Correio de Carajás

Casal arromba loja na Folha 28 e vai preso em Morada Nova

O casal foi flagrado no interior da loja, “catando” tudo que podia/Foto: Reprodução
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O casal Oclimar Vieira da Silva e Zilda Ribeiro da Silva foi preso na manhã desta sexta-feira (19), sob acusação de ter arrombado uma loja de produtos eletroeletrônicos na Folha 28 (Nova Marabá). Como o arrombamento aconteceu durante a madrugada, a prisão do casal se deu em flagrante. Detalhe: os acusados foram apanhados em Morada Nova, a mais 20 km de distância do local onde aconteceu o furto.

Outro detalhe interessante no caso é que eles foram descobertos graças à tecnologia. É que Oclimar e Zilda foram filmados pelo circuito interno de TV da loja, que fica na entrada da praça de alimentação da feirinha. Assim que os proprietários da loja chegaram ao estabelecimento e se depararam com o crime, eles divulgaram para a polícia os vídeos com os acusados furtando os aparelhos no interior da loja. Mais uma vez, a tecnologia entrou em ação, pois as imagens foram disparadas nos grupos de WhatsApp da polícia.

Foi assim que os militares lotados no 13º Posto Policial Destacado (PPD) de Morada Nova identificaram o casal de gatunos, pois Oclimar e Zilda costumam perturbar o sossego lá em Morada Nova, cometendo pequenos delitos.

Leia mais:

De posse dessa informação, os militares seguiram até a Rua André Azio, Bairro Jardim Coelhão (Núcleo Morada Nova) e bateram à porta da moradia dos suspeitos. Quando eles abriram as portas e viram os homens da lei, ficaram sem alternativa: entregaram os objetos que ainda estavam em seu poder, pois não tiveram tempo sequer de revender ou trocar os produtos furtados.

Na delegacia, eles não quiseram conversar com a Imprensa. Mas em poder da dupla foram apreendidos 20 objetos, entre brinquedos, carregadores, capas de celular e caixas de som. O arrombamento aconteceu um pouquinho antes das 2h30 da manhã desta sexta.

MAIS UM

Na filmagem, logo depois que o casal deixa a loja, aparece um terceiro indivíduo, que foi identificado até o momento apenas pelo apelido de “Índio”. De acordo com o que foi levantado pela polícia, até aqui o tal “Índio” atua na área da Folha 28 mesmo. Os policiais também estão no encalço dele. (Chagas Filho e Josseli Carvalho)

Comentários

Mais

Cães da Guarda Municipal localizam drogas outra vez

Cães da Guarda Municipal localizam drogas outra vez

A Polícia Militar e a Guarda Municipal apreenderam quase 6 quilos de drogas (mais de 4 kg de maconha e…
Mandante e executor são presos pela Civil

Mandante e executor são presos pela Civil

Dois homens foram presos acusados de envolvimento na morte do traficante Danielson Moreira Carvalho, o Dani, 30 anos, executado com…
Matador de jovem em fila de mercado pega 12 anos

Matador de jovem em fila de mercado pega 12 anos

Esta semana, o Tribunal do Júri, em Marabá, condenou a 12 anos de prisão, Geilson Cezário de Souza a 12…
Mais cinco morrem em confronto com a PM

Mais cinco morrem em confronto com a PM

Cinco acusados de integrar a facção criminosa Comando Vermelho (CV) foram mortos a tiros durante confronto com a polícia na…
Defensores de empresários e advogado falam sobre prisões em Parauapebas

Defensores de empresários e advogado falam sobre prisões em Parauapebas

Os advogados Geovane Oliveira Junior e Abraunienes Faustino de Sousa concederam entrevistas na tarde desta quarta-feira (23) se posicionando sobre…
Empresários e advogado são presos por prostituição de adolescentes em Parauapebas

Empresários e advogado são presos por prostituição de adolescentes em Parauapebas

A Polícia Civil cumpriu mandados de prisão contra os empresários Mauro de Souza Davi, o Marola, que atua na promoção…