Condutor do caminhão dá sua versão do acidente a agentes da PRF/ Fotos: Josseli Carvalho
Ads

Raquel de Souza Ferreira, de 30 anos de idade, teve a cabeça atingida por um caminhão, nas margens da Rodovia BR-222, no início da tarde da última quinta-feira (1º). O acidente aconteceu perto da ponte do Igarapé Flecheira, na saída de Morada Nova, onde a vítima morava. Segundo testemunhas da tragédia, ela estava andando na beira da pista de rolamento da rodovia quando foi atropelada.

Raquel Ferreira recebeu uma forte pancada na cabeça e não resistiu
Ads

No local do acidente, o condutor do caminhão, José Luiz Beta, que é motorista há 30 anos, disse que estava vindo do Estado do Amapá com destino a Marabá, com uma carga de sucata. Ele afirma que estava no máximo a 60 km/h quando tudo aconteceu.

Ainda de acordo com José Luiz, a mulher estava andando na pista, de modo que ele se desviou dela e seguiu o caminho sem perceber que havia atingido a pedestre. Somente mais à frente foi alcançado por uma viatura da Polícia Militar que o informou que ele havia atropelado alguém.

Também ouvida pela reportagem, Marilene Alves de Souza, conhecida da vítima, disse que Raquel voltava do igarapé Flecheira, onde existe um balneário, em companhia do marido. Ainda segundo Marilene, a vítima caminhava de um lado da pista e o marido do outro.

O corpo de Raquel deve ser sepultado hoje, ás 10h da manhã, no Cemitério do Murumuru. (Chagas Filho – com informações de Josseli Carvalho)

Ads