Correio de Carajás

Altamira: Polícia investiga assassinato de engenheiro

O engenheiro Ruan foi alvejado com ao menos seis disparos / Foto: Divulgação
O engenheiro Ruan foi alvejado com ao menos seis disparos / Foto: Divulgação
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Uma pessoa morta e outra ferida. Esse foi o resultado de uma ação de dois homens não identificados que mataram a tiros de pistolas 380 e ponto 40 o engenheiro ambiental Ruan Silva, de 27 anos de idade, na noite de domingo, 12, por volta de 19h30. A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso e disse à imprensa que existe uma linha de investigação.

O engenheiro estava com dois amigos e uma irmã em sua residência quando dois homens pararam uma moto em frente à casa, localizada à Rua Presidente Médici, no Bairro Brasília. De acordo com as testemunhas e vítimas, os desconhecidos chegaram armados e mandaram que todos se deitassem no chão, a exceção da irmã do engenheiro que estava em outro cômodo da casa. “Eles disseram que era um assalto e mandaram a gente deitar”, contou a testemunha.

Os criminosos perguntaram se havia mais pessoas no imóvel, o que foi negado pelo engenheiro. A irmã de Ruan conseguiu subir no muro e se escondeu no telhado da casa. Enquanto isso, as vítimas estavam numa área coberta do imóvel.

Leia mais:

Uma das testemunhas contou aos policiais que os dois assassinos começaram atirar em Ruan, que foi alvejado com ao menos seis disparos. Um dos amigos também ficou ferido, sem gravidade, e outro não foi atingido. Após os disparos, os dois homens levaram dois aparelhos celulares das vítimas.

O delegado de Polícia Civil de Altamira, Mhoab Khayan, disse à imprensa que o caso está sob investigação e que existe uma linha já adotada, no entanto, ele não quis comentar sobre a suspeita. Capsulas de balas ponto 40 e 380 foram recolhidas pela perícia cientifica.

Ruan não tinha antecedentes criminais, ele era engenheiro ambiental e trabalhava na Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo de Altamira (Semat) e também professor de Geografia e cursava mestrado na Universidade Federal do Pará (UFPA) (Antonio Barroso/freelancer)

Comentários

Mais

PRF apreende duas armas de fogo e 90 munições, em Marabá

PRF apreende duas armas de fogo e 90 munições, em Marabá

 O primeiro flagrante ocorreu nesta segunda-feira (26), quando uma equipe de policiais realizava fiscalização de rotina no km 242 da…
Incêndio destrói casa e deixa família desabrigada

Incêndio destrói casa e deixa família desabrigada

Um incêndio supostamente acidental ocorrido na noite desta segunda-feira, 26, destruiu uma residência e deixou a família de moradores desabrigada.…
Bando foge e deixa arma e munições na beira da ferrovia, em Marabá

Bando foge e deixa arma e munições na beira da ferrovia, em Marabá

Uma arma de fogo e nove munições foram apreendidas pela Polícia Militar na noite desta quinta-feira, 27, no Núcleo São…
Criança morre esmagada por caçamba em Curionópolis

Criança morre esmagada por caçamba em Curionópolis

Um trágico acidente vitimou João Paulo Batista Lima, de 10 anos, no centro de Curionópolis nesta segunda-feira (26). A criança,…
Justiça Militar afasta um coronel e prende sargento

Justiça Militar afasta um coronel e prende sargento

A Justiça Militar do Pará afastou do cargo, na manhã desta segunda-feira, dia 26, a coronel Andréa Keyla Leal Rocha,…
Identificado PM que assassinou médico

Identificado PM que assassinou médico

Foi revelada a identidade do policial militar que matou o jovem médico Bruno Calaça Barbosa, de 24 anos, na madrugada…