Correio de Carajás

Altamira: Filha participa da morte do pai e confessa crime

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A Polícia Civil de Altamira elucidou o assassinato do açougueiro João Eduardo Rodrigues, de 66 anos, ocorrido no dia 2 de fevereiro. Quatro pessoas são acusadas de envolvimento no crime de latrocínio. Uma delas é filha da vítima e outra é namorada da suspeita. Uma quantia de cerca de R$ 30 mil foi roubada.

O crime ocorreu por volta das 5h da manhã, quando o açougueiro João Rodrigues saia de casa para o trabalho e um homem armado apareceu na porta da residência, localizada na Rua Acesso 9, no Bairro Sudan I, e anunciou o que seria um assalto. Conduzido ao interior da casa, o açougueiro foi obrigado a entregar uma sacola onde estava a quantia de aproximadamente R$ 30 mil e o assalto resultou na morte do trabalhador. O suspeito disparou um tiro de arma de fogo na vítima, logo após pegar o dinheiro. João Eduardo morreu ao receber atendimento médico pouco tempo depois.

João Eduardo entregou o dinheiro ao bandido, mas mesmo assim, foi morto

O delegado David Flávio, responsável pela Delegacia de Homicídios de Altamira, explica que foi a própria filha da vítima procurou a delegacia para informar que planejou o crime. “Seria um assalto, mas acabou resultando na morte da vítima”, cita o delegado.

Leia mais:
A filha da vítima confessou o crime e está colaborando com a investigação

Débora Macieira, namorada da filha do açougueiro, está presa, assim como um terceiro indivíduo: Pedro Correia Rodrigues dos Santos, apontado como intermediário entre elas e o executor do crime. Por outro lado, este autor está foragido e não teve o nome divulgado. Por outro lado, segundo a polícia, a filha da vítima tem colaborado com a Justiça e por isso não teve a prisão preventiva decretada.

Débora Macieira, namorada da filha do açougueiro, foi presa após denúncia

“O trabalho investigativo que durou cerca de um mês constatou a participação de um indivíduo do núcleo familiar que repassou diversas informações pessoais da vítima, para que uma dupla indiciada praticasse o crime”, frisou.

As investigações seguem no intuito de apreender a arma utilizada no crime, recuperar os bens subtraídos e finalizar o inquérito policial. (Antônio Barroso/freelancer)

Comentários

Mais

Homem é assassinado na Feira do Rio Verde quando jogava bozó

Homem é assassinado na Feira do Rio Verde quando jogava bozó

Por volta das 13h deste domingo (18) um homem identificado como Pedro Alife Reis França foi assassinado na Feira do…
Colisão de motos deixa dois mortos e um ferido no bairro Betânia

Colisão de motos deixa dois mortos e um ferido no bairro Betânia

Por volta das 15 horas deste sábado (17), uma colisão frontal entre duas motos no bairro Betânia, em Parauapebas, resultou…
Trio é detido por tráfico no bairro Altamira

Trio é detido por tráfico no bairro Altamira

Na noite desta sexta-feira (16), a policia autuou três jovens por tráfico de drogas no bairro Altamira, em Parauapebas. Viniciu…
Menor de idade é baleado no bairro Liberdade

Menor de idade é baleado no bairro Liberdade

Na noite desta sexta-feira (16), um menor de idade foi alvejado no antebraço em sua casa, no bairro Liberdade, em…
Dr. Jairinho é investigado por agressões a três crianças; entenda

Dr. Jairinho é investigado por agressões a três crianças; entenda

Com o novo depoimento de uma ex-namorada de Dr. Jairinho, Débora Melo Saraiva, já são três casos investigados pela polícia sobre crianças…
Drogas levam dois à cadeia em Marabá

Drogas levam dois à cadeia em Marabá

Os indivíduos Wagner Souza Andrade e Rodrigo Nascimento foram presos pela Polícia Militar por volta das 4h30 da madrugada desta…