Correio de Carajás

Conceição do Araguaia registra 1º caso de ‘fungo preto’ no Pará

Infecção por “fungo preto” pode ser encontrada em pacientes que contraíram covid-19
Infecção por “fungo preto” pode ser encontrada em pacientes que contraíram covid-19
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O Pará registrou o primeiro caso no Estado de mucormicose ou “fungo preto”, em Conceição do Araguaia, região sul paraense. Trata-se de um homem idoso, que se encontra internado em São Paulo-SP. Outros três casos foram notificados ao Ministério da Saúde até 27 de maio, que se deram em pacientes que tiveram covid-19, em Fortaleza – CE; Natal – RN e São Paulo -SP. Outros 25 possíveis casos ocorridos no Brasil estão sendo analisados.

O fungo pode ser encontrado em locais úmidos e quentes e se caracteriza como doença não contagiosa, mas que afeta pessoas com problemas de saúde, como diabetes, ou que fazem uso de medicamentos para diminuir a capacidade do corpo de combater germes e doenças, como imunossupressores e corticoides (em alguns locais, usados contra inflamações geradas pela covid-19).

Especialistas observam que o fato de as pessoas estarem com sistema imunológico enfraquecido pelo coronavírus contribui para a proliferação da mucormicose. A doença é causada por um fungo incomum no Brasil, ainda que se tenha casos no País. Segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC), embora seja uma doença rara, a taxa de mortalidade do “fungo preto” é alta, em torno de 54%, requerendo tratamento rápido.

Leia mais:

Ainda sem fazer parte das estatísticas do Ministério da Saúde, um caso foi notificado em Recife (PE), nesta semana, e um caso com óbito foi registrado em Manaus – AM, no começo deste mês de junho. No entanto, sem ligação com o novo coronavírus. Em Mato Grosso do Sul, onde há crise de vacinação e falta de leitos, foram registrados dois casos suspeitos da doença em pessoas que tiveram covid-19. Um dos casos resultou em morte.

O “fungo preto” começou a ter alta de casos na Índia, em maio deste ano, entre pessoas atingidas pela covid-19. Lá foram registrados cerca de 9 mil casos de “fungo preto”, entre as vítimas de covid-19, com registro 90 óbitos. (Delmiro Silva/informações de O Liberal)

Comentários

Mais

Mega-Sena: aposta única leva prêmio de R$ 43,2 milhões

Mega-Sena: aposta única leva prêmio de R$ 43,2 milhões

Uma aposta feita em Balneário Camboriú (SC) levou o prêmio de R$ 43,2 milhões da Mega-Sena. O apostador acertou as…
Bolsonaro faz 'motociata' em SP ao lado de apoiadores

Bolsonaro faz 'motociata' em SP ao lado de apoiadores

O presidente Jair Bolsonaro está em passeata pela cidade de São Paulo, em manifestação organizada por integrantes de clubes de…
Aos 80 anos, morre o ex-vice-presidente Marco Maciel

Aos 80 anos, morre o ex-vice-presidente Marco Maciel

Morreu neste sábado (12), aos 80 anos, o ex-vice-presidente da República Marco Maciel. Segundo o genro do político, Joel Braga,…
Capacitação de profissionais é aposta para combater trabalho infantil

Capacitação de profissionais é aposta para combater trabalho infantil

No lugar da boneca e do carrinho, a enxada e a vassoura. No lugar do tempo para estudo e descanso,…
Casal passou a morar junto e construiu sua “família”

Casal passou a morar junto e construiu sua “família”

  A história de Juliana Milhomem e Victoria Kaline é semelhante à de Polyana e Amanda. Ambas se conheceram em…
Mulheres que são felizes com outras mulheres

Mulheres que são felizes com outras mulheres

“Consideramos justa toda forma de amor”. Parafraseando Lulu Santos, começamos essa história com o trecho da emblemática música “Toda forma…