Correio de Carajás

Ambulantes se multiplicam no Círio e fazem festa de cores

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O percurso dos 7 km do Círio de Nazaré conta com milhares de romeiros. Entre eles, vagam de um lado para o outro dezenas de vendedores ambulantes que buscam comercializar produtos relacionados à festa de fé. Fitas para promesseiros, chapéus, camisetas, toalhas para enxugar o suor, chaveiros temáticos com a imagem de Nossa Senhora, terço, crucifixo, cata-vento, entre outros objetos multicoloridos que chamam a atenção de crianças e adultos.

Na Marabá Pioneira, desde às 5 horas, fiscais do Departamento de Postura tentavam disciplinar a localização deles para evitar que os vendedores colocassem seus produtos no meio da rua. Houve momentos de tensão com alguns deles, porque teimavam em ficar exatamente na frente dos romeiros, atrapalhando a passagem. Em alguns instantes, a Guarda Municipal também precisou agir para evitar um confronto físico.

Gualberto Linhares, 32, disse que veio de Belém para vender produtos “diferenciados” em Marabá. Avaliou que tanto em Belém quanto em Marabá, as vendas não estão boas este ano e atribui o fato à crise econômica. “A gente vem porque tem de ganhar alguma coisa, mas está ruim”. Ele revela que daqui até o final de novembro vai percorrer várias cidades do Pará onde serão realizadas procissões do Círio de Nazaré. “Tenho fé que vou vender todo o estoque que comprei”, diz. (Ulisses Pompeu)

Leia mais:

 

 

O percurso dos 7 km do Círio de Nazaré conta com milhares de romeiros. Entre eles, vagam de um lado para o outro dezenas de vendedores ambulantes que buscam comercializar produtos relacionados à festa de fé. Fitas para promesseiros, chapéus, camisetas, toalhas para enxugar o suor, chaveiros temáticos com a imagem de Nossa Senhora, terço, crucifixo, cata-vento, entre outros objetos multicoloridos que chamam a atenção de crianças e adultos.

Na Marabá Pioneira, desde às 5 horas, fiscais do Departamento de Postura tentavam disciplinar a localização deles para evitar que os vendedores colocassem seus produtos no meio da rua. Houve momentos de tensão com alguns deles, porque teimavam em ficar exatamente na frente dos romeiros, atrapalhando a passagem. Em alguns instantes, a Guarda Municipal também precisou agir para evitar um confronto físico.

Gualberto Linhares, 32, disse que veio de Belém para vender produtos “diferenciados” em Marabá. Avaliou que tanto em Belém quanto em Marabá, as vendas não estão boas este ano e atribui o fato à crise econômica. “A gente vem porque tem de ganhar alguma coisa, mas está ruim”. Ele revela que daqui até o final de novembro vai percorrer várias cidades do Pará onde serão realizadas procissões do Círio de Nazaré. “Tenho fé que vou vender todo o estoque que comprei”, diz. (Ulisses Pompeu)

 

 

Comentários

Mais

Pandemia e isolamento aumentam procura por cultivo de plantas em casa

Pandemia e isolamento aumentam procura por cultivo de plantas em casa

Em isolamento social, as pessoas tendem a sentir falta de sair e do contato com a natureza, por isso, ter…
Mundo chega a 3 milhões de mortes por Covid com piora da pandemia na América do Sul

Mundo chega a 3 milhões de mortes por Covid com piora da pandemia na América do Sul

O mundo chegou neste sábado (17) à triste marca de 3 milhões de mortes causadas pela Covid-19, em meio à…
Pará gera mais de 3 mil postos formais de trabalho no setor de serviços

Pará gera mais de 3 mil postos formais de trabalho no setor de serviços

“Eu atuo no ramo de eventos, sou segurança, e em meio à pandemia o nosso trabalho parou. Atualmente, a banda…
Novo estudo descarta elo entre tipo sanguíneo e a incidência de Covid

Novo estudo descarta elo entre tipo sanguíneo e a incidência de Covid

Uma investigação feita com mais de 100 mil pessoas nos Estados Unidos demonstrou que não há relação entre o tipo sanguíneo…
Pequeno ouvinte da Correio FM é premiado com bolo de aniversário

Pequeno ouvinte da Correio FM é premiado com bolo de aniversário

O garoto Angelo Miguel, pequeno ouvinte da nossa rádio, foi o grande ganhador da Promoção Aniversariante do Mês da Correio…
Coronafobia: transtornos compulsivos e de ansiedade por conta da pandemia

Coronafobia: transtornos compulsivos e de ansiedade por conta da pandemia

Há um ano que todo o Brasil vem enfrentando a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Sentimentos como incerteza e ansiedade…