Correio de Carajás

Castanheiras tiram a paz de moradores da Vila São José

As árvores centenárias têm danificado telhados e apresentando riscos de cair / Foto: Evangelista Rocha
As árvores centenárias têm danificado telhados e apresentando riscos de cair / Foto: Evangelista Rocha
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Duas castanheiras estão tirando a paz dos moradores da Rua São Benedito, na Vila São José, zona rural de Marabá. Uma delas está viva e a outra morta há anos.  Os galhos das duas já danificaram o telhado de residências próximas. Lorena Alves é moradora da via e a casa dela fica embaixo de uma das árvores. A mulher relata que já teve o telhado várias vezes danificado pelos galhos e ouriços que despencam.

Lorena quase não fica mais em casa por medo de um acidente com os filhos / Foto: Evangelista Rocha

“Eu tenho três filhos pequenos e fico muito preocupada, pois pode acontecer um acidente a qualquer momento. Ultimamente, tenho até ficado mais na casa da minha mãe porque não tem condições ficar aqui correndo esse risco”, teme Lorena.

Para se prevenir, Lorena deixa algumas telhas de reserva para reparar o telhado / Foto: Evangelista Rocha

Nos fundos da casa de Lorena, há várias telhas que ela já deixa guardadas para repor, caso mais galhos e ouriços venham a quebrar o telhado. “É o único jeito, se não fico com o teto da minha casa exposto”, diz Lorena.

Leia mais:

Os problemas não param por aí, pois a mãe de Italo Souza precisou sair da residência em que morava, ao lado de Lorena, por não ter condições de realizar periodicamente os reparos do telhado.

Apesar de morar um pouco mais distante, Italo ainda tem receio de uma possível queda da árvore morta / Foto: Evangelista Rocha

“Minha mãe deixou a casa, por não poder estar conseguindo consertar direto o telhado, pois tem idade avançada. Então eu e minha esposa construímos nossa casa aqui atrás, para aproveitar o terreno, mas ainda assim sinto receio da castanheira que está morta vir a cair”, relata Italo.

Segundo os moradores, a presidência da Associação dos Moradores da Vila São José já encaminhou diversos ofícios para a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) e até mesmo ao Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), pedindo a remoção da árvore, porém, nada foi feito.

PREFEITURA GARANTE PODA

O Portal Correio entrou em contato com a Prefeitura de Marabá, ainda na segunda-feira (3), quando as entrevistas foram feitas com os moradores, e a assessoria de comunicação afirmou que “a Semma já está em processo para poda da árvore. A tratativa está em encaminhamento, e o mais breve possível, com as devidas licenças, a árvore será retirada, ou a poda será efetuada”. O posicionamento se refere apenas à árvore morta.

A Semma confirmou que irá podar a castanheira morta / Foto: Evangelista Rocha

Mais tarde, ainda na segunda, a Assessoria de Comunicação encaminhou para a Reportagem do Portal Correio a autorização de poda da castanheira que está morta. Segundo o documento, foi realizada vistoria técnica no dia 1º de junho, resultando no laudo de vistoria em anexo com a autorização. Confira o DOCUMENTO. (Zeus Bandeira)

Mais

Helder inaugura, entrega cheques e assina ordens de serviço em Marabá

Helder inaugura, entrega cheques e assina ordens de serviço em Marabá

Em visita a Marabá nesta quarta-feira (12) o governador Helder Barbalho rodou a cidade fazendo inaugurações, assinando ordens de serviço,…
Cruzamento na VS-10 causa graves acidentes de trânsito

Cruzamento na VS-10 causa graves acidentes de trânsito

Um cruzamento entre a Avenida VS-10 e a Rua Florita, na altura do Bairro Morada Nova, em Parauapebas, tem causado…
Sete em cada dez empreendedores fizeram vendas online na pandemia

Sete em cada dez empreendedores fizeram vendas online na pandemia

Sete em cada dez micro, pequenas ou médias empresas (73,4%) do país estão fazendo vendas online durante a pandemia do novo coronavírus.…
Brasil inaugura primeira antena rural para a internet 5G

Brasil inaugura primeira antena rural para a internet 5G

O Brasil já tem instalada a sua primeira antena rural destinada à quinta geração de internet (5G). A tecnologia funcionará,…
Defensoria recomenda vacina a pessoas presas de grupos prioritários

Defensoria recomenda vacina a pessoas presas de grupos prioritários

A Defensoria Pública do Pará (DPE) emitiu uma recomendação ao Governo do Estado para que as pessoas privadas de liberdade…
Comissão da OMS faz recomendações para evitar próxima pandemia

Comissão da OMS faz recomendações para evitar próxima pandemia

Um novo sistema global transparente deveria ser criado para apurar surtos de doenças, habilitando a Organização Mundial da Saúde (OMS)…