Correio de Carajás

Bancos concedem mais crédito a empreendedores mais velhos, diz estudo

Foto: Marcello Casal Jr

ECONOMIA

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Pesquisa é do Sebrae em parceria com a Fundação Getúlio Vargas

Pessoas com mais de 65 anos que são donas do próprio negócio têm mais facilidade para conseguir crédito junto aos bancos. De acordo com a 11ª edição da pesquisa “O Impacto da pandemia do coronavírus nos Pequenos Negócios”, realizada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), 66% dos empreendedores com mais de 65 anos, que procuraram as instituições financeiras, conseguiram empréstimos.

O resultado é superior à média geral, que é de 52%. E quando comparada com os empreendedores mais novos, a diferença é ainda maior. Entre os donos de pequenos negócios com até 24 anos, as respostas são positivas em 35% das solicitações.

Para o Sebrae, além da experiência de gestão, os bancos levam em consideração o histórico bancário na hora de conceder um empréstimo, o que influencia diretamente nesse resultado.

Leia mais:

A pesquisa mostra que a taxa de sucesso no pedido de crédito aumenta conforme cresce a idade do empreendedor. Para o público de 36 e 45 anos, as respostas foram afirmativas em 51%; entre os de 46 e 55 anos, 53% de sucesso e entre a faixa de 56 e 65 anos, 57%.

Mulheres superam os homens

Além dos empreendedores da terceira idade, as mulheres também recebem mais respostas positivas do que os homens. Enquanto elas têm uma taxa de sucesso em 54% das solicitações, entre os homens, esse percentual cai para metade dos pedidos.

Segundo o Sebrae, desde abril do ano passado, as pesquisas de impacto têm detectado um aumento na solicitação e na concessão de crédito para os pequenos negócios. Em abril de 2020, 30% das empresas procuravam crédito, mas apenas 11% conseguiam uma resposta positiva. Já até maio de 2021, metade dos pequenos negócios já haviam recorrido a crédito e destes, 52% atingiram seu objetivo.

A expectativa da entidade é que a procura por crédito aumente ainda mais. Segundo a pesquisa, entre os empreendedores que procuraram crédito desde o início da pandemia, 45% deles recorreram às instituições financeiras em 2021. (Agência Brasil)

Comentários

Mais

Líder da Fetraf estadual perde luta contra o câncer

Líder da Fetraf estadual perde luta contra o câncer

Nesta terça-feira, dia 27, Viviane Pereira de Oliveira, a popular Vivian, perdeu a luta de oito anos contra um tumor…
Moradores da Vila do Rato aprovam ponte interligando ao Bairro Amapá

Moradores da Vila do Rato aprovam ponte interligando ao Bairro Amapá

Após a notícia da possível construção de uma ponte interligando os bairros Amapá e Marabá Pioneira, passando pela Vila Canaã…
Professores de Marabá voltam às escolas dia 9 de agosto

Professores de Marabá voltam às escolas dia 9 de agosto

Pela primeira vez, desde o início da pandemia, em março de 2020, todos os professores da rede municipal de Educação…
Enfermeiros consolam homem com fobia de agulha para vaciná-lo na Paraíba [VÍDEO]

Enfermeiros consolam homem com fobia de agulha para vaciná-lo na Paraíba [VÍDEO]

Brincadeiras à parte, muitos adultos possuem fobia de agulha – uma condição conhecida como ‘Aicmofobia‘. Esse pavor inconsciente por vezes…
Presidente do Flamengo e mais quatro são denunciados pelo MPF por prejuízo a fundos de pensão

Presidente do Flamengo e mais quatro são denunciados pelo MPF por prejuízo a fundos de pensão

O Ministério Público Federal de Brasília denunciou à Justiça o presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, e outras quatro pessoas pelo…
Butantan entrega mais 1,5 milhão de doses de CoronaVac

Butantan entrega mais 1,5 milhão de doses de CoronaVac

O Instituto Butantan entregou hoje (28) mais 1,5 milhão de doses de CoronaVac, vacina contra a covid-19 desenvolvida em parceria…