Correio de Carajás

Azul apresenta nesta terça plano de expansão para o Pará

Azul possui uma vasta rede doméstica, além de ligações interestaduais também a partir de Marabá

AVIAÇÃO AÉREA

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Atualmente, a companhia atende cinco municípios paraenses. A empresa interliga Belém a Altamira, Santarém, Marabá e Carajás

Nesta terça-feira (14) será apresentado ao governador do Pará, Helder Barbalho, o plano de expansão da malha viária da Azul Linhas Aéreas. O diretor de Relações Institucionais da Azul, será o responsável pelas explanações. Além do chefe do executivo estadual, participa da reunião o secretário de Turismo do Pará, André Dias.

Atualmente, a Azul atende cinco municípios paraenses. A empresa interliga Belém a Altamira, Santarém, Marabá e Carajás. Além disso, a Azul possui uma vasta rede doméstica a partir do aeroporto de Belém, além de ligações interestaduais também a partir de Marabá, Santarém e Carajás.

Inicialmente, o plano de expansão contempla três fases. Na primeira, prevista para novembro deste ano, por meio da sua subsidiária Azul Conecta, a companhia passaria a atender mais 9 destinos: Itaituba, Porto Trombetas, Breves, Monte Dourado, Almeirim, Juruti, Monte Alegre, Óbidos e Oriximiná.

Leia mais:

Em dezembro de 2021, a segunda fase do plano prevê a introdução de operações em Salinópolis, Tucuruí e Paragominas com serviços da Azul Conecta, desde que estejam com a certificação da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e a infraestrutura local suporte a operação regular e segura do Cessna Gran Caravan, conforme os minimos requeridos pela ANAC e pelos padrões operacionais da Azul. Caso contrário, tal operação será iniciada sempre 45 dias após a disponibilização da referida infraestrutura.

Por fim, em abril de 2022, as localidades de Itaituba e Porto Trombetas passarão a ser atendidas pela Azul com aeronaves ATR 72-600, cumprindo assim a última etapa do plano de expansão da companhia. A diretoria da empresa informa ainda que não refuta a possibilidade de voltar a ter voos internacionais em Belém. Porém, diante do cenário de intensa incerteza e imprevisibilidade do transporte aéreo internacional, e mesmo, da economia brasileira, não tem com estabelecer um projeto nesse sentido.

Comentários

Mais

Anvisa determina recolhimento de lote com mais de 40 mil doses de Coronavac no Pará

Anvisa determina recolhimento de lote com mais de 40 mil doses de Coronavac no Pará

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou o recolhimento de 25 lotes de vacinas Coronavac, entre eles o lote…
Prazo para prova de vida acaba dia 30 para aposentados e pensionistas

Prazo para prova de vida acaba dia 30 para aposentados e pensionistas

Aposentados, pensionistas e anistiados políticos civis que ainda não fizeram, junto ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), a comprovação…
Usuários de mototáxi em Marabá denunciam cobrança acima da tabela

Usuários de mototáxi em Marabá denunciam cobrança acima da tabela

Vários usuários do serviço de mototáxi em Marabá estão revoltados com a cobrança que os condutores estão fazendo, acima da…
Pará registra 589.628 casos e 16.630 mortes pela Covid-19

Pará registra 589.628 casos e 16.630 mortes pela Covid-19

O Pará contabilizou mais 376 casos de Covid-19 e 6 mortes causada pela doença. Segundo o boletim divulgado pela Secretaria…
NÃO É FAKE: Conta de luz da Equatorial Energia pode ser paga pelo PIX

NÃO É FAKE: Conta de luz da Equatorial Energia pode ser paga pelo PIX

Os clientes do Grupo Equatorial Energia poderão pagar seus boletos através do PIX. A partir de 20 de setembro, os…
Dona de boate morre em acidente na BR-155

Dona de boate morre em acidente na BR-155

Uma caminhonete com cinco passageiros tombou nesta quinta-feira, 23, na Rodovia BR-155, entre Redenção e Pau D’arco, na região sul…