Ads

A Polícia Militar de Itupiranga informou nesta segunda-feira (5) ter prendido um homem na noite de ontem, domingo (4), acusado de envolvimento em um assalto a uma residência do município, distante 40 quilômetros de Marabá. Segundo os policiais, por volta das 21h30, o órgão foi acionado e uma guarnição seguiu para o endereço de um casal de idosos que denunciava ter sido vítima de um crime.

Ads

As vítimas relataram que três homens participaram do crime, sendo que dois entraram na casa pulando o muro e o terceiro permaneceu cuidando o movimento do lado de fora. Os assaltantes que entraram, informaram os idosos, estavam escondendo o rosto com capuzes.

No interior da casa fizeram os proprietários reféns. As vítimas afirmam que não ofereceram qualquer resistência, mas ainda assim foram ameaçadas, inclusive com faca colocada nos pescoços deles. Os assaltantes então começaram a juntar objetos e devido à quantidade de produtos começam a colocá-los no carro da dona da casa, uma Fiat Strada, com intenção de fugirem no automóvel, trancando o casal de idosos no banheiro.

A Polícia Militar, ao anotar a placa do veículo roubado, começou a realizar buscas na cidade e fazer levantamento sobre possíveis rotas de fuga. Enquanto trafegavam pelas ruas, o carro da vítima cruzou com a viatura, em alta velocidade e seguindo na direção contrária. Os policiais rapidamente deram a volta e passaram a acompanhar os suspeitos, que tentavam fugir pulando todas as lombadas.

Mais à frente o carro foi alcançado e era conduzido por Aneilson Castro Miranda, acompanhado de duas mulheres e um adolescente, suspeito de também ter participado do assalto. Aneilson confessou a participação e levou os militares até uma resistência na Rua Alfredo Ribeiro, Bairro Mutirão, onde foi localizada parte dos objetos roubados da casa.

Foram recuperados R$ 275, aparelhos celulares, caixas de som, aparelho de DVD, televisores, filmadoras, computador, joias, perfumes, cremes corporais, maquiagem e até roupas. Questionado sobre o restante das coisas, Aneilson informou que um dos comparsas havia ficado com o restante. A identificação dessa pessoa deverá ser investigada pela Polícia Civil, onde Aneilson foi apresentado e autuado. (Luciana Marschall)

Ads