Detentos incendeiam colchões no presídio /Foto: Divulgação
Ads

A Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará confirmou a morte de 52 internos do Centro de Recuperação Regional em Altamira, no sudoeste do Pará, durante rebelião na manhã de hoje, segunda (29). Dentre eles, informou o órgão, 16 foram decapitados.

Ads

As informações foram divulgadas pelo G1. No site do órgão ainda não há nota oficial sobre o caso. Ainda de acordo com a publicação, dois agentes prisionais chegaram a ser feitos reféns, mas foram liberados.

A rebelião foi provocada por uma briga entre organizações criminosas, segundo a Susipe. Foi divulgado que um grupo de internos do Bloco A invadiu o anexo do bloco onde estão presos de um grupo rival. Não foram divulgadas quais facções se envolveram na rebelião.

Ainda cedo vizinhos informaram terem ouvido disparos de arma de fogo durante a madrugada e viram que fogo foi ateado em colchões. A Susipe declarou que foi ateado fogo a uma sala trancada e vários presos morreram por asfixia. Não foram divulgados, até o momento, nomes de vítimas.  (Tina Santos e Luciana Marschall)

Ads