Correio de Carajás

Comerciantes fazem protesto em carreata pedindo para reabrir

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Na manhã desta terça-feira, 30, um grupo de comerciantes iniciou um protesto contra o fechamento de seus negócios nesta semana, imposto por decreto municipal assinado pelo prefeito Tião Miranda.

Eles estiveram em manifestação em frente à Secretaria de Obras, onde fica localizado o gabinete do prefeito Tião Miranda. Depois, seguiram para frente do Centro Regional de Governo, que funciona no Centro de Convenções Carajás, na Folha 30.

Júnior, um dos comerciantes, argumentou que o decreto municipal só prejudica os pequenos comerciantes, enquanto os grandes, como supermercados, continuam abertos. “Todas as siderúrgicas estão funcionando e por que só nossa categoria fica prejudicada. Temos folha de pagamento, impostos e aluguel para pagar. Quem vai pagar tudo isso?”, questiona Júnior, pedindo que o poder público se manifeste em favor dos comerciantes.

Leia mais:

Ertes Barreto, que é proprietário de duas empresas de segmentos diferentes, disse que os critérios utilizados pela Prefeitura de Marabá para fechar alguns comércios e outros não. “As praças estão lotadas e os balneários também. Que contradição é essa. Estamos fazendo esse primeiro momento, mas se não tomarem providências, vamos fechar as entradas da cidade como forma de protesto?”, ameaçou.

Ertes Barreto diz que se for para decretar lockdown, que seja para todos os segmentos

Coronel Araújo, Miguelito, Alecio Stringari, entre outros vereadores se posicionaram na sessão desta terça-feira para protestar contra o fechamento dos comércios pequenos. “Quem está sendo prejudicado são os pequenos, não os grandes comerciantes. Não resolve essa situação. Se for para lockdown, vamos fechar tudo, sem prejudicar os pequenos comerciantes de nossa cidade”, disse Araújo.

No final da manhã, com o grupo todo reunido na portaria da Secretaria de Obras, onde o prefeito Tião Miranda despacha diariamente, alguns dos líderes do movimento foram recebidos pelo gestor municipal. Desse encontro, segundo eles mesmos, o prefeito se mostrou solidário aos comerciantes prejudicados, ponderou sobre a necessidade de tomar medidas com vistas ao combate ao alastramento da covid-19, e explicou as razões para não ter decretado lockdown, mas a restrição a alguns dos seguimentos.

De outro lado, dentro das respostas às reivindicações, garantiu aos comerciantes que ao final do período do atual decreto, em 6 de abril, não irá reeditá-lo e vai permitir a reabertura de todas as atividades. Teria se comprometido, ainda, a não decretar mais medidas que impactem o comércio, a não ser que o Município seja obrigado por ordem judicial. Tal compromisso foi visto pelo grupo como um avanço. (Ana Mangas)

Parte do grupo de comerciantes que se uniu e foi até à Prefeitura
Os representantes do grupo após a audiência com o prefeito Tião Miranda

[Atualizado às 15h30]

Comentários

Mais

Caminhão a serviço do Dnit derruba tanque e VP-8 é parcialmente bloqueada

Caminhão a serviço do Dnit derruba tanque e VP-8 é parcialmente bloqueada

Uma das rotatórias da avenida VP-8 da nova Marabá estava parcialmente isolada nesta manhã de domingo (20), bem perto da…
Presidente do Incra exalta reforma agrária

Presidente do Incra exalta reforma agrária

Presidente do Incra exalta reforma agrária Em seu discurso no evento em Marabá, o presidente do Incra, Geraldo Melo Filho,…
Começa hoje a vacinação da  população sem prioridade

Começa hoje a vacinação da população sem prioridade

Um mutirão de dois dias vai marcar o momento tão esperado pelos marabaenses: o início da vacinação contra a covid-19…
Dose extra de vacina é insuficiente para imunizar a população

Dose extra de vacina é insuficiente para imunizar a população

A Secretaria Municipal de Saúde de Canaã dos Carajás recebeu do Governo do Estado 3.140 doses de vacina contra o…
Venezuelanos acampados em praça recebem ‘ultimato’

Venezuelanos acampados em praça recebem ‘ultimato’

A administração pública de Parauapebas trabalha para resolver a situação dos indígenas venezuelanos da etnia Warao, que estão acampados há…
Tião Miranda pede que Bolsonaro ajude a duplicar 3 rodovias em Marabá

Tião Miranda pede que Bolsonaro ajude a duplicar 3 rodovias em Marabá

Logo após a execução do Hino Nacional, no Parque de Exposições, nesta sexta-feira, dia 18, o prefeito de Marabá, Tião…