Correio de Carajás

Bando ataca Banpará e faz reféns

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Moradores da pequena cidade de Medicilândia, no sudoeste do Pará, viveram momentos de terror nas mãos de uma quadrilha que assaltou a agência do Banco do Estado do Pará (Banpará), por volta de meio-dia desta sexta-feira (13). Os criminosos fugiram da cidade em duas caminhonetes, levando reféns como escudos humanos na carroceira e até mesmo no capô dos veículos. Diante Da gravidade do caso, militares do Grupamento Tático Operacional (GTO) do 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM) de Santarém, oeste do Pará, foram deslocados para ajudar na captura da quadrilha.

Segundo informações prestadas pelo coronel Héldson Tomaso, que chefia o Comando de Policiamento Regional 1 (CPR-1), quatro homens do GTO seguiram no início da tarde em uma viatura. A polícia montou um cerco no município de Placas para evitar a fuga dos criminosos pelas estradas da região. Barreiras foram montadas nas estradas, principalmente na rodovia BR-163.

Ainda de acordo com o relato da Polícia Militar, a quadrilha chegou ao local em duas caminhonetes e foram logo efetuando disparos em direção ao banco. Depois, eles invadiram a agência e saquearam valores que ainda não foram divulgados. A ação durou pouco tempo, até que eles fugiram levando pelo menos uns seis clientes como reféns dentro dos veículos, conforme filmagem feita por um morador que acompanhou o momento da fuga e divulgou as imagens nas redes sociais.

Leia mais:

Uma das caminhonetes usadas pelos assaltantes foi liberada em um Travessão ao sul do centro da cidade, onde os reféns foram liberados e não há informação de feridos entre eles. Na agência bancária uma pessoa que estava no caixa do auto-atendimento, foi baleada mas não corre risco de morrer.

Os suspeitos fugiram por uma vicinal em direção a zona rural do município. Até a noite de ontem, um helicóptero do Grupamento Aéreo (GRAER) e policiais militares estavam apoiando nas buscas. Uma equipe da Delegacia de Repressão a Roubos a Bancos foi acionada de Belém para assumir as investigações.

Saiba Mais

Há alguns meses, Medicilândia foi alvo de outro assalto, durante a madruga em uma agência do Banco do Brasil. Na época a cidade ficou abalada pelas diversas ações dos bandidos que atacaram o quartel da Polícia Militar e um hospital, fazendo muitos reféns. (Da Redação)

 

Moradores da pequena cidade de Medicilândia, no sudoeste do Pará, viveram momentos de terror nas mãos de uma quadrilha que assaltou a agência do Banco do Estado do Pará (Banpará), por volta de meio-dia desta sexta-feira (13). Os criminosos fugiram da cidade em duas caminhonetes, levando reféns como escudos humanos na carroceira e até mesmo no capô dos veículos. Diante Da gravidade do caso, militares do Grupamento Tático Operacional (GTO) do 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM) de Santarém, oeste do Pará, foram deslocados para ajudar na captura da quadrilha.

Segundo informações prestadas pelo coronel Héldson Tomaso, que chefia o Comando de Policiamento Regional 1 (CPR-1), quatro homens do GTO seguiram no início da tarde em uma viatura. A polícia montou um cerco no município de Placas para evitar a fuga dos criminosos pelas estradas da região. Barreiras foram montadas nas estradas, principalmente na rodovia BR-163.

Ainda de acordo com o relato da Polícia Militar, a quadrilha chegou ao local em duas caminhonetes e foram logo efetuando disparos em direção ao banco. Depois, eles invadiram a agência e saquearam valores que ainda não foram divulgados. A ação durou pouco tempo, até que eles fugiram levando pelo menos uns seis clientes como reféns dentro dos veículos, conforme filmagem feita por um morador que acompanhou o momento da fuga e divulgou as imagens nas redes sociais.

Uma das caminhonetes usadas pelos assaltantes foi liberada em um Travessão ao sul do centro da cidade, onde os reféns foram liberados e não há informação de feridos entre eles. Na agência bancária uma pessoa que estava no caixa do auto-atendimento, foi baleada mas não corre risco de morrer.

Os suspeitos fugiram por uma vicinal em direção a zona rural do município. Até a noite de ontem, um helicóptero do Grupamento Aéreo (GRAER) e policiais militares estavam apoiando nas buscas. Uma equipe da Delegacia de Repressão a Roubos a Bancos foi acionada de Belém para assumir as investigações.

Saiba Mais

Há alguns meses, Medicilândia foi alvo de outro assalto, durante a madruga em uma agência do Banco do Brasil. Na época a cidade ficou abalada pelas diversas ações dos bandidos que atacaram o quartel da Polícia Militar e um hospital, fazendo muitos reféns. (Da Redação)

 

Comentários

Mais

Colisão de motos deixa dois mortos e um ferido no bairro Betânia

Colisão de motos deixa dois mortos e um ferido no bairro Betânia

Por volta das 15 horas deste sábado (17), uma colisão frontal entre duas motos no bairro Betânia, em Parauapebas, resultou…
Trio é detido por tráfico no bairro Altamira

Trio é detido por tráfico no bairro Altamira

Na noite desta sexta-feira (16), a policia autuou três jovens por tráfico de drogas no bairro Altamira, em Parauapebas. Viniciu…
Menor de idade é baleado no bairro Liberdade

Menor de idade é baleado no bairro Liberdade

Na noite desta sexta-feira (16), um menor de idade foi alvejado no antebraço em sua casa, no bairro Liberdade, em…
Dr. Jairinho é investigado por agressões a três crianças; entenda

Dr. Jairinho é investigado por agressões a três crianças; entenda

Com o novo depoimento de uma ex-namorada de Dr. Jairinho, Débora Melo Saraiva, já são três casos investigados pela polícia sobre crianças…
Drogas levam dois à cadeia em Marabá

Drogas levam dois à cadeia em Marabá

Os indivíduos Wagner Souza Andrade e Rodrigo Nascimento foram presos pela Polícia Militar por volta das 4h30 da madrugada desta…
Defensor marabaense alerta sobre “stalking”, que agora é crime

Defensor marabaense alerta sobre “stalking”, que agora é crime

No dia 1º de abril de 2021, entrou em vigor a Lei 14.132/2021, que inclui no Código Penal Brasileiro, o…