em caso de multas e do IPVA. São situações deste tipo que a transferência simultânea e em tempo real, pretende evitar”, esclareceu.

Leia mais:

O presidente do TJPA, Ricardo Ferreira Nunes, interveniente do Termo de Cooperação, destacou a importância do uso da tecnologia e das parcerias em benefício do cidadão. “A tecnologia veio para facilitar a vida das pessoas, e é isto que nós estamos a comemorar hoje. Este convênio realizado entre a Anoreg e o Detran, com a intermediação do TJPA, facilita um trabalho essencial que acontece cotidianamente na vida dos cidadãos. O objetivo é que de forma rápida, e segura, traga tranquilidade a todos os envolvidos. Num mundo globalizado ninguém caminha sozinho, há sim a necessidade de se fazer parcerias”, observou o magistrado.

Também participaram da solenidade o decano do TJPA, desembargador Milton Nobre, o vice-presidente do TJPA, desembargador Leonardo de Noronha Tavares; o corregedor da Região metropolitana de Belém, desembargador José Maria Teixeira do Rosário; a coordenadora dos Juizados Especiais, desembargadora Maria de Nazaré Silva Gouveia dos Santos; o desembargador Luiz Gonzaga da Costa Neto; o procurador geral do Estado do Pará, Ophir Filgueiras Cavalcante Júnior; os juízes auxiliares da Presidência, Lúcio Barreto Guerreiro, Luana de Nazaré Santalices e Leonardo de Farias Duarte, este representando a Corregedoria do Interior; Fábio Penese Póvoa, titular da 2ª vara do Juizado Especial de Ananindeua; além de diretores e secretários do TJPA, e diretores e coordenadores do Detran e Ciretrans do Pará. (Divulgação TJPA)

Em cerimônia realizada nesta terça-feira, 1º, no Tribunal de Justiça do Estado do Pará, Associação dos Notários e Registradores do Estado do Pará (Anoreg/PA) e o Departamento de Trânsito do Pará (Detran/PA), celebraram Termo de Cooperação Técnica que tem como objetivo principal facilitar a vida do cidadão e conferir mais segurança nas operações de transferência de propriedade em caso de compra e venda de veículos automotores. 

“O vendedor de um veículo enfrenta um grande transtorno se o comprador não transfere a propriedade. Através deste convênio, a partir do momento em que a pessoa comparecer ao cartório de notas para reconhecer a firma Certificado de Registro do Veículo (CRV), que é necessário para a transferência, automaticamente o cartório entra no sistema, já informa o Detran, que já efetua a mudança, o que será muito benéfico para a população”, explicou o vice-presidente da Anoreg/PA, Cleomar Moura, que representou o presidente da entidade, Adhemar Pereira Torres.

O projeto que deu início ao Termo de Cooperação, foi idealizado pelo Detran/PA, segundo a diretora do departamento, Andrea Yared de Oliveira Hass. “O projeto se chama Comunicação Fácil e faz parte do programa de modernização e integração da gestão de trânsito. A proposta é a integração do Detran com outros órgãos na facilitação dos serviços ao usuário. Hoje, a comunicação de venda no Estado do Pará é feita de forma manual, e, infelizmente, existem situações em que o vendedor, quando não faz a transferência, ainda fica responsável pelo veículo em caso de multas e do IPVA. São situações deste tipo que a transferência simultânea e em tempo real, pretende evitar”, esclareceu.

O presidente do TJPA, Ricardo Ferreira Nunes, interveniente do Termo de Cooperação, destacou a importância do uso da tecnologia e das parcerias em benefício do cidadão. “A tecnologia veio para facilitar a vida das pessoas, e é isto que nós estamos a comemorar hoje. Este convênio realizado entre a Anoreg e o Detran, com a intermediação do TJPA, facilita um trabalho essencial que acontece cotidianamente na vida dos cidadãos. O objetivo é que de forma rápida, e segura, traga tranquilidade a todos os envolvidos. Num mundo globalizado ninguém caminha sozinho, há sim a necessidade de se fazer parcerias”, observou o magistrado.

Também participaram da solenidade o decano do TJPA, desembargador Milton Nobre, o vice-presidente do TJPA, desembargador Leonardo de Noronha Tavares; o corregedor da Região metropolitana de Belém, desembargador José Maria Teixeira do Rosário; a coordenadora dos Juizados Especiais, desembargadora Maria de Nazaré Silva Gouveia dos Santos; o desembargador Luiz Gonzaga da Costa Neto; o procurador geral do Estado do Pará, Ophir Filgueiras Cavalcante Júnior; os juízes auxiliares da Presidência, Lúcio Barreto Guerreiro, Luana de Nazaré Santalices e Leonardo de Farias Duarte, este representando a Corregedoria do Interior; Fábio Penese Póvoa, titular da 2ª vara do Juizado Especial de Ananindeua; além de diretores e secretários do TJPA, e diretores e coordenadores do Detran e Ciretrans do Pará. (Divulgação TJPA)

Comentários

Mais

Inscrições para Programa de Estágio foram prorrogadas até dia 21

Inscrições para Programa de Estágio foram prorrogadas até dia 21

O Grupo Equatorial Energia prorrogou até esta quarta-feira, dia 21, as inscrições para o processo seletivo do seu Programa de…
Mulher é atacada por dois pitbulls em Conceição do Araguaia

Mulher é atacada por dois pitbulls em Conceição do Araguaia

Uma mulher foi atacada por dois cachorros da raça pitbull em Conceição do Araguaia, no sul do Estado. O fato…
Políticas públicas garantem defesa de direitos dos Povos Indígenas no Pará

Políticas públicas garantem defesa de direitos dos Povos Indígenas no Pará

O técnico agrícola Raimundo Delival é extensionista rural da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater) há…
Média de mortes em 2020 não foi menor que em 2019

Média de mortes em 2020 não foi menor que em 2019

Postagem do cantor Roger Moreira no Twitter usa dados antigos e incompletos de mortes por covid-19 no Brasil. Print do…
Casa da Cultura lança oficina virtual e gratuita de grafismo indígena

Casa da Cultura lança oficina virtual e gratuita de grafismo indígena

No Dia do Índio é comum as crianças chegarem da escola com o rosto pintado e um cocar na cabeça.…
Pará atinge o segundo lugar no ranking nacional de vacinação contra Covid-19

Pará atinge o segundo lugar no ranking nacional de vacinação contra Covid-19

O Pará já é o segundo estado que mais aplicou doses de vacinas contra a Covid-19 entregues pelo governo federal,…