Correio de Carajás

Adolescente de 16 anos é baleada em assalto na Folha 32

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A adolescente Karine dos Santos Reis Ferreira, de 16 anos, que levou um tiro na tarde de terça-feira (30), está fora de perigo. Ela foi vítima de bala perdida, que lhe atingiu a perna direita, durante uma tentativa de assalto na Folha 32, numa área de grande movimentação, próximo a agências bancárias, em plena luz do dia. O detalhe é que Karine nada tinha a ver com o caso. Apenas estava perto do local do assalto, uma autoescola.

A informação repassada por Nárjore Nara Sousa, madrinha de Karine, é de que a jovem não irá precisar fazer cirurgia por enquanto. Segundo ela, os médicos disseram que é preciso esperar a bala se aproximar da superfície da pele para poderem fazer o procedimento de retirada do projetil.

Por pouco os criminosos não protagonizaram uma tragédia, pois Karine carregava no colo um bebê recém-nascido, quando foi baleada. Além disso, havia dezenas de pessoas no momento em que os assaltantes atiraram, uma vez que no local há quatro agências bancárias, a sede do Detran, autoescolas, despachantes e vendas de alimentos a céu aberto. O fluxo é intenso na área durante o horário de expediente bancário.

Leia mais:

Inclusive, no momento em que o fato ocorreu, por volta das 14h20, a vítima dos assaltantes havia acabado de sacar R$ 450 na agência do Banco do Brasil e entrou numa autoescola para pagar uma taxa. Ele foi seguido e abordado ali pelos criminosos, que invadiram o estabelecimento anunciando o assalto e ainda roubaram R$ 20 de uma atendente do estabelecimento, segundo informou o subtenente J. Rodrigues, da Polícia Militar, que chegou ao local instantes depois do ocorrido, em companhia do cabo Uillami.

Acionado via NIOP, o policial disse que logo depois de praticar o assalto, os bandidos montaram numa POP 100, de cor preta e placa quebrada (para dificultar a identificação). Foi justamente na fuga que um deles atirou no meio da multidão, provavelmente para amedrontar as pessoas e desencorajar qualquer tentativa de reação de populares, já que o lugar é bastante movimentado.

Segundo J. Rodrigues, as informações repassadas são de que um dos acusados estava de camisa preta, o outro trajava camisa de cor laranja e ambos eram jovens, aparentando ter entre 16 e 17 anos.

Polícia e população

Embora a polícia seja responsável por manter a segurança nas ruas da cidade, os cidadãos também precisam tomar certos cuidados para prevenir – sempre que possível – a ocorrência de assaltos. Quem alerta para isso é o major Sales, que responde interinamente pelo 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar).

Ele orienta às pessoas que avaliem se realmente há necessidade de fazerem saque de dinheiro. É sempre melhor utilizar outros meios. “Toda transação legal te dá oportunidade de fazer uma transferência”, explica o oficial, acrescentando que geralmente quando o saque é de grande quantia (o que não era o caso), a pessoa pode até pedir um apoio da Polícia Militar, cuja função inicial não é esta, mas pode ser feito esse trabalho em algum caso excepcional.

Por outro lado, major Sales assegurou que durante o horário bancário (das 9h às 15h), o policiamento é reforçado nos arredores das agências. “Existe uma preocupação da PM em fazer um policiamento ao redor do perímetro bancário”, confirma, ao acrescentar que existe sempre uma viatura rondando cada perímetro bancário da cidade. Além disso, desde ontem (31), essas viaturas voltaram a receber apoio de cinco motos.

Outra ação da Polícia Militar na proteção aos contribuintes que circulam pelos perímetros bancários é o Programa de Repressão ao Roubo a Bancos (Repreban), que consiste num reforço policial uma semana antes e uma semana depois do período de grandes pagamentos (notadamente de servidores públicos e aposentados).

 

 

A adolescente Karine dos Santos Reis Ferreira, de 16 anos, que levou um tiro na tarde de terça-feira (30), está fora de perigo. Ela foi vítima de bala perdida, que lhe atingiu a perna direita, durante uma tentativa de assalto na Folha 32, numa área de grande movimentação, próximo a agências bancárias, em plena luz do dia. O detalhe é que Karine nada tinha a ver com o caso. Apenas estava perto do local do assalto, uma autoescola.

A informação repassada por Nárjore Nara Sousa, madrinha de Karine, é de que a jovem não irá precisar fazer cirurgia por enquanto. Segundo ela, os médicos disseram que é preciso esperar a bala se aproximar da superfície da pele para poderem fazer o procedimento de retirada do projetil.

