Correio de Carajás

Com direito a chuvisco, desfile em Marabá exalta cultura, saberes e sabores

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Dez mil pessoas assistiram a um dos maiores desfiles cívico-militar de 7 de Setembro, em comemoração à Independência do Brasil, já organizados em Marabá, conforme dados da prefeitura do município. Outras 7 mil pessoas desfilaram, representando o tema “Identidades Brasileiras: lugares, cores, saberes e sabores”, seja por uma das 29 escolas, por entidades ou pelas instituições militares.

Militares da da 23ª Brigada de Infantaria de Selva | Foto: Evangelista Rocha

O tradicional desfile deste ano, realizado na Avenida Antônio Maia, na Marabá Pioneira, também foi um dos mais longos, tendo encerrado quase ao meio-dia. Nem mesmo a rápida chuva que caiu por volta das 10 horas da manhã levou o público a arredar o pé do lugar.

Todos os estudantes da rede pública e privada desfilaram com uma fita preta anexada ao peito, em sinal de luto pela morte das duas jovens, vítimas de um terrível acidente provocado pelo caminhão da mineradora Buritirama, na Estrada do Rio Preto, no último domingo, dia 31.

Leia mais:
Estudantes com fita preta em sinal de luto | Foto: Evangelista Rocha

De acordo com o Prefeito Sebastião Miranda, a data é importante não somente para Marabá, mas para todo o país. “Aqui o pessoal gosta mesmo de fazer essa festa. O 7 de setembro aqui sempre foi tradicional, com a participação das escolas, entidades e militares. A população comparece maciçamente nessa festa. É um dia para a gente reverenciar a nossa pátria, nossa independência”, afirmou.

A secretária Municipal de Educação de Marabá, Marilza Leite, afirmou estar feliz e orgulhosa em participar do evento. “É de uma belezura, emocionante mesmo o desfile. As crianças deram um show de competência, civismo e de beleza. Gostaria de agradecer a todos da educação e demais parceiros que contribuíram para que esse evento pudesse acontecer”, comemorou.

O desfile durou quase 4 horas encerrando com a passagem das tropas da Polícia Militar, levando cerca de 200 militares em desfile a pé e equipados com materiais militares, além de viaturas especializadas de transporte e motocicletas.

Data festiva

Para o general de Brigada, Carlos Henrique Teche, comandante da 23ª Brigada de Infantaria de Selva, recém-chegado em Marabá e participando pela primeira vez do evento no município, o 7 de Setembro, que marca a independência do país, é uma data festiva, de civismo e de patriotismo. “Estamos felizes em poder participar, no meu caso, por exemplo, por se tratar do meu primeiro desfile. Os militares estão felizes de estarem aqui, com certeza será um grande desfile”, pontuou.

Destaque

Com direito a samba, um dos grandes destaques do desfile desta manhã foi o Colégio Militar Rio Tocantins (CMRio). Com banda própria, os 150 alunos arrancaram gritos e aplausos do público e das autoridades que acompanharam o evento na tribuna.

CMRio deu um verdadeiro show | Foto: Evangelista Rocha

(Karine Sued)

Mais

Filhote de jacaré surge em bueiro aberto na Folha 6

Filhote de jacaré surge em bueiro aberto na Folha 6

Um morador nada comum deu o “ar da graça” e surpreendeu a população da Folha 6. Um filhote de jacaré…
Tião Miranda publica Nota de Repúdio por pichação em sua residência

Tião Miranda publica Nota de Repúdio por pichação em sua residência

O prefeito Tião Miranda publicou, no final da tarde desta quinta-feira, 13, uma Nota de Repúdio contra manifestações de sindicalistas…
Pará recebe a maior remessa de vacinas contra Covid-19, com mais de 350 mil doses

Pará recebe a maior remessa de vacinas contra Covid-19, com mais de 350 mil doses

O Pará recebeu, na tarde desta quinta-feira (13), a maior remessa de doses de vacinas contra Covid-19,  com um total…
Descontos de IPVA para finais de placa 76 a 96 vão até 17 de maio

Descontos de IPVA para finais de placa 76 a 96 vão até 17 de maio

Os proprietários de veículos com final de placas 76 a 96 poderão pagar o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores…
Exposição homoerótica é cancelada em Belém e ecoa censura a 'Queermuseu'

Exposição homoerótica é cancelada em Belém e ecoa censura a 'Queermuseu'

Selecionada por um edital do Banco da Amazônia, a exposição “Suaves Brutalidades”, de Henrique Montagne Figueira, tinha um vernissage virtual…
Ataques armados a indígenas contrários à mineração ilegal podem se repetir no Pará, alerta MPF

Ataques armados a indígenas contrários à mineração ilegal podem se repetir no Pará, alerta MPF

O Ministério Público Federal (MPF) decidiu na terça-feira (11) solicitar a órgãos públicos a tomada de medidas para evitar que…