Correio de Carajás

Adepará chancela venda de sementes e mudas em Marabá

Joel Teixeira de Andrade (à esquerda) é um dos pioneiros do ramo em Marabá
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará) entregou certificados de comercialização de sementes e mudas para três estabelecimentos localizados no município de Marabá. Com a entrega, realizada na terça-feira (29), os locais estão autorizados a revender o material vegetal.

Joel Teixeira de Andrade, pioneiro do ramo em Marabá, foi um dos empresários que renovou a autorização para o comércio. “A fiscalização nos botou na linha”, brinca o comerciante que atua desde 1986.

“As regras impostas para a revenda das sementes e mudas não foram vistas com bons olhos no início, porque tivemos que nos adaptar. Mas hoje percebemos que o trabalho aumentou a qualidade dos produtos e conhecemos os riscos envolvidos quando o material é de baixa qualidade, como a chegada e a disseminação de pragas, o que gera prejuízo para toda a região”, pontua Joel.

Leia mais:

Estão previstas para janeiro, as certificações de mais três estabelecimentos da região. O certificado de cadastro junto à Adepará possui validade de três anos. Após este período, o proprietário do estabelecimento deve procurar a Agência para fazer a renovação.

A certificação da Adepará, no entanto, não isenta o comércio de ser fiscalizado regularmente. Quem alerta é o gerente da Agência, em Marabá, Geraldo Jota. Segundo ele, a fiscalização do comércio de sementes é uma prerrogativa da Adepará, que tem como objetivo garantir que as sementes e mudas vendidas e cultivadas no Estado sejam de qualidade e, sobretudo, que estejam livres de pragas e doenças.

“Antes da criação da Adepará, há 18 anos, a fiscalização e certificação eram feitas pelo Ministério da Agricultura. Com a criação da Agência, o Pará passou a ter um órgão competente, junto ao Ministério da Agricultura que também fiscaliza e certifica”, detalha.

Segurança

A Adepará exerce a fiscalização do comércio estadual de sementes e mudas, garantindo, com isso, a disponibilização de sementes e mudas de melhor qualidade, dando maior segurança fitossanitária às culturas, evitando a disseminação de pragas e doenças.

A Gerência de Sementes e Mudas (GSM) realiza fiscalizações para o combate de sementes e mudas ilegais. A Adepará possui Termo de Cooperação Técnica com Laboratório Nacional Agropecuário (Lanagro), sendo assim, as amostras coletadas no comércio são encaminhadas ao Laboratório, que realiza as análises, emite os certificados e encaminha à Adepará.

Quem pratica o comércio ilegal destes produtos prejudica toda a produtividade e causa incredibilidade para produtores, agricultores, pesquisadores e atinge também os consumidores, com a redução de opções no mercado e perda de qualidade. Por isso, cabe à Adepará, por meio das fiscalizações e cadastros, combater a clandestinidade e garantir a identidade e a qualidade do material de multiplicação e de reprodução vegetal comercializado em todo o território paraense.

Serviço:

Para a obtenção do cadastro junto à Adepará, o responsável legal pelo estabelecimento deve procurar o escritório da Agência mais próximo do município onde a revenda está localizada, munido dos seguintes documentos: cópias do Renasem, CNPJ, inscrição estadual, contrato social (constando o CNAE de comércio de sementes e mudas), requerimento da Adepará devidamente preenchido e assinado, relação das espécies que irá comercializar e o comprovante de pagamento da taxa.

Comentários

Mais

“Não tem como não se emocionar”, diz devota de Nossa Senhora de Nazaré

“Não tem como não se emocionar”, diz devota de Nossa Senhora de Nazaré

Se tem um mês que certamente é o mais amado pelos paraenses é outubro, quando é celebrado o Círio de…
Sindecomar: Diretores denunciam presidente e falam em assédio moral

Sindecomar: Diretores denunciam presidente e falam em assédio moral

O Portal Correio de Carajás recebeu uma série de denúncias em desfavor do atual presidente do Sindicato dos Trabalhadores no…
Butantan recebe autorização para iniciar testes de soro anti-covid

Butantan recebe autorização para iniciar testes de soro anti-covid

O Instituto Butantan recebeu hoje (15) a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para iniciar, em humanos, testes complementares do…
“A faculdade é na sala de aula; é ela quem nos forma”, diz professora

“A faculdade é na sala de aula; é ela quem nos forma”, diz professora

Há muitas salas de aula de Marabá com educadores motivados – seja na rede pública ou privada. E são eles…
Teste de anticorpos não deve substituir vacina contra a covid, como sugere deputado do PR

Teste de anticorpos não deve substituir vacina contra a covid, como sugere deputado do PR

Falso São falsas as alegações do deputado estadual Ricardo Arruda (PSL-PR) em um vídeo em que ele afirma que os…
Tuíte engana ao dizer que vacina da Pfizer tem partículas contaminantes

Tuíte engana ao dizer que vacina da Pfizer tem partículas contaminantes

Enganoso É enganosa a publicação que circula nas redes sociais afirmando que há micropartículas contaminantes na vacina desenvolvida pela Pfizer…