Correio de Carajás

Colisões deixam rastro de destruição em frente a motel de Marabá

Bombeiros tiveram de serrar as ferragens do caminhão para retirar Francisco Max, que estava preso na cabine / Foto: Video/divulgação
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A manhã desta terça-feira (29) começou com um misterioso acidente registrado em frente a um motel, na Rodovia Transamazônica (BR-230), sentido Vila São José, em Marabá. Até o momento, ninguém soube explicar de que forma três veículos se envolveram em duas colisões que deixaram, pelo menos, uma vítima gravemente ferida.

A primeira vítima foi identificada até o momento como Francisco Max da Silva Neves, 24 anos, funcionário da Hidral Fort, uma loja de peças e serviços hidráulicos, localizada a poucos metros de onde ocorreu o episódio.

Após o primeiro acidente, este Agile Chevrolet colidiu com a cabine do caminhão, que estava no meio da pista / Foto: Evangelista Rocha

A Reportagem do Portal Correio esteve no local às 9 horas da manhã desta terça-feira, 29, e conversou com Ana Cláudia, que reside exatamente em frente ao trecho onde o acidente ocorreu. Ela narra que era por volta das 2 horas da madrugada, quando escutou um forte estrondo vindo da rodovia, e que possivelmente o caminhão que Francisco dirigia teria batido na traseira de uma carreta. “Eu saí para ver o que tinha acontecido e me deparei com o acidente”, conta.

Leia mais:

O cenário do local, pelas imagens gravadas em vídeo por Ana Cláudia, era caótico. Max estava caído para fora da cabine de um caminhão de pequeno porte, ensanguentado e aparentemente inconsciente. O caminhão pertence à empresa em que a vítima trabalha e possuía uma carroceria, que estava vazia, de acordo com as imagens.

A batida parece ter sido tão forte, que a cabine do caminhão sacou da carroceria e ficou virada, entre as duas pistas de rolamento. E dentro dela, estava Francisco Max, desacordado.

Ana Cláudia informou ter acionado a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o socorro médico. Algum tempo depois, uma viatura do Corpo de Bombeiros e outra do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) chegaram para atender a ocorrência.

Não há informações do paradeiro do motorista do Agile Chevrolet / Foto: Evangelista Rocha

No vídeo, os bombeiros cerram as ferragens da cabine para libertar Max, que havia ficado preso, sendo logo em seguida levado para o Hospital Regional de Marabá, pela ambulância do SAMU.

A Reportagem entrou em contato com o HR, porém, a família de Max não autorizou a divulgação do seu quadro de saúde. Segundo o hospital, ele deu entrada por volta das 5 horas da manhã.

O Portal Correio foi até a Hidral Fort por volta de 9h30 para apurar mais informações sobre o ocorrido e um funcionário, que pediu reserva de seu nome, informou, que até aquele momento, ninguém na empresa sabia o que de fato aconteceu. “Chegamos aqui às 8 horas, como habitual, e foi quando tomamos conhecimento do acidente”, disse.

O caminhão da empresa possuía uma carroceria, que também foi danificada na colisão / Foto: Divulgação

Ainda segundo esse funcionário, Max não trabalhava na função de motorista e sim como atendente, inclusive, ninguém sabia que ele estava com o referido caminhão. “Descobrimos apenas que ele estava voltando para a empresa quando aconteceu o acidente”, finalizou.

Como se não bastasse o primeiro acidente, depois que Francisco foi retirado das ferragens e levado ao hospital, outro acidente aconteceu no mesmo local, envolvendo a cabine do caminhão, que estava solta na pista. Um veículo pequeno, modelo Chevrolet Agile, de cor branca, colidiu com a cabine do caminhão da Hidral Fort. “Esse carro bateu agora mais cedo. Quando acordei já estava assim”, conta Ana Cláudia, sem saber informar quem era o motorista e o seu paradeiro.

Durante boa parte da manhã, o trânsito permaneceu lento à medida que os destroços dos veículos eram removidos da rodovia. Informações detalhadas serão levantadas com a PRF para saber, o que de fato, aconteceu nos dois acidentes. (Zeus Bandeira)

Comentários

Mais

Criança morre esmagada por caçamba em Curionópolis

Criança morre esmagada por caçamba em Curionópolis

Um trágico acidente vitimou João Paulo Batista Lima, de 10 anos, no centro de Curionópolis nesta segunda-feira (26). A criança,…
Justiça Militar afasta um coronel e prende sargento

Justiça Militar afasta um coronel e prende sargento

A Justiça Militar do Pará afastou do cargo, na manhã desta segunda-feira, dia 26, a coronel Andréa Keyla Leal Rocha,…
Identificado PM que assassinou médico

Identificado PM que assassinou médico

Foi revelada a identidade do policial militar que matou o jovem médico Bruno Calaça Barbosa, de 24 anos, na madrugada…
Quatro mortos em confronto com a Polícia Militar

Quatro mortos em confronto com a Polícia Militar

Em Ourilândia do Norte, o domingo (25) foi de confrontos entre a Polícia Militar e membros de uma facção criminosa…
Briga de irmãos vai parar na delegacia, mas... ficou “tudo bem”

Briga de irmãos vai parar na delegacia, mas... ficou “tudo bem”

Quem já leu a Bíblia sabe que Adão e Eva, após serem expulsos do Jardim do Éden, tiveram dois filhos:…
Guarda é solto e Justiça determina que corregedorias da PC e da PM investiguem abuso de autoridade

Guarda é solto e Justiça determina que corregedorias da PC e da PM investiguem abuso de autoridade

O Guarda Municipal Robson Leite Gomes, preso no sábado (24) sob a acusação de desacato, perturbação, desobediência, resistência e porte…