Correio de Carajás

Acusado de pedofilia foi preso em shopping de Marabá

Foto: Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Na manhã de sábado (20), o juiz Alexandre Hiroshi Arakaki, da 3ª Vara Criminal de Marabá, manteve a prisão de Valteir Ferreira Souza, acusado de induzir e instigar à prática sexual, uma adolescente de 14 anos de idade, na sexta-feira (19). A prisão em flagrante foi convertida em prisão preventiva e foi negado o pedido de soltura de Valteir, que é (ou era) secretário municipal de uma prefeitura da região.

De acordo com a decisão do juiz, o acusado foi preso no momento em que comparecia ao shopping center de Marabá, após marcar um encontro com uma menina de 14 anos, “com a qual trocava mensagens de cunho lascivo, por uma rede de relacionamentos, sugerindo a prática de relações sexuais, encaminhando, inclusive fotos de pênis eretos para a adolescente”.

Consta, ainda, que no perfil de Valteir na mesma rede social há diversas fotos de crianças e adolescentes como amigos, “o que sugere que sua rede de contatos e de aliciamento não se resume na ora vítima”.

Leia mais:

O investigado foi identificado após a notícia crime ser registrada na unidade policial em Marabá. Na ocasião, a mãe da adolescente vítima narrou que a filha estava sendo assediada por um criminoso, o qual fazia uso de um perfil falso nas redes sociais.

Chamou atenção da mãe da vítima, a insistência do criminoso em enviar imagens com conteúdo pornográfico, bem como utilizar-se de linguagem com conteúdo obsceno para sua filha, que é adolescente.

A equipe de policiais civis da DEAM/DEACA com apoio da Superintendência Regional, localizou o investigado no shopping, onde recebeu voz de prisão e foi encaminhado à unidade policial para a lavratura do flagrante.

Segundo a polícia, o autuado confessou a prática criminosa, tendo inclusive afirmado que fazia uso de vídeos com conteúdo pornográfico com imagens assemelhadas à de crianças e enviou fotografias do próprio órgão sexual para a adolescente.

Valteir foi autuado nos Artigos 218 A e 218 B do Código Penal Brasileiro, “submeter, induzir ou atrair à prostituição ou outra forma de exploração sexual alguém menor de 18 anos”, com pena de reclusão que varia de 4 a 10 anos. (Chagas Filho)

Mais

Execução de adolescente está cercada de mistério no Residencial Tocantins

Execução de adolescente está cercada de mistério no Residencial Tocantins

Um mistério cerca um homicídio ocorrido às 20 horas desta sexta-feira (14) no Núcleo São Félix, especificamente no Residencial Tocantins,…
Piloto morre em colisão de moto com caminhonete entre Parauapebas e Curionópolis

Piloto morre em colisão de moto com caminhonete entre Parauapebas e Curionópolis

A colisão entre uma motocicleta e uma caminhonete tirou a vida de Aldecir Simão Borges, de 44 anos de idade,…
Policial reage a tentativa de assalto e é baleado com três tiros

Policial reage a tentativa de assalto e é baleado com três tiros

Um policial militar foi baleado após reagir a uma tentativa de assalto nesta sexta-feira (14), em Redenção, no sul do…
“Boca de fumo” é denunciada e duplinha vai presa por tráfico de drogas

“Boca de fumo” é denunciada e duplinha vai presa por tráfico de drogas

A denúncia de uma “boca de fumo” levou uma guarnição da Polícia Militar a encaminhar para a Delegacia de Polícia…
Bêbado invade casa e ameaça mãe e bebê em Parauapebas

Bêbado invade casa e ameaça mãe e bebê em Parauapebas

É confuso explicar os motivos que teriam levado Dheymisom Teodoro Santana a ameaçar uma mulher com um bebê, no Bairro…
Parauapebas: Ladrão de moto foge e dá trabalho para a PM no Rio Verde

Parauapebas: Ladrão de moto foge e dá trabalho para a PM no Rio Verde

Gedsom Souza Silva foi parar na 20º Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas após tentar fugir de uma guarnição…