Correio de Carajás

Captação da poupança bate recorde para meses de julho

Foto: reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Aplicação financeira mais tradicional dos brasileiros, a caderneta de poupança voltou a atrair o interesse dos brasileiros em meio à pandemia provocada pelo novo coronavírus (covid-19). No mês passado, os investidores depositaram R$ 27,14 bilhões a mais do que retiraram da aplicação, informou nesta quinta-feira (6) o Banco Central. Em julho do ano passado, os brasileiros tinham sacado R$ 1,61 bilhão a mais do que tinham depositado.

O resultado de julho é o maior já registrado para o mês desde o início da série histórica, em 1995. Com o resultado do mês passado, a poupança acumula entrada líquida de R$ 111,58 bilhões nos sete primeiros meses do ano.

A aplicação tinha começado o ano no vermelho. Em janeiro e fevereiro, os brasileiros retiraram R$ 15,93 bilhões a mais do que depositaram. A situação começou a mudar em março, com o início da pandemia da covid-19, quando os depósitos passaram a superar os saques.

Leia mais:

O interesse dos brasileiros na poupança se mantém apesar da recuperação da bolsa de valores nos últimos meses e da melhora das condições de outros investimentos, como títulos do Tesouro. Nos dois primeiros meses da pandemia, as turbulências no mercado financeiro fizeram investidores migrar para a caderneta.

Rendimento

Com rendimento de 70% da Taxa Selic (juros básicos da economia), a poupança atraiu mais recursos mesmo com os juros básicos em queda. Com as recentes reduções na taxa Selic, o investimento está rendendo menos que a inflação.

Nos 12 meses terminados em julho, a aplicação rendeu 3,12%, segundo o Banco Central. No mesmo período, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15), que serve como prévia da inflação oficial, atingiu 2,13%. O IPCA cheio de junho será divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) amanhã (7).

Para este ano, o boletim Focus, pesquisa com instituições financeiras divulgada pelo Banco Central, prevê inflação oficial de 1,63% pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Com a atual fórmula, a poupança renderia 1,4% este ano, caso a Selic de 2% ao ano, definida ontem (5) pelo Banco Central, estivesse em vigor desde o início do ano. No entanto, como a taxa foi sendo reduzida ao longo dos últimos meses, o rendimento acumulado será um pouco maior.

Histórico

Até 2014, os brasileiros depositaram mais do que retiraram da poupança. Naquele ano, as captações líquidas chegaram a R$ 24 bilhões. Com o início da recessão econômica, em 2015, os investidores passaram a retirar dinheiro da caderneta para cobrir dívidas, em um cenário de queda da renda e de aumento de desemprego.

Em 2015, R$ 53,57 bilhões foram sacados da poupança, a maior retirada líquida da história. Em 2016, os saques superaram os depósitos em R$ 40,7 bilhões. A tendência inverteu-se em 2017, quando as captações excederam as retiradas em R$ 17,12 bilhões, e em 2018, com captação líquida de R$ 38,26 bilhões. Em 2019, a poupança registrou captação líquida de R$ 13,23 bilhões. (Agência Brasil)

Comentários

Mais

Mudanças na Transamazônica começam a funcionar nesta sexta-feira (6)

Mudanças na Transamazônica começam a funcionar nesta sexta-feira (6)

Os motoristas que trafegam pela rodovia Transamazônica poderão utilizar as mudanças das novas rotas já nesta sexta-feira (6). As equipes…
Pará recebe mais uma remessa de vacina contra a Covid-19 nesta quinta-feira (5)

Pará recebe mais uma remessa de vacina contra a Covid-19 nesta quinta-feira (5)

O Pará recebeu, na tarde desta quinta-feira (5), mais 97.110 doses da vacina Pfizer. Esta é a 52º remessa que…
MP diz que Sérgio Hondjakoff era mantido em cárcere privado em clínica, ator nega

MP diz que Sérgio Hondjakoff era mantido em cárcere privado em clínica, ator nega

O ator Sérgio Hondjakoff, de 37 anos, conhecido por fazer o personagem Cabeção em “Malhação”, da TV Globo, estava entre os internos…
Biomédica que ajudou a sequenciar DNA do coronavírus é homenageada com boneca

Biomédica que ajudou a sequenciar DNA do coronavírus é homenageada com boneca

A biomédica brasileira Jaqueline Góes de Jesus foi uma das cientistas escolhidas pela fabricantes de brinquedos Mattel para ser homenageada…
Transformação digital é desafio do MEC com volta de aulas presenciais

Transformação digital é desafio do MEC com volta de aulas presenciais

O secretário-executivo do Ministério da Educação (MEC) Victor Godoy Veiga afirmou hoje (5) que o retorno às aulas presenciais nas escolas públicas de todo o país…
Butantan recebe matéria-prima para 8 milhões de doses de vacina

Butantan recebe matéria-prima para 8 milhões de doses de vacina

O Instituto Butantan recebeu, hoje (5), mais 4 mil litros de insumo farmacêutico ativo (IFA), o suficiente para produzir cerca…