Correio de Carajás

Agentes intensificam fiscalização e ações de fumacê em Marabá

Trabalho tem sido intensificado, com visita às residências/ Fotos: Aline Nascimento e Sérgio Barros

ENDEMIAS

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Os bairros Independência, Marabá Pioneira, São Miguel da Conquista e Amapá já receberam a aplicação

Os agentes de endemias do Serviço de Saneamento Ambiental (SSAM) tem intensificado o trabalho de combate ao mosquito Aedes Aegypti causador da dengue, chikungunya e zika. Devido a suspeitas de casos de dengue no município estão sendo realizadas ações com aplicação de fumacê, através de um carro ou por meio de um profissional, em diferentes núcleos da cidade.

Os bairros Independência, Marabá Pioneira, São Miguel da Conquista e Amapá já receberam a aplicação do fumacê. Nesta sexta-feira (27), a aplicação aconteceu nos bairros Laranjeiras e no Lacen. Na segunda-feira (30), será a vez do bairro Amapá.

Amadeu Moreira, coordenador do Departamento de Endemias, explica que as ações foram realizadas em áreas onde há suspeitas de casos. “Buscamos fazer a eliminação do criadouro, o controle da área, identificar se tem um contaminado e onde ele pode ter contraído a doença”, ressalta.

Leia mais:
Trabalho tem sido intensificado, com visita às residências

Além da aplicação do fumacê, os agentes realizam as visitas das casas dos moradores para dar orientações e encontrarem possíveis focos de proliferação do mosquito. A partir de segunda-feira (30 de agosto) até a sexta-feira (3 de setembro), os agentes realizarão o LIRA (levantamento rápido de índices para Aedes) que permite a identificação de áreas com maior proporção e ocorrências de focos, o qual é realizado a cada dois meses.

“É um processo realizado por 4 equipes, durante 5 dias. Onde fazemos todo esse levantamento que servirá para monitorar nossas ações e ter o controle do avanço do mosquito e da doença no município”, explica Márcia Braz, supervisora geral de campo.

Na quinta (26), as equipes de agentes estiveram no bairro Independência visitando a residência dos moradores. Uma dessas casas foi da Neuza Soares Pontes, 76 anos. “É importante termos esse cuidado e é importante que os vizinhos tenham também. Pois a gente tem que se ajudar. Todos têm que fazer sua parte, porque um que descuida o mosquito pode infectar os outros”, acrescenta.

O agente de endemias, Frank Martins, explica que, durante a saída das equipes, é verificado terrenos baldios e residências. Nas casas, além da verificação dos quintais e possíveis focos da doença é dada orientação para os moradores. “Encontramos focos e falamos com ela. Explicamos as consequências, os cuidados e depois retornamos para verificar se os procedimentos foram tomados. É um trabalho diário e necessário”, reitera. (Com Ascom PMM)

Comentários

Mais

IFPA de Conceição abre seleção para especialização em docência

IFPA de Conceição abre seleção para especialização em docência

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará – Campus Conceição do Araguaia/PA, abrirá nesta segunda-feira (20/09) indo…
Prefeitura de Parauapebas deixa mais de 500 famílias sem ter onde morar

Prefeitura de Parauapebas deixa mais de 500 famílias sem ter onde morar

Um total de 514 famílias ocupam área de loteamento, destinada à implantação da nona fase do projeto habitacional Cidade Jardim,…
Base curricular deve ajudar a recuperar atrasos na aprendizagem

Base curricular deve ajudar a recuperar atrasos na aprendizagem

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) deverá ajudar as escolas de todo o país a recuperar os atrasos na aprendizagem…
Fiscais fazendários da Unidade de Carajás apreendem minério de ferro em Marabá

Fiscais fazendários da Unidade de Carajás apreendem minério de ferro em Marabá

Fiscais da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa), da Unidade de Mercadorias em Trânsito de Carajás, no sudeste do Pará,…
Buraco na camada de ozônio ultrapassa o tamanho da Antártida

Buraco na camada de ozônio ultrapassa o tamanho da Antártida

“O buraco da camada de ozônio cresceu consideravelmente na última semana e agora é maior do que 75% dos buracos…
Pará recebe nesta quinta-feira (16) mais 39.245 mil doses de vacina contra a Covid-19

Pará recebe nesta quinta-feira (16) mais 39.245 mil doses de vacina contra a Covid-19

Chegou a Belém, na manhã desta quinta-feira (16), a 82ª remessa de vacinas contra a Covid-19, enviada pelo Ministério da…