Correio de Carajás

Cão farejador encontra drogas

Uma ação rápida, ontem (17), da Guarda Municipal de Marabá (GM) resultou na prisão de um casal acusado de tráfico de drogas e na apreensão de um adolescente infrator que seria foragido do Centro de Internação do Adolescente Masculino (CIAM). Vale dizer que nesse caso a ação foi bem sucedida graças a uma das armas da Guarda Municipal no enfrentamento às drogas: o cachorro Zyah.

Os acusados são Andrew de Souza Costa, de 25 anos, e uma adolescente. Eles foram apresentados na 21ª Seccional Urbana da Polícia Civil em Marabá junto com um adolescente infrator, que ficou de ser entregue aos cuidados do CIAM, de onde é foragido.

De acordo com o guarda Presley, da Guarda Municipal, já faz bastante tempo que são feitas denúncias de que traficantes estão agindo na Praça do Novo Horizonte em plena luz do dia, provavelmente se aproveitando do fato de o local ser deserto durante a tarde, recebendo maior movimento apenas a partir das 18 horas, que é quando vendedores de comida abrem seus empreendimentos ambulantes.

Leia mais:

Diante dessa situação, a Guarda Municipal montou uma equipe com apoio de sua ronda motorizada e também do canil, e é justamente aí que se destaca o cão farejador Zyah. Ele farejou os papelotes de maconha que estavam espalhados em vários pontos da praça e até mesmo enterrados. O material apreendido serviu de prova contra os acusados, já que em poder da acusada menor de idade foi apreendida pequena quantidade que poderia render apenas uma autuação por consumo.

Perguntado qual o tamanho da participação de Zyah na operação, o guarda Presley foi taxativo: “Teve participação fundamental porque a droga estava espalhada no local, então tivemos que usar o cão na varredura”.

O guarda municipal explica que essa prática de esparramar a droga em vários locais é comum por parte dos traficantes e tem o objetivo justamente de dificultar as buscas e impedir que toda a droga seja encontrada.

Ao fazerem isso, os traficantes buscam ser enquadrados apenas como usuários de drogas e não pelo crime de venda de substância entorpecente, de modo que acabam nem ficando presos e ainda conseguem voltar e recuperar parte da droga que ficou escondida.

 Saiba Mais – Zyah é um Pastor Belga Molinois, de 2 ano e 10 meses, que assim como o nome, os comandos dados a ele são em francês. O cão também atende a comandos em inglês e passa por uma rotina de treinamento que explora a capacidade de concentração dessa raça. Por isso, Zyah é o cão farejador da GM e participa das abordagens de veículos, imóveis e de pessoas em busca de substâncias entorpecentes ou mesmo de armas.

(Chagas Filho com informações de Evangelista Rocha)

Uma ação rápida, ontem (17), da Guarda Municipal de Marabá (GM) resultou na prisão de um casal acusado de tráfico de drogas e na apreensão de um adolescente infrator que seria foragido do Centro de Internação do Adolescente Masculino (CIAM). Vale dizer que nesse caso a ação foi bem sucedida graças a uma das armas da Guarda Municipal no enfrentamento às drogas: o cachorro Zyah.

Os acusados são Andrew de Souza Costa, de 25 anos, e uma adolescente. Eles foram apresentados na 21ª Seccional Urbana da Polícia Civil em Marabá junto com um adolescente infrator, que ficou de ser entregue aos cuidados do CIAM, de onde é foragido.

De acordo com o guarda Presley, da Guarda Municipal, já faz bastante tempo que são feitas denúncias de que traficantes estão agindo na Praça do Novo Horizonte em plena luz do dia, provavelmente se aproveitando do fato de o local ser deserto durante a tarde, recebendo maior movimento apenas a partir das 18 horas, que é quando vendedores de comida abrem seus empreendimentos ambulantes.

Diante dessa situação, a Guarda Municipal montou uma equipe com apoio de sua ronda motorizada e também do canil, e é justamente aí que se destaca o cão farejador Zyah. Ele farejou os papelotes de maconha que estavam espalhados em vários pontos da praça e até mesmo enterrados. O material apreendido serviu de prova contra os acusados, já que em poder da acusada menor de idade foi apreendida pequena quantidade que poderia render apenas uma autuação por consumo.

Perguntado qual o tamanho da participação de Zyah na operação, o guarda Presley foi taxativo: “Teve participação fundamental porque a droga estava espalhada no local, então tivemos que usar o cão na varredura”.

O guarda municipal explica que essa prática de esparramar a droga em vários locais é comum por parte dos traficantes e tem o objetivo justamente de dificultar as buscas e impedir que toda a droga seja encontrada.

Ao fazerem isso, os traficantes buscam ser enquadrados apenas como usuários de drogas e não pelo crime de venda de substância entorpecente, de modo que acabam nem ficando presos e ainda conseguem voltar e recuperar parte da droga que ficou escondida.

 Saiba Mais – Zyah é um Pastor Belga Molinois, de 2 ano e 10 meses, que assim como o nome, os comandos dados a ele são em francês. O cão também atende a comandos em inglês e passa por uma rotina de treinamento que explora a capacidade de concentração dessa raça. Por isso, Zyah é o cão farejador da GM e participa das abordagens de veículos, imóveis e de pessoas em busca de substâncias entorpecentes ou mesmo de armas.

(Chagas Filho com informações de Evangelista Rocha)

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.