Correio de Carajás

Anvisa autoriza importação excepcional da vacina Sputnik V

Foto: Vladimir Gerdo/TASS/Reuters
Foto: Vladimir Gerdo/TASS/Reuters
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A autorização, sob condições controladas, é para 7 estados

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concedeu autorização, por meio do Circuito Deliberativo nº 539/2021, para a importação excepcional da vacina Sputnik V pelos estados do Rio Grande do Norte, de Mato Grosso, Rondônia, do Pará, Amapá, da Paraíba e de Goiás.

Assim como deliberado no dia 4 de junho, na 9ª Reunião Extraordinária Pública da Diretoria Colegiada, a importação aprovada nessa terça-feira (15) também deverá ser realizada sob condições controladas. Para tanto, de acordo com a Anvisa, foram estabelecidas as mesmas responsabilidades e condicionantes aos requerentes.

As principais condições preveem que a vacina deverá ser utilizada apenas na imunização de indivíduos adultos saudáveis e que todos os lotes dos imunizantes importados somente poderão ser destinados ao uso após liberação pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS).

Leia mais:

Além disso, a Anvisa receberá relatórios periódicos de avaliação benefício-risco da vacina; o imunizante deverá ser utilizado em condições controladas com condução de estudo de efetividade, com delineamento acordado com a Agência e executado conforme Boas Práticas Clínicas; a Anvisa poderá, a qualquer momento, suspender a importação, distribuição e uso das vacinas importadas; dentre outros aspectos destacados no voto do relator.

Na deliberação, também foram autorizados quantitativos reduzidos de doses a serem importadas para vacinação de 1% da população de cada um dos estados, o que permitirá o adequado monitoramento e ação imediata da Agência, caso necessário: Rio Grande do Norte – 71.000 doses; Mato Grosso – 71.000 doses; Rondônia – 36.000 doses; Pará – 174.000 doses; Amapá – 17.000 doses; Paraíba – 81.000 doses; e Goiás – 142.000 doses. (Agência Brasil com informações da Anvisa)

Comentários

Mais

Testagens indicam menor circulação do coronavírus no Pará

Testagens indicam menor circulação do coronavírus no Pará

Desde o começo da pandemia da covid-19 até julho de 2021, como informa a Secretaria de Estado de Saúde Pública…
Vereadora Vanda se licencia da Câmara e Badeco assumirá em seu lugar

Vereadora Vanda se licencia da Câmara e Badeco assumirá em seu lugar

Na sessão ordinária desta terça-feira, 3, foi lida, em Plenário, uma “Carta ao povo de Marabá”, em que a vereadora…
Grupamento de Bombeiros em Marabá tem novo comandante

Grupamento de Bombeiros em Marabá tem novo comandante

O major QOBM Felipe Galúcio de Souza, de 45 anos, é o novo comandante do 5º Grupamento de Bombeiros Militar…
Bike adaptada leva Eric e a família para a Orla

Bike adaptada leva Eric e a família para a Orla

Aos 21 anos, Eric Fernandes Silva Souza integra o grupo de pedal Brutas e Cia MBA, juntamente com a mãe,…
A “magrela” que transforma vidas em Marabá

A “magrela” que transforma vidas em Marabá

Marabá ganhou um presente neste verão. É a uma ciclofaixa de cerca de 9 quilômetros, que vai do Km 6,…
MPPA firma TAC com Itupiranga para realização de concurso público

MPPA firma TAC com Itupiranga para realização de concurso público

Nesta sexta-feira (30), a Promotoria de Justiça de Itupiranga firmou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Município.…