Por pouco os criminosos não protagonizaram uma tragédia, pois Karine carregava no colo um bebê recém-nascido, quando foi baleada. Além disso, havia dezenas de pessoas no momento em que os assaltantes atiraram, uma vez que no local há quatro agências bancárias, a sede do Detran, autoescolas, despachantes e vendas de alimentos a céu aberto. O fluxo é intenso na área durante o horário de expediente bancário.

Inclusive, no momento em que o fato ocorreu, por volta das 14h20, a vítima dos assaltantes havia acabado de sacar R$ 450 na agência do Banco do Brasil e entrou numa autoescola para pagar uma taxa. Ele foi seguido e abordado ali pelos criminosos, que invadiram o estabelecimento anunciando o assalto e ainda roubaram R$ 20 de uma atendente do estabelecimento, segundo informou o subtenente J. Rodrigues, da Polícia Militar, que chegou ao local instantes depois do ocorrido, em companhia do cabo Uillami.

Acionado via NIOP, o policial disse que logo depois de praticar o assalto, os bandidos montaram numa POP 100, de cor preta e placa quebrada (para dificultar a identificação). Foi justamente na fuga que um deles atirou no meio da multidão, provavelmente para amedrontar as pessoas e desencorajar qualquer tentativa de reação de populares, já que o lugar é bastante movimentado.

Segundo J. Rodrigues, as informações repassadas são de que um dos acusados estava de camisa preta, o outro trajava camisa de cor laranja e ambos eram jovens, aparentando ter entre 16 e 17 anos.

Polícia e população

Embora a polícia seja responsável por manter a segurança nas ruas da cidade, os cidadãos também precisam tomar certos cuidados para prevenir – sempre que possível – a ocorrência de assaltos. Quem alerta para isso é o major Sales, que responde interinamente pelo 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar).

Ele orienta às pessoas que avaliem se realmente há necessidade de fazerem saque de dinheiro. É sempre melhor utilizar outros meios. “Toda transação legal te dá oportunidade de fazer uma transferência”, explica o oficial, acrescentando que geralmente quando o saque é de grande quantia (o que não era o caso), a pessoa pode até pedir um apoio da Polícia Militar, cuja função inicial não é esta, mas pode ser feito esse trabalho em algum caso excepcional.

Por outro lado, major Sales assegurou que durante o horário bancário (das 9h às 15h), o policiamento é reforçado nos arredores das agências. “Existe uma preocupação da PM em fazer um policiamento ao redor do perímetro bancário”, confirma, ao acrescentar que existe sempre uma viatura rondando cada perímetro bancário da cidade. Além disso, desde ontem (31), essas viaturas voltaram a receber apoio de cinco motos.

Outra ação da Polícia Militar na proteção aos contribuintes que circulam pelos perímetros bancários é o Programa de Repressão ao Roubo a Bancos (Repreban), que consiste num reforço policial uma semana antes e uma semana depois do período de grandes pagamentos (notadamente de servidores públicos e aposentados).

 

 

Comentários

Mais

Colisão de motos deixa dois mortos e um ferido no bairro Betânia

Colisão de motos deixa dois mortos e um ferido no bairro Betânia

Por volta das 15 horas deste sábado (17), uma colisão frontal entre duas motos no bairro Betânia, em Parauapebas, resultou…
Trio é detido por tráfico no bairro Altamira

Trio é detido por tráfico no bairro Altamira

Na noite desta sexta-feira (16), a policia autuou três jovens por tráfico de drogas no bairro Altamira, em Parauapebas. Viniciu…
Menor de idade é baleado no bairro Liberdade

Menor de idade é baleado no bairro Liberdade

Na noite desta sexta-feira (16), um menor de idade foi alvejado no antebraço em sua casa, no bairro Liberdade, em…
Dr. Jairinho é investigado por agressões a três crianças; entenda

Dr. Jairinho é investigado por agressões a três crianças; entenda

Com o novo depoimento de uma ex-namorada de Dr. Jairinho, Débora Melo Saraiva, já são três casos investigados pela polícia sobre crianças…
Drogas levam dois à cadeia em Marabá

Drogas levam dois à cadeia em Marabá

Os indivíduos Wagner Souza Andrade e Rodrigo Nascimento foram presos pela Polícia Militar por volta das 4h30 da madrugada desta…
Defensor marabaense alerta sobre “stalking”, que agora é crime

Defensor marabaense alerta sobre “stalking”, que agora é crime

No dia 1º de abril de 2021, entrou em vigor a Lei 14.132/2021, que inclui no Código Penal Brasileiro, o…