Correio de Carajás

Adulto é preso e um adolescente morre ao enfrentar a PM de Parauapebas

Um adolescente morreu e um homem foi preso durante intervenção policial da Ronda Tática com Auxílio de Motocicletas (Rocam) na madrugada da última quinta-feira (7). Segundo informações da Polícia Militar, os dois estavam fazendo arrastão na cidade, aproveitando a grande movimentação de pessoas nas ruas por conta da abertura da Feira Agropecuária de Parauapebas (FAP) para cometer assaltos.

De acordo com o cabo Barros, sua guarnição já estava em deslocamento para o quartel, por volta de 1h30, quando escutaram o rádio da viatura que perseguia os assaltantes. Como eles estão de moto e o deslocamento é mais rápido, voltaram para dar apoio aos colegas e conseguiram avistar a dupla.

O que foi preso, identificado como Lucinaldo Campos Aires, de 27 anos, ao ver a aproximação dos policiais, detalha o cabo, se jogou logo no chão. Enquanto o adolescente, Joel Henrique Lima Ferraz, tentou enfrentá-los com tiros e acabou levando a pior. “Ou vai deitado ou vai sentado. O cara é que escolhe”, disse o policial.

Leia mais:

Segundo o cabo, a ação aconteceu em uma área erma, às proximidades da Rodovia Faruk Salmen. “O indivíduo provavelmente conhecia bem aquela área, que é escura, mas não logrou êxito na fuga porque ficamos bem na cola deles”, frisa o militar.

Com a dupla, além da moto em que estavam, foram apreendidos um celular e uma garrucha, que eles estariam utilizando, segundo a polícia, para cometer os assaltos e também com a qual o adolescente tentou enfrentar a guarnição. “Ainda bem que eles caíram na nossa garra”, ressalta o cabo.

Com essa mesma arma, o policial conta que os dois agrediram uma vítima, de quem tomaram o celular que eles recuperaram. A vítima, que não quis se identificar, conta que tinha acabado de fechar seu estabelecimento comercial quando avistou a dupla e um deles puxou uma arma.

Imaginando que eles pretendiam pegar a moto dele, virou as costas e ficou aguardando eles anunciarem o assalto. Os bandidos, no entanto, já deram uma coronhada na cabeça dele e exigiram apenas o celular.

“Depois eles montaram na moto em que estavam e fugiram, com o da garupa apontando a arma para mim”, detalha a vítima, dizendo que um amigo dele se prontificou a ir com ele atrás dos criminosos.

“Nós saímos atrás deles e logo à frente vimos uma viatura da Polícia Militar e contamos o que tinha acontecido. Imediatamente eles acionaram outra viatura e pouco tempo depois, eles já tinham prendido um e outro tinha sido morto”, conta a vítima, dizendo que quem o agrediu e apontou ar arma para ele foi o homem preso. (Tina Santos, com informações de Ronaldo Modesto)

Um adolescente morreu e um homem foi preso durante intervenção policial da Ronda Tática com Auxílio de Motocicletas (Rocam) na madrugada da última quinta-feira (7). Segundo informações da Polícia Militar, os dois estavam fazendo arrastão na cidade, aproveitando a grande movimentação de pessoas nas ruas por conta da abertura da Feira Agropecuária de Parauapebas (FAP) para cometer assaltos.

De acordo com o cabo Barros, sua guarnição já estava em deslocamento para o quartel, por volta de 1h30, quando escutaram o rádio da viatura que perseguia os assaltantes. Como eles estão de moto e o deslocamento é mais rápido, voltaram para dar apoio aos colegas e conseguiram avistar a dupla.

O que foi preso, identificado como Lucinaldo Campos Aires, de 27 anos, ao ver a aproximação dos policiais, detalha o cabo, se jogou logo no chão. Enquanto o adolescente, Joel Henrique Lima Ferraz, tentou enfrentá-los com tiros e acabou levando a pior. “Ou vai deitado ou vai sentado. O cara é que escolhe”, disse o policial.

Segundo o cabo, a ação aconteceu em uma área erma, às proximidades da Rodovia Faruk Salmen. “O indivíduo provavelmente conhecia bem aquela área, que é escura, mas não logrou êxito na fuga porque ficamos bem na cola deles”, frisa o militar.

Com a dupla, além da moto em que estavam, foram apreendidos um celular e uma garrucha, que eles estariam utilizando, segundo a polícia, para cometer os assaltos e também com a qual o adolescente tentou enfrentar a guarnição. “Ainda bem que eles caíram na nossa garra”, ressalta o cabo.

Com essa mesma arma, o policial conta que os dois agrediram uma vítima, de quem tomaram o celular que eles recuperaram. A vítima, que não quis se identificar, conta que tinha acabado de fechar seu estabelecimento comercial quando avistou a dupla e um deles puxou uma arma.

Imaginando que eles pretendiam pegar a moto dele, virou as costas e ficou aguardando eles anunciarem o assalto. Os bandidos, no entanto, já deram uma coronhada na cabeça dele e exigiram apenas o celular.

“Depois eles montaram na moto em que estavam e fugiram, com o da garupa apontando a arma para mim”, detalha a vítima, dizendo que um amigo dele se prontificou a ir com ele atrás dos criminosos.

“Nós saímos atrás deles e logo à frente vimos uma viatura da Polícia Militar e contamos o que tinha acontecido. Imediatamente eles acionaram outra viatura e pouco tempo depois, eles já tinham prendido um e outro tinha sido morto”, conta a vítima, dizendo que quem o agrediu e apontou ar arma para ele foi o homem preso. (Tina Santos, com informações de Ronaldo Modesto)

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